sexta-feira, maio 30, 2008

Por um Mundo melhor


Hoje começa mais uma edição do Rock In Rio Lisboa
Com a presença garantida de várias artistas de renome internacional, espera-se um grande festival
Mas o lema deste evento está relacionado com as questões sociais. Pobreza,fome, desigualdades, falta de oportunidades. Tudo questões que cada vez mais estão na ordem do dia.



No Mundo e em Portugal.



"Por um mundo melhor"



Eu ainda acredito, e vocês?



EU VOU!! e vocês?

19 comentários:

Tété disse...

Sniff sniff, eu não vou...sou uma tesa :(

Mas amanhã até adoravaaaaa ir, é uma frustação antiga. Os Bon Jovi vieram a Portugal na véspera do meu exame de aferição para a entrada na faculdade e eu tinha um bilhete de borla...só meu...em meu nome...com acesso aos backstages...dói há sensivelmente 13 anos!!!

Nélson Faria disse...

Eu não acredito. Acho que é uma óptima oportunidade comercial explorada até ao máximo.

Mas não é por isso que não vou... não vou porque festivais e concertos é coisa que fiz muito entre os 15 e os 19/20 anos. Para me arrastarem a um concerto só se for mesmo muito especial :)

Inês Rocheta Cassiano disse...

Infelizmente tenho que concordar com o Né. Mas vejamos as coisas pelo lado positivo: apesar de ser uma oportunidade explorada a nível comercial, ao menos fala-se do assunto e alertam-se consciências.
Dia 5 de Junho, para ver Metallica, EU VOU!

Para entrarmos no espírito, oh oh Rock in Rio!

idadedapedra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Frederico Carvalho disse...

Eu sou maluco por música ao vivo.
Adoro concertos, festivais então, já se contam 6 sudoestes :p

Bom, em principio vou dia 05 (aguardo confirmação de oferta de bilhete), para ver 2 bandas da minha infância.
Apocalyptica e Metallica.

Frederico Carvalho disse...

o ano passado trabalhei no rock in rio.

A quem nunca foi, recomendo.
É uma experiencia interessante.

Quem ainda quer ir, tem ainda algumas opções baratas.
Usar o cartão da BP (que dá desconto), ver se ainda há passatempos mas sobretudo dar uma vista de olhos a quem venda barato.
Talvez aqui arranjem qq coisa + barata.
http://www.forumsons.com

Bruno disse...

Eu vinha aqui comentar mas acabei de ver o concerto da Amy Whinehouse na SIC Radical e ainda estou estupefacto... acho que não consigo pensar no Rock in Rio ser ser assombrado pela imagem e som daquela figurinha esganiçada a cambalear pelo palco...

Bruno disse...

Agora que já respirei fundo e que já consigo raciocinar melhor posso comentar este post ;)

Eu sou um optimista por natureza e por isso acredito num Mundo melhor. Não acredito é num Mundo perfeito...

Mas ainda não é desta que eu posso dizer EU VOU em relação ao RiR. Estou um pouco tipo mistura de Né e Tété: não tenho grande pachorra para um cartaz com muita gente porque dificilmente gosto de todos e como não gosto de todos dificilmente dou mais de 50€ para lá ir...

Por acaso este ano até havia 2 ou 3 dias que suportava com algum à-vontade. Mas ainda assim EU VOU VER NA TV :P

Paulo Colaço disse...

Sou fã da Amy Winehouse desde que o meu irmão comprou o DVD do concerto em Londres.

Gosto de cada música, da voz, da presença em palco, dos músicos, do dueto (por vezes trio) de segundas vozes.

Sou fã.

Queria ter ido ver, mas valores mais altos se "alevantaram".

Vi na TV e fiquei pasmo com a voz, com o cambaleanço, com a desorientação e degradação visual da cantora.

E havia gente que, tendo lá estado, dizia: foi um grande concerto, ela esteve tão tem.

Hummm... pergunto-me: como?

Mas depois reconheço: deve ser tão extasiante estar diante daquela personagem que até um arrojo dela parece um trecho na 9ª sinfonia.

Deve ser um sentimento parecido com a anorexia e o adultério: a anorética e o traído são os últimos a perceber que algo vai mal...

Em todo o caso, VIVA AMY.

Paulo Colaço disse...

Entretanto, Jorge, faria sentido se dissesses à malta (sobretudo à que não te conhece) quais as tuas funções no RIR.

Vai ficar tudo com inveja...
ehehe

jfd disse...

A Amy chegou atrasada. Vinha cambaleante. Com nódoa no pescoço, mão ligada, pediu para ser separada dos jornalistas por uma espécie de jaula. Esqueceu-se das letras e basicamente não teve reacção nenhuma do público na hora que cantou, a não ser em 2 ou 3 êxitos.

Há muito que deixei para traz;

The path of excess leads to the Tower of Wisdom - William Blake.

Para mim a voz não se sobrepõe ao exemplo de M#$!da que dá aos milhões de fãs.
Devia ser internada.

Francisco Castelo Branco disse...

Relatório do dia de ontem do Rock In rio;

Ivete Sangalo em grande (mais uma vez); as musicas poeira e perere, levam uma pessoa a saltar.
Todos os anos é assim.
Na edição de 2024 do Rock in Rio, la estará Ivete mais uma vez para nos encantar com a sua beleza e voz

Quem não chegará a 2024 é Amy Whinehouse.
Mais uma vez perde-se um talento por causa de estupidezes como a droga, alcool e outros vicios.
Tudo feito com excesso e em nome da falta de neurónios.
Em relação á actuação foi uma desgraça.
Caiu, bebeu em palco, rouca como todo......
Pior: As suas musicas sairam uma desgrça
Quem nunca tivesse ouvido Amy, provavelmente nao sabia que estava perante uma diva.
Mas as divas também caem rapidamente e é o que vai acontecer
É uma pena pois aquela Senhora tem uma voz maravilhosa.

Não será tempo de dar uma pausa?
Fazia bem. A ela e ao mundo da musica que não tem que aturar aquelas parvoíces.

por fim, Lenny Kravitz foi o melhor da noite.
Tem bastante presença em palco, os seus concertos têm bastante luz e as musicas são muito boas
Foi mesmo a grande actuação da noite.
Eu que esperava de Amy um Super-Concerto

Dia 1 há mais

Margarida Balseiro Lopes disse...

Adoro Amy Winehouse. Desde a sua voz única à grande presença em palco, acho-a extraordinária.

Ontem quando vi a sua prestação, pela Sic Radical, suscitou-me um misto de frustração e pena. Pela degradação humana que aparentava, mas que para quem seguisse os tablóides ingleses das últimas semanas, seria mais do que óbvio.

Parece que foram Lenny, Ivete e até Paulo Gonzo a salvar o dia.

Bruno disse...

Oh Chico, então e o Paulo Gonzo? Isso é discriminação contra os côxos???

;)

Anónimo disse...

Oh Fred, no ano passado não trabalhaste no Rock in Rio, podias ter trabalhado há 2 ou 4 anos atrás.

Bruno, aquilo passa tão rápido! Como diz o Fred "ainda há umas opções baratas, como cartão da BP." Comprei o meu assim! Foi um fôlego entre o chegar, estar e vir embora. Quero mais!!!

Anónimo disse...

Bon Jovi foi excelente!!!

jfd disse...

O Rock in Rio é um festival que me diz muito. Por duas razões. Primeiro porque gosto de festa ;) Segundo porque marca a minha estreia a entrevistar DJ’s internacionais para o Dancetv @ sic radical. Foi na 1ª edição. Já lá vai um bom tempo. É um bonito hobbie que vou mantendo desde aí.
Este ano, o cartaz electrónico é como sempre excelente. E consegue agradar a gregos e troianos. E o mais interessante é que consegue agregar os gostos das mais variadas tribos ;)

O reboliço dos backstages é extraórdinario e contagiante. É onde passo a maior parte do tempo à espera para ver quando é que me calha a possibilidade de entrevistar uma das estrelas do mundo da musica electrónica.

É uma grande cidade como alguém dizia.

Dificil é marcar com alguém e cumprir! Não é Bruno? Foi impossível, mas ainda me cruzei com o Duarte!!!

jfd disse...

Aqui têm o comunicado da LIFT de hoje:

Nos três primeiros dias do Rock in Rio-Lisboa 2008 a Cidade do Rock recebeu 209 mil pessoas


Lisboa, 3 de Junho de 2008 - Nos primeiros três dias do Rock in Rio-Lisboa 2008 (30 e 31 de Maio e 1 de Junho), o Parque da Bela Vista, que se transformou na Cidade do Rock, recebeu um total de 209 mil visitantes.

No dia que marcou o início do evento – 30 de Maio – a Cidade do Rock esteve com a sua lotação máxima de 90 mil pessoas, tendo os bilhetes esgotado dois dias antes. As tão aguardadas actuações de Amy Winehouse e do veterano Lenny Kravitz, deram o mote para uma enchente neste dia de arranque, que contou também com a alegria eufórica e contagiante da brasileira Ivete Sangalo.

Também o cartaz do segundo dia do Rock in Rio-Lisboa, marcado pelo concerto memorável dos Bon Jovi – que regressaram a Portugal após um interregno de 13 anos –, arrastou até ao Parque da Bela Vista 74 mil pessoas.

O terceiro dia do evento, no Dia Mundial da Criança, contou com os grandes momentos musicais das 4Taste, Docemania, Just Girls, Xutos & Pontapés, Tokio Hotel, Joss Stone e o inigualável Rod Stewart, os quais actuaram perante uma plateia de 45 mil pessoas, das quais 8 mil eram crianças. No dia em que as crianças até aos 9 anos (inclusive) não pagavam entrada no recinto, o sistema de segurança foi reforçado, com vista a minimizar as situações de perda de crianças. No final do dia registaram-se duas ocorrências, rapidamente solucionadas devido ao eficaz sistema de identificação através de uma pulseira que era colocada às crianças com os contactos dos pais.

Transportes Públicos
A mobilização para que o público viesse de de transportes públicos parece ter tido efeito: dos 12 mil inquéritos efectuados pela equipa do Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações às pessoas na Cidade do Rock, cerca de 90% respondeu ter utilizado os transportes públicos, tendo inclusivamente feito prova de tal através da apresentação do respectivo título de transportes.

Ocorrências médicas
Durante os três dias do evento, o INEM registou 611 ocorrências médicas, um número próximo do registado na edição anterior, em 2006. No primeiro dia, verificaram-se 286 ocorrências, ao passo que no segundo registaram-se 183 e no terceiro 142, nenhuma delas com gravidade. As situações mais frequentes registadas pela equipa do INEM destacada para o evento foram de traumas menores (entorses, contusões, etc.), picadas de insectos e intoxicações alcoólicas – de salientar que não se verificou qualquer registo de intoxicação alimentar. Ao longo dos três dias do evento, houve necessidade de apenas uma evacuação do recinto, por motivos de doença pré-existente.

Ocorrências de Segurança
A nível de ocorrências de segurança, a equipa responsável registou um furto de telemóvel, uma tentativa de acesso ao evento com bilhete falsificado e três tentativas goradas de intrusão no recinto que foram rapidamente solucionadas.

O Rock in Rio-Lisboa 2008 continua agora para mais dois grandes dias – 5 e 6 de Junho – sendo de esperar que os bilhetes para dia 6 também se esgotem em breve.

Bruno disse...

jfd disse...

Dificil é marcar com alguém e cumprir! Não é Bruno?


No problem, Amigo! Pá próxima edição inda me vais entrevistar a mim, hehe!