quarta-feira, junho 04, 2008

Dantas era um menino!

A primeira santanice da era MFL: a nova líder pediu a Santana que reveja a data de eleição da direcção da bancada. Este não a quer mudar. Feio! Incorrecto! Indefensável!
Apetece-me citar Almada Negreiros: ainda há quem não core quando diz admirá-lo!

77 comentários:

Guilherme Diaz-Bérrio disse...

Fazendo um pouco de advogado do diabo:
O debate quizenal com Socrates é dia 12 de Junho. Com que cara é que o Santana, que perdeu as eleições à uma semana, vai "enfrentar" o PM?

Paulo Colaço disse...

O Público cita Santana Lopes e eu vou tentar, serenamente, explicar por que acho indefensáveis os seus argumentos:

Citação 1: “[ser candidato derrotado] é uma grande diferença. Não faz sentido um líder parlamentar que não ganhou as eleições ir falar em nome do partido"
- Ele não tem de falar em nome do Partido. Ele tem vice-presidentes experientes e capacitados. Um deles está em estreita consonância com MFL.

Citação 2: [Não posso ser substituído por um vice porque] a responsabilidade política tem de ser muito clara”
- Com a bicefalia não estava ele preocupado. Não estava preocupado quando ele dizia uma coisa em S. Bento e Menezes chamava jornalistas para dizer o contrário.

Citação 3: “Não faz sentido estarem pessoas que não ganharam a eleição a representar o partido”
- Marques Guedes estava com Mendes e aguentou-se até que Menezes tivesse a sua equipa de CPN completa.

Citação 4: [formei governo numa semana], não se pode formar uma direcção do grupo parlamentar numa semana?”
- Ahhh, a pequena vingança? Ouça lá, as contas vá pedi-las a Barroso e a Sampaio!

Citação 5: “Não era bom para a Dra. Manuela Ferreira Leite, para o partido, para mim, para a direcção haver este equívoco”
- Eu deixaria que fosse MFL a decidir o que era melhor para ela, mas Santana é que sabe. A sorte é que será a direcção, em plenário, a decidir a nova data.

Citação 6: “convocar eleições para a direcção não significa nenhuma jogada, nenhuma partida, é um acto de coerência”
- Haveria sempre uma primeira vez para isso…

Paulo Colaço disse...

Caro Guilherme, é simples: se Santana diz que está erm "gestão" até à eleição da proxima direcção, ele que faça a gestão da sua própria direcção.

Tem lá deputados que fariam boa figura, que sempre deram a cara pelo partido e que se preparam muito bem.

Desde Patinha Antão (que agora se faz muito amigo de MFL) a Pedro Duarte, passando por José Eduardo Martins (apoiante de MFL e habituado à guerra com Sócrates desde os tempos dos braços de ferro no Ambiente).

Um homem tao experiente a única solução que encontra é não ser solidário com a nova presidente?

Feio!

Margarida Balseiro Lopes disse...

E com que cara ia Santana defrontar Sócrates em 2009 depois da pesada derrota nas legislativas 2005?

Guilherme Diaz-Bérrio disse...

Eu estou de acordo contigo e achava que ele ia esperar [num acto de bom tom e cordielidade para com a nova liderança] e deixar um vice capaz [que tem muitos] tomar a "liderança" para o debate quinzenal...

Estava apena a fazer de advogado do diabo ;)

Honestamente, cheira um pouco a jogada. Ao decidir agora o nome do lider da bancada limita alguns nomes possiveis para a CPN (por exemplo, e no outro post, voçês referiram: Marques Guedes teria perfil para os dois lugares).

Dá a sensação que está a tentar "delimitar o xadrez"...

Paulo Colaço disse...

Ahhhhh pois é!
Para umas coisas é muito homem, para outras escapa-lhe a garra!

Guilherme Diaz-Bérrio disse...

Errata: no exemplo do Marques Guedes - dois lugares, leia-se SG e Presidencia da bancada.

Diogo Agostinho disse...

Desculpa lá Colaço!

Mas corar porque?

Essas tuas citações são incriveis! Então o homem disse que se não vencesse ia embora. Qual a novidade? Então a Dra. Manuela Ferreira Leite quando se candidata não tem já uma equipa? Não se pensa antes? Mas qual santanice dele?

As tuas citações:

"Citação 1: “[ser candidato derrotado] é uma grande diferença. Não faz sentido um líder parlamentar que não ganhou as eleições ir falar em nome do partido"
- Ele não tem de falar em nome do Partido. Ele tem vice-presidentes experientes e capacitados. Um deles está em estreita consonância com MFL."

De facto tem um Vice que corou sim, quando questionado se iria assumir interinamente a liderança da Bancada.


Citação 2: [Não posso ser substituído por um vice porque] a responsabilidade política tem de ser muito clara”
- Com a bicefalia não estava ele preocupado. Não estava preocupado quando ele dizia uma coisa em S. Bento e Menezes chamava jornalistas para dizer o contrário.

Estamos a falar de alguém que está em consonância com a Direcção do partido...adversários logo afasta-se...

Citação 3: “Não faz sentido estarem pessoas que não ganharam a eleição a representar o partido”
- Marques Guedes estava com Mendes e aguentou-se até que Menezes tivesse a sua equipa de CPN completa.

Marques Guedes assegurou, mas nem Marques Guedes foi candidato, nem existiam debates quinzenais.

Citação 4: [formei governo numa semana], não se pode formar uma direcção do grupo parlamentar numa semana?”
- Ahhh, a pequena vingança? Ouça lá, as contas vá pedi-las a Barroso e a Sampaio!

Há um mês que estamos em campanha, se a Dra. Manuela Ferreira Leite estava convicta da vitória, sabia que ele não ficava no lugar certo?

Citação 5: “Não era bom para a Dra. Manuela Ferreira Leite, para o partido, para mim, para a direcção haver este equívoco”
- Eu deixaria que fosse MFL a decidir o que era melhor para ela, mas Santana é que sabe. A sorte é que será a direcção, em plenário, a decidir a nova data.

Quando alguém diz que no parlamento a voz do PSD não é ouvida, já não quer dizer que se sabe a opinião da Dra. Manuela Ferreira Leite?

Citação 6: “convocar eleições para a direcção não significa nenhuma jogada, nenhuma partida, é um acto de coerência”
- Haveria sempre uma primeira vez para isso…

Esta citação é incrivel! Acho que não é assim que se contrói a unidade do Partido.

O homem perdeu saíu. A pergunta do Guilherme está correcta. Acho que já chega de bater no ceguinho!

Ganhou a Dra. Manuela Ferreira Leite, então porque este escandalo do homem sair? Não foi a vontade do Partido que falou? temos que ficar parados até ao Congresso?

Diogo Agostinho disse...

Cara Margarida

"E com que cara ia Santana defrontar Sócrates em 2009 depois da pesada derrota nas legislativas 2005?"

Não percebi...

Margarida Balseiro Lopes disse...

Diogo,

É a sequência do primeiro comentário do Guilherme.

Não se trata de MFL saber que ia ganhar há um mês e de não ter pessoas para o lugar.

1º As eleições para o grupo parlamentar tem-se realizado antes do Congresso. Não vi Marques Guedes, na sequência da derrota de Mendes, "pegar" na pasta e abandonar irresponsavelmente o barco. O partido, na fase em que está, precisa de serenidade.

2º Trata-se de adiar as eleições por pouco mais de dez dias, Diogo! Deixar passar o Congresso, em que se elegerão os membros dos órgãos do partido. É peça chave na caminhada para 2009. Não será certamente bom para o partido, e tu, Diogo, que colocas sempre o partido acima dos seus líderes, devias compreender o quão nefasto será para o partido fazer a eleição do líder de bacada assim "às três pancadas".

Diogo Agostinho disse...

O que eu coloco em causa é estarmos a discutir o dia das eleiçoes, ou se Marques Guedes foi competente ou não...isto é entrar no jogo do superficial.

Marques Guedes era líder parlamentar e assegurou funções de gestão. Não teve debates. Santana Lopes assegura gestão e tem já um debate com Sócrates. Eu imagino se o homem dissesse que marcava só depois do Congresso...era porque ainda queria palco.

Acho que uma pessoa que perde as eleições, coloca o lugar à disposição e ponto final. Estamos a falar de um candidato à Presidência derrotado e que sai.

Agora dizer isto e aquilo do homem, começa a roçar o ataque pessoal.

E a tua argumentação é tão ainda de campanha, que a sério não compreendi.

O Guilherme pergunta e bem ser a cara depois de perder. A tua pergunta signficava que tinha ganho.Só isso.

Paulo Colaço disse...

Diogo, já te respondo mas deixa que use as tuas palavras:
"Acho que uma pessoa que perde as eleições, coloca o lugar à disposição e ponto final."

Pois bem, Santana colocou o lugar à disposição e foi-lhe pedido que se mantivesse por mais uns dias.

O significado de "colocar o lugar à disposição" é esse mesmo: coloca-se à disposição de alguém. Esse alguém é MFL, que fez um expresso pedido ao ainda líder da bancada.

Santana não se está a portar à altura.

jfd disse...

Estou com o Agostinho!

Não é Santana que está a fazer birra.
Santana já tinha as cartas na mesa. E convenhamos, não ia ganhar...

Estamos armados em HRC e não tinhamos já as coisas pensadas era?
:PPP

Mais uma vez, o PSD nas notícias pelas razões erradas.
Eu se fosse a senhora Presidente do partido, deixava de fazer braço de ferro com ex-Presidente, e arranjava um quick fix.
E pronto, acabava-se o ponto de discórdia. Mas não, quando os egos se sobrepõem ao senso comum :P
Deixem lá o Santana retomar a sua travessia no deserto!!!

PS - se não estou errado, é o segundo Presidente do partido da minha secção ;)

Tiago Mendonça disse...

O que me parece indefensável é a atitude de quem por sistema coloca este tipo de post's. Volto a dizer que não sou apologista de setas ao contrário, ou post's sobre homem-bomba, ou inquéritos em forma de post sobre quem o pior líder de sempre do PSD.

É complicado. Estou com o Diogo, se ele marcasse só para daqui a um mês, queria palco, era uma vergonha não deixar as pessoas da confiança de Ferreira Leite irem ao importante debate com sócrates. Se deixasse ir um seu vice-presidente, era cobarde, e virava a cara à luta, deixando ir um vice-presidente ao combate. Se convoca para dia 11, também é mau porque tinha que fazer depois do Congresso porque só depois dessa altura é que sua excelência tem a equipa definida, e por isso o líder da bancada parlamentar, eleito legitimamente( com 70% )que se aguente. Secalhar até vamos ver aí pessoas a defender que ele não se devia ter demitido.

É sempre o mesmo. Dividir para reinar. E só tem razão quem nós gostamos. É uma imagem de marca. A grande vantagem de MFL ter sido eleita é não termos que ouvir o Pacheco semanalmente a atacar o partido que lhe proporciona o nível de vida e a fama que tem.

Agora, do grupo MFL, a melhor é a própria MFL. O resto é tudo, eu diria perigoso para o partido.

Nenhum ódio pessoal, nem nenhum projecto de poder centralizado na destruição de uma só pessoa leva a lado nenhum. E alguns dos que por aqui navegam, sabem disso.

jfd disse...

A grande vantagem de MFL ter sido eleita é não termos que ouvir o Pacheco semanalmente a atacar o partido que lhe proporciona o nível de vida e a fama que tem(...)

Ora aqui está uma frase que me arrancou um sorriso...

Com as devidas ressalvas, é agora que vamos ver se perco a Fé no GRANDE JPP!!!

E até te corrijo... Esse vai ser um grande problema para o PSD. Quem vai ser o seu grilo falante?????

HUM?!?!?!!?

jfd, fã de jpp

Tiago Mendonça disse...

JFD,

A minha dúvida era se era do PSD ou do PS, que Pacheco Pereira era um grilo falante...

jfd disse...

Claro que do PSD.
Fácil é dizer que era do PS ;)
E do Marcelo? Ninguém fala? :)

Tiago Mendonça disse...

Acho muito diferente o estilo e os propósitos. Mesmo!

Mas respeito a tua opinião JFD!

Enalteço a liberdade e desprendimento, de agora e de sempre.

Filipe de Arede Nunes disse...

Estava a ler o debate de ideias e li o último comentário do Diogo.
Pensei dizer exactamente o que disse o Colaço, pelo que acrescento apenas que colocar o lugar à disposição significa, no meu entender, ficar a aguardar que alguém aceite a demissão.
Acho honestamente que esta é uma daquelas questões de lana caprina, mas talvez seja eu que não estou a ver bem a questão...
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Guilherme Diaz-Bérrio disse...

Bem, a verdade é que não é MFL que tem que "deixar de dar o braço a torcer".

OK, pode-se argumentar que ele pode ter um "legitimo medo" de efrentar Socrates, mas como já se disse ele tem vices.

O argumento do "se ele ficasse diziam que queria visibilidade" não cola. Ainda ontem estava a conversar isto com outros militantes: o que se estava à espera era que ele esperasse pelo Congresso, fizesse a gestão da transição e colocasse um vice no dia do debate. Convenhamos que não custava muito...

Quanto à travessia do deserto JFD, explica-me lá como é que tu voltas a fazer uma coisa que não chegaste a começar? ;)

Quanto ao post e à sua defensabilidade: quando nos filiamos no partido, admitimos perder alguma "liberdade de expressão" de forma voluntária mas não entregamos o cerebro na sede... unidade sim, unanimidade acéfala dispenso!

Margarida Balseiro Lopes disse...

" Quanto ao post e à sua defensabilidade: quando nos filiamos no partido, admitimos perder alguma "liberdade de expressão" de forma voluntária mas não entregamos o cerebro na sede... unidade sim, unanimidade acéfala dispenso! "

Brilhante!

Tiago Mendonça disse...

Concordo com o que dizes Guilherme, mas a distância entre estarmos calados, ou deixarmos aqui e ali uma crítica no ponto de vista político, isto é, o líder do PSD diz que se devem baixar impostos, eu acho que não, é admissivel.

Post's a afirmarem que temos o pior lider do mundo já acho que é demais. A fronteira entre o militante e o simpatizante tem que ser bem definida. Concordo com a ideia da cartilha dos deveres do militante ser enviada a todos. Uma boa ideia para MFL por em prática e nem era preciso a carta registada...ela entregaria em mão.

P.S - Vi o teu blogue. Parabéns. Está muito bom.

jfd disse...

Obrigado Tiago.

Filipe, um ex-Presidente e ex-Primeiro Ministro, não teria de esperar que aceitassem, penso eu. Deveria ser logo aceite. Nem o ex-Presidente vivo dos EUA menos respeitado é tão maltratado! (Carter).

Guilherme, bom ponto de vista o do deserto ;)

Olha o que me deu hoje, defender o Santana...
Inovação & Empreendedorismo a quanto obrigas!!! (tou a stressar à espera daquele que poderá ser o meu último exame da lic.)

jfd disse...

" Quanto ao post e à sua defensabilidade: quando nos filiamos no partido, admitimos perder alguma "liberdade de expressão" de forma voluntária mas não entregamos o cerebro na sede... unidade sim, unanimidade acéfala dispenso! "

Brilhante!


Pronto já começam os adjectivo de concórdia ;)
Havia alguém de contrapor isto brilhantemente, para eu ver se lhe reconhecerias o brilhantismo ;)
PS - Não serei eu; de brilhante não tenho nada!

Tiago Mendonça disse...

Passo...

Diogo Agostinho disse...

" Quanto ao post e à sua defensabilidade: quando nos filiamos no partido, admitimos perder alguma "liberdade de expressão" de forma voluntária mas não entregamos o cerebro na sede... unidade sim, unanimidade acéfala dispenso! "

Brilhante!"


De facto, também não serei eu.

Caro Guilherme,
Não compreendo então, não queres unanimidade acéfala, correcto, mas a discussão do dia exacto que o homem tem que sair já é obrigatório unanimidade acéfala??

Tiago Mendonça disse...

No Parlamento Britânico, sairia da minha boca um valente : YEAH!

Guilherme Diaz-Bérrio disse...

Não, mas é necessário que a pessoa visada tenha "sentido de Estado", dado que MFL - a presidente eleita por muito que custe a alguns - pediu para esperar pelo fim do congresso, e dado que o lugar dele está, pelas palavras dele, à disposição da nova liderança...

Diogo Agostinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diogo Agostinho disse...

Utilizando um argumento do Jfd, se me permites, já que utilizas o do Filipe;)

Sentido de Estado implica não deixar muito tempo à espera um Ex-Presidente do Partido e Ex-Primeiro-Ministro.

Neste vida eu tenho uma certeza: um dia a Dra. Manuela Ferreira Leite será Ex também.

Contínuo incrédulo como as notícias do Partido se restringem à data de eleição do novo líder parlamentar. Sim, porque sair a notícia de que a Dra. Manuela Ferreira Leite adia ida a Londres por causa da questão da liderança parlamentar, vem de algum lado...

Eu preferia atacar o PS e criar a divisão lá...quando Alegre vai a um comício festa com o Bloco de Esquerda, e não cá, após um processo eleitoral, respeitado por todos, em que um simples facto de um candidato derrotado, volto a frisar, sair do lugar que ocupava, seja notícia de destaque...

Margarida Balseiro Lopes disse...

Uma pequena provocação, Diogo ;)

http://osanchopensa.blogs.sapo.pt/

Filipe de Arede Nunes disse...

Acho que este assunto não justifica tanta discussão.
Acredito que no interesse no partido, Santana Lopes e Ferreira Leite deveriam ter discutido este assunto privadamente e não na comunicação social.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Diogo Agostinho disse...

Finalmente concordo com uma opinião do Filipe!

Filipe de Arede Nunes disse...

É pá oh Diogo!
Vê lá isso que é capaz de te dar um colapso...
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Paulo Colaço disse...

Ena, não se pode estar atarefado que chovem comentários.
Vou ler tudo.
Já volto, talvez por fases.

Inês Rocheta Cassiano disse...

Pedro Santana Lopes tem demonstrado mau perder. O seu discurso no dia das eleições foi tudo menos de união e cooperação, assemelhando-se um pouco a uma clara ruptura. Não era isto que esperava.

Vários rumores que circulam:
- Santana será o Manuel Monteiro do PSD e funda um novo partido
- Santana vai como independente nas legislativas de 2009. Já se percebeu que dentro da estrutura tem um peso bastante significativo. Mas será que os portugueses pensam o mesmo?

Margarida Balseiro Lopes disse...

Julgo que como indepedente ninguém queria, nem a Constituição o permitia... ;)

Inês Rocheta Cassiano disse...

Quais serão então as intenções de Santana? Afirmou que o seu projecto para Portugal não acabava ali. Que terá ele em mente?

Nélson Faria disse...

Já muito se disse.

MFL pediu a PSL servir o Partido e ele virou a cara.

Isto não seria notícia se PSL acedesse ao pedido da companheira presidente.

É uma pena e prova que eu estava errado: afinal PSL não se habituou às novas responsabilidades.

Colaço: óptimo post! Quem não gosta, a porta é cortesia da casa.

Paulo Colaço disse...

Bom, o Filipe e o Guilherme já disseram quase tudo o que eu iria dizer, por isso sobra pouco. Ainda assim, cá vai:

Jorge, quando tu defendes alguém, é quase certo que a pessoa não tem razão.
És o padroeiro dos atacados. Conseguirias ver virtudes em Estaline se o visses ser sovado na rua.
É por isso que gostamos de ti. Não me espanta veres razão em Santana, apesar de ele estar com uma postura diametralmente oposta à de Pedro Passos, que jamais faria uma coisa desta a um líder recém-eleito.

Diogo, a tua concordância em dois pontos faz com que as nossas opiniões sejam exactamente as mesmas. Se o protagonista não fosse Santana não estaríamos a discutir.

Primeiro: o lugar à disposição. Funciona como o Filipe explicou. Se achas que se deve colocar o “lugar à disposição” então devemos ser coerentes com aquilo que o chavão significa. Significa aguardar com desportivismo a resposta da pessoa a quem se coloca o lugar à disposição.

Segundo: Se concordas que PSL e MFL deviam ter discutido isto primeiro, então concordas que o presidente do Partido merecia do líder de bancada uma outra deferência - que não houve.
Santana devia ter sido menos precipitado, menos centrado em si.

Agora, e mais uma vez, estamos num impasse desnecessário devido a esta tipo de criancices.

Finalmente, dizes que se MFL sabia que ia ganhar, já devia ter uma lista feita. Diogo, diz-me o nome do líder recém-eleito que fez a sua Direcção Parlamentar antes de sair do Congresso?
Dizes que Santana está numa posição diferente dos anteriores líderes de bancada que puserem o lugar à disposição. Não acho que esteja, mas ainda que estivesse, onde está o mal de ser substituído por um vice? Conheço alguns que se pelavam por fazer o papel!

Nota final: nunca receberei lições de união de PSL. Eu lembro-me da vida negra que fez a Durão antes das autárquicas do pântano. E mais: união não é perder a liberdade de expressão. Isto não é o PCP!

Nélson Faria disse...

Isto é uma tempestade num copo de água, também vos digo.

Será o grupo parlamentar amanhã que irá decidir. esperemos por essa decisão.

Quanto à vida negra: podes acrescentar Mota Pinto, final de Cavaco, Barroso mesmo enquanto PM (lembram-se quando DB pediu para não se falar de presidenciais e PSL não falava de outra coisa) e MM.

PSL sempre usou da sua liberdade. Ainda bem. É uma das razões porque gosto dele.

Paulo Colaço disse...

Né, lembras-te da saíde de Mendes?
Abandonou o parlamento e o Conselho de Estado.
Não estardalhou. Não empecilhou a vida a ninguém.

Exemplos...

xana disse...

Bem, correndo o risco de não vir atirar mais uma frase polémica para a dicussaõ, digo que percebo o PSL. Deviamos pensar melhor em que situação este se econtra.

Concordar, concordar, isso não concordo. Mas não o atacaria assim tanto, porque vejo os dois lados da coisa.

Penso MFL depois de dizer que se estivesse o nome de PSL no boletim de voto não poria lá uma cruz, não estaria à espera de muito pois não?
Isso também foi, e citando o post, feio, incorrecto e indefensável... penso eu.

O grupo parlamentar é que decide... ele que decida.

Tiago Mendonça disse...

Inês,

Particularmente grave, se circula um rumor que Santana se pretende candidatar como independente às legislativas. Para além de enorme mentira, demonstra que as pessoas não estão atentas ao nosso sistema de governo e às imposições constitucionais que impedem essa pseudo-candidatura. Terá mesmo sido rumor, Inês? Sobre um novo partido, Santana Lopes nunca seria o Manuel Monteiro do CDS, pois Santana Lopes, em legislativas teria sempre 7 ou 8%, no mínimo. Seria gravíssimo para o PSD se isso vier a acontecer. Teria o mesmo efeito que o PRD teve no PS, aquando a vitória de Cavaco.

Sobre as restantes pessoas que escreveram, dizer que Santana virou a cara a MFL, sem previamente afirmar que MFL virou a cara a Santana, é rídiculo.

A porta não será grande cortesia...talvez seja serventia da casa ;)

Inês Rocheta Cassiano disse...

Tiago,

quanto aos rumores, não reflectem uma opinião pessoal, apenas comentários que tenho ouvido.
Quanto a Santana Lopes, com todo o respeito pelo mérito que possa ter, acho que o PSD não se pode dar ao luxo de cometer o mesmo equívoco duas vezes. É que à primeira qualquer um cai, à segunda só cai quem quer.

Tiago Mendonça disse...

Referes-te a que equivoco? Não percebi.

Inês Rocheta Cassiano disse...

À oportunidade que ele teve enquanto Chefe de Governo e líder do PSD. Na minha opinião e em ambas as situações, salvaguardadas as "cascas de banana" que lhe atiraram, PSL mostrou um desempenho muito aquém do padrão exigível para tais posições.

Tiago Mendonça disse...

Inês,

Duas perguntas, para ti, muito objectivas:

Qual a percentagem que atribuis a essas " cascas de banana " ao alegado mau desempenho governativo do Dr.Santana Lopes?

Podes me dar um ou dois exemplos, onde Santana Lopes tenha exercido mal a posição de líder do PSD?

EM disse...

Continua a ser um menino. Isto é mais uma infantilidade dele. Passo. Tenho mais que fazer.

Margarida Balseiro Lopes disse...

Pois, lá está a diferença entre MFL e PSL:

MFL "virou a cara a Santana", mas não virou ao partido. O PSD esteve para ela acima do seu líder.

Santana, se mantiver esta posição, vira a cara, não só a MFL mas também ao PPD-PSD. Adiar as eleições para depois do congresso é um imperativo para a estabilidade e serenidade que o PSD tanto precisa.

Tenho por aqui lido que não se compreende que um candidato vencido à liderança do PSD tenha o debate com o Eng. Sócrates. Certo, e um dos seus "vices"? Imaginam o debate, no dia 12, com a bacada do PSD eleita no dia anterior?...

Inês Rocheta Cassiano disse...

Tiago,
tenho Pedro Santana Lopes na conta de uma pessoa instável e até algo imaturo. Como tal, essa inconstância reflectiu-se necessariamente na sua passagem por líder do PSD.
Quanto à parte governativa, sempre ouvi esta expressão: diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és. Apesar das companhias e de muitos puxões de tapetes, numa apreciação geral da sua performance, as asneiras ultrapassam as proezas.

Opiniões são opiniões. Vive com a tua que eu vivo com a minha.

Margarida Balseiro Lopes disse...

Imaginam o debate, no dia 12, com a bacada do PSD eleita no dia anterior?...

Entenda-se (liderança) da bancada...

Paulo Colaço disse...

Já que estamos em erratas, eis a minha. Há pouco, onde escrevi "saíde", queria ter escrito "saída".

Tiago Mendonça disse...

Inês, não me respondeste. Erros de Santana, identificados e identificáveis, enquanto PRESIDENTE do PSD. Quanto ao Governo, fiz a pergunta : Qual a percentagem que atribuis a Santana Lopes e qual a que atribuis às cascas de banana?

E calma...não é preciso respostas agressivas como a anterior. Como cantarolavam há uns meses, todos sempre unidos.

jfd disse...

Colaço: óptimo post! Quem não gosta, a porta é cortesia da casa.

Muito feio...
O post é bom sim senhor. E eu convido todos, a continuar a falar o que quiserem sobre o assunto!

Jorge, quando tu defendes alguém, é quase certo que a pessoa não tem razão.

Começo a ficar preocupado com esta minha tendência evidente, mas não propositada!

Não me espanta veres razão em Santana, apesar de ele estar com uma postura diametralmente oposta à de Pedro Passos(...)

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!

Uma nota de regozijo (Diogo dixit:

Finalmente concordo com uma opinião do Filipe!


A Margarida para variar, chutou para canto...

Resumindo, quem disse que o assunto deveria ter sido discutido em privado, disse-o muito bem dito!

antónio pessoa disse...

Não é preciso gritar, Mendonça!
Ora bem, palermices do senhor Lopes enquanto presidente do psd? o convite ao PPM e MPT para irem connosco nas listas.
Duma assentada o PSD ficou sem quantro deputados e deu-os a partidos que nunca teriam hipoteses de os ganhar. Nem juntos.
Mais? A desastrosa campanha, em que aproveitaram a vida pessoal do outro candidato para lhe atirar lama.
Os portugueses nao gostaram.
A lista de deputados foi feita sem cuidado. Até convidaram um amigo de Pinto da Costa, que foi depois desconvidado. Pôncio Monteiro. Eu lembro-me do que ele disse de Santana.
E o discurso da cadeirinha do bebé? As patetices que PSL diz só lhe dizem respeito a ele, mas o discurso foi feito numa cerimónia oficial de bombeiros.

Quantas asneiras tinha pedido?

A Inês fez 18 anos, não foi? Para 18 anos respondeu-lhe com mais correcção.

Paulo Colaço, não concordo quando diz que a situação de PSL é normal. Como perdeu uma eleição, está fragilizado. Mas concordo consigo quando diz que, se está fragilizado, pode passar a batata quente a outro. Todos iriam compreender.

Nelson Faria, o provérbio é "porta da rua, serventia da casa". Uns não sabem proverbios, outros não se sabem comportar na casa dos outros.

Margarida Balseiro Lopes disse...

"A Margarida para variar, chutou para canto..."

Esta escapou-me...

Tiago Mendonça disse...

António, poderia lhe responder, mas não vou entrar nisso. Estava a ser uma discussão civilizada com a Inês. Ela remeteu-se ao silêncio, está no direito dela. Mas as perguntas eram para ela e a discussão era com ela.

De qualquer forma acho que a Inês, independentemente da idade, que não a valoriza ou desvaloriza, é uma pessoa respeitosa, respeitável, respeitadora e respeitada. Ao contrário de outros.

JFD, se não me sentisse que as portas desta casa estavam abertas, não vinha cá. Agora sei que uns as querem fechar. Mas enquanto existirem outros que as querem abrir, vou sempre dar mais primazia aos democratas e aos que tem como principio norteador a Liberdade. Obrigado, por me abrires as portas!

Nélson Faria disse...

De facto enganei-me, peço desculpa.

Jorge, pensava que tinhas percebido: gostas que alguém te diga sobre que escrever, como escrever e a quem te diriges?

Eu não gosto que me coloquem espartilhos. Aliás, o Salgado já colocou um post sobre isso.

Nélson Faria disse...

Agora sobre a discussão: Santana Lopes precisa de atenção.

É uma criança grande.

Acreditei mesmo que este processo lhe tinha feito bem. Não fez diferença.

Se estivesse no lugar dele eu honraria o meu compromisso e cumpriria o mandato até ao fim. Estóicamente.

E se Sócrates me atacasse por isso eu responderia:

Ao contrário do senhor PM, eu honro os meus compromissos e a minha palavra. O que é mais do que os portugueses podem dizer de si

PSL preferiu o mais cómodo: sair e deixar o prédio em chamas.

Nélson Faria disse...

[Quando digo até ao fim, naturalmente refiro-me até ao PSD deixar de necessitar dos meus préstimos]

PVF disse...

Puxa, este blog deve ser o que mais discussão e debate consegue em pouco tempo sobre um Post. Depois de ler 61 comentários vou dar uma achega:

1- PSL esteve mal em avançar publicamente com o bater da porta.
2- PSL tem o direito e o PSD tem o dever te evitar que um ex- líder, ex-PM e candidato derrotado numas intensas eleições directas seja exposto ao ridículo num debate com um Sócrates que não perderá a oportunidade de lhe relembrar : " Então era eu que estava de saída e o senhor estava a chegar, Dr. Lopes?"
3- PSL não tem razão ao considerar que um dos seus Vice não tem condições para coordenar a estratégia do PSD nos debates.
4- Inexplicável o facto de MFL e o seu inner circle, não tenha previsto esta situação e ter preparada uma solução transitória. Que não seja um mau indicador.

Mas o que me deixou mesmo apreensivo, mas que de certo modo foi um dos principais fundamentos de não apoiar MFL, foi esta frase: "Sempre foi assim, não há razões para ser de outra forma." Esta incapacidade de inovar. Um imobilismo perante uma situação “anormal”, um golpe de asa perante uma situação que surge fora da norma.

Aliás já estamos a sentir as dificuldades para o partido hoje com a Moção de censura ao Governo apresentada pelo CDS/PP. PSL questionado sobre ao sentido de voto do PSD: “Drª Manuela Ferreira Leite”.

Mas consideremos isto, os passos trôpegos que nos permitirão começar a correr para atingir a meta.

Abraço

Paulo Colaço disse...

Caro Paulo, concordo com quase tudo.
Deixe que lhe replique com o seguinte: inova-se no que é de inovar, segue-se o rito quando este faz sentido.

Por muito que já haja um nome pensado para suceder a Santana, há uma razão para este não ser ainda apresentado.
A primeira grande apresentação da equipa é o Congresso.
É no Congresso que as grandes ideias de futuro serão debatidas em conjunto e é também no Congresso que a líder saberá com que outras figuras (que não estiveram com ela) podem integrar a equipa.

É que apoiantes de PSL e de PPC serão obviamente incluídos no trabalho futuro, mas isso passa por um Congresso pacificador.

Se MFL fosse fazer equipa só com os seus, o caso arrumava-se num instante.

Há ritos e formas de agir em que continuo a ver razoabilidade.

jfd disse...

Jorge, pensava que tinhas percebido: gostas que alguém te diga sobre que escrever, como escrever e a quem te diriges?

Né, quantas vezes não sou eu a pessoa que reclama dos posts!

"A Margarida para variar, chutou para canto..."

Esta escapou-me...


Já não posso embirrar é?!?!!? ;))

Margarida Balseiro Lopes disse...

Esta escapou-me...

Já não posso embirrar é?!?!!? ;))


;)

Margarida Balseiro Lopes disse...

"Os deputados do PSD decidiram hoje adiar para depois do Congresso de 20, 21 e 22 de Junho a eleição da nova direcção parlamentar, como pretendia a presidente do partido, Manuela Ferreira Leite." in Público

;)

Tiago Mendonça disse...

E pronto, assim como o Natal é quando o homem quiser, as eleições são quando a presidente do partido quer.

Inês, ainda sem resposta. De ti não esperava isso. Continuo a considerar que as directivas oficiais não te condicionam. Talvez tenha sido por falta de tempo que ainda não respondeste, por via dos exames nacionais, que nestes dias vão começar e para os quais desejo a melhor das sortes. Quem vê a escola como um espaço de estudo, merece a sua recompensa.

Nélson Faria disse...

E ouvi dizer que a reunião do Grupo Parlamentar também foi muito gira.

Lembrem-me para contar na refeição plenária, porque há coisas que não se escrevem ;)

O bom senso imperou e o PSD volta a sair bem da foto. Quase que conseguiam borrar a pintura mas de facto, com esta liderança, a música é outra :)

Nélson Faria disse...

Jorge,

eu como democrata gosto é que as pessoas falem livremente.

Quem não gosta que vá pregar para outra freguesia. Não obrigo ninguém a nada.

Livre escolha! Mas assumir as escolhas e estar à altura das responsabilidades lol

Paulo Colaço disse...

"Manuela Ferreira Leite renunciou ao lugar no Conselho de Estado para o qual tinha sido convidada por Cavaco Silva"

Exemplos e posturas!

Tiago Mendonça disse...

Foi de facto uma postura digna. Fez lembrar Santana Lopes, ao colocar o lugar à disposição, de líder do grupo parlamentar.

Paulo Colaço disse...

Caro Né, a deliberação do Grupo Parlamentar foi interessante, atendendo que não foi escolhido pela nova lider e muitos achavam que este lhe seria hostil.

O bom-senso imperou e ainda bem: quando se quer pacificar não se poder ser princesa o tempo todo.

Em comentário anterior, lembrei-te a saída correcta de Mendes, que não se limitou a fazer aquilo que se espera dele: o silêncio após a derrota. Foi mais longe. Saiu do Parlamento e do Conselho de Estado, embora, creio, saindo do Parlamento a sua presença no CE seria menos aceitável.

Ferreira Leite também saiu do CE. Trata-se de uma decisão menos esperada porque ela foi uma escolha pessoal do PR.
E mesmo porque o palco e poleiro dão jeito a quem não é deputado.

São pessoas que não se limitaram a fazer o que é da praxe ou aquilo que deles se espera. Como Nogueira. Assim que abandonou a liderança do PSD, não voltou a ser visto.

Não quero com isto dizer que quem perde morre. Há é periodos de luto: isto se queremos ser coerentes com o isolamento e apagamento que pedimos aos outros quando os vencemos.

Mais uma vez digo: nunca achei que "militar" fosse incompativel com "discordar publicamente" mas sou adepto da coerência.

jfd disse...

Pegando no que dizes Colaço, eu sempre pensei que Santana deveria fazer uma número à lá Guterres... Mas ele não me liga...

Qualquer dia o Guterres volta e é o salvador da Pátria. Vão ver!

Bruno disse...

Bom, depois de 73 "bitaites" pouco há a acrescentar... Mais uma vez o meu timing não anda condizente com a velocidade do Psico :( Mas deixem-me escrever, ao menos para a posteridade:

- O Colaço é assim a escrever: cortante, assertivo, violento quando se chateia!

- Santana é assim a agir: arrojado, impulsivo, atabalhuado quando pressionado!

- Manuela Ferreira Leite é assim a fazer política: directa, implacável, sem falinhas mansas!

- O PSD e o Psico são assim a discutir: apaixonados, cheios de argumentos, transparentes, mais do que outros partidos onde a paz é sempre podre!

- O Bruno Ribeiro é assim: gosta do Santana, votou na Manela, procura manter a coerência e vê que não havia necessidade de tanta confusão...

Era só o líder da bancada saber ao que ia quando se candidatou às directas e perceber qual o camiho em caso de derrota: passa a pasta ao nº 2, sai de cena sem criar dificuldades e respeita a vontade democrática dos seus companheiros.

Paulo Colaço disse...

ehehehe!
Uma nota apenas: eu não preciso de me chatear para ser violento.
;)
Por vezes sou-o com a maior serenidade :)

Bruno disse...

Quase sempre, quase sempre ;)

Paulo Colaço disse...

ehehe