terça-feira, junho 03, 2008

Esta sim...canta bem e é bonita


Qual Amy Whinehouse, qual quê.
Joss Stone é a nova diva da musica moderna.
Bonita, com presença no palco, atitude, uma voz magnifica e um estilo inconfundivel
No Rock In Rio distribuiu rosas pelo publico.....
Mas estamos perante a nova Rosa musical Mundial

21 comentários:

Carlos Carvalho disse...

Confirmo e subscrevo! :)

Tété disse...

Quando cheguei ao Parque da Bela Vista ela já encantava...gostei!!!

A última rosa foi para um segurança e com direito a beijinho

Filipe de Arede Nunes disse...

Vi na televisão o concerto!
Fiquei muito bem impressionado.
Vamos ver se não se perder.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Paulo Colaço disse...

Não conheço bem.
Do pouco que a Guida ontem me mostrou, parece ser uma grande profissional, o que é uma grande diferença para com a Amy.

No entanto, não troco o profissionalismo e a boa voz de Stone pela genialidade e singularidade de Winehouse.

Tânia Martins disse...

Vi ligeiramente a sua actuação do Rock in Rio na televesião e esteve muito bem!

Eu aprecio as músicas de Joss Stone já à algum tempo e admiro imenso a sua voz. Entre Amy e Joss escolheria sem dúvida Joss.

Margarida Balseiro Lopes disse...

Sou apreciadora da voz de Joss há há alguns anos. No que toca ao profissionalismo, ultrapassa Amy Winehouse, largamente.

Ainda assim, Amy "canta" por si. Quanto mais oiço as suas músicas, mas fã fico da sua extraordinária voz. Brutal!

Em termos de beleza, creio que Amy não fica assim tão atrás de Joss. ;)

Margarida Balseiro Lopes disse...

Errata:

2º parágrafo: mais

Nélson Faria disse...

Assim que vi o título do post pensei logo: é a Joss Stone!

Adoro-a desde que me enviaram um ficheiro com a sua participação num programa britânico quando tinha 14 anos (ela, não eu).

Eu troco-a por Amy Winehouse em qualquer altura do dia. É das últimas divas pop que realmente aprecio, faltando na minha colecção o último cd apenas.

Margarida Balseiro Lopes disse...

Pronto e depois deste último comentário, cabe-me dizer que o Né faz anos em Março. Quem quiser´já sabe: último cd da Joss Stone. ;)

Paulo Colaço disse...

Devias ter vergonha, Né.
Não bastava usares o psico para o teu projecto imperialista...

Francisco Castelo Branco disse...

e que tal uma voz de amy com a beleza de Joss?

Uma Amy Stone ou Joss Whinehouse?

Era interessante que Joss cantasse umas musiquinhas de amy

Quando a vi actuar no Rock In Rio fiquei apaixonado por ela!

é a mulher da minha vida

Tânia Martins disse...

Vejo aí uma paixão platónica eheh!

Prefiro Joss Stone como ela é!

Paulo Colaço disse...

Gosto do Psico. Acaloradas discussões políticas e profundas reflexões temáticas entremeadas com declarações de amor...

eheheh

Francisco Castelo Branco disse...

É mesmo uma paixão

É uma novidade no psico..

Penso eu...

uma declaração ao vivo heheh

António Pessoa disse...

Gosto mais de Joss Stone. Falou-se à tempos em ser uma seguidora da escola de Sinatra. É um grande talento,

Nélson Faria disse...

Mesmo a nível de voz, não sei onde Joss Stone fica atrás de Amy.

A voz de Amy é mais singular, mas ouçam um cd na íntegra e verão que o uso que ela faz é absolutamente fora de série.

Inês Rocheta Cassiano disse...

Não sendo propriamente fã deste estilo de música, não nego o evidente de talento de Joss Stone e Amy Winehouse.
Só vi os concertos de dia 30 e devo confessar que estava atordoada sem saber o que pensar do concerto de Amy: deu-me pena.
Agora a grande noite será amanhã, quando os grandes Metallica subirem ao palco.

E se vamos entrar em declarações amorosas a pessoas do mundo artistíco, eu tenho algumas...

Bruno disse...

Chico, se queres casar com a Joss fica sabendo que tens concorrência! Ainda no outro dia um amigo meu usava essa expressão: "eu casava-me com ela".

Seja lá qual dos dois for o mais casadoiro eu acho que pelo menos vão ficar bem servidos de uma moçoila para vos cantar canções de embalar ;)

Gosto muito da voz dela e cada vez sinto menos interesse pela voz da drogadita :(

Paulo Colaço disse...

Acho que a drogadita está vários "furos" acima da cara linda.
Infelizmente nem sempre está na sua máxima força, mercê de opções de vida ruinosas.

O tempo dirá quem ficará na História: a genialidade vertiginosa de uma ou a consistente mediania da outra.

Bruno disse...

Eh pá, obviamente que esta conversa já me trouxe à ideia trocadilhos de índole sexual, hehe!

Mas abstenho-me de os divulgar e digo apenas que "mediania" não é uma expressão que caiba na descrição de Joss Stone. Mas isto é a minha opinião.

E já se sabe que as opiniões... mau, outra vez?!?!?

;)

Paulo Colaço disse...

Agora que ja descansei tudo depois de uns dias muito movimentados e de mais uma directa num curto espaço de tempo, sou capaz de me dedicar aos posts actuais.devo

Dizer-te que, não tendo acompanhado as discussões "quentes", estou com algum receio me começar a ler tudo o que foi dito.