sexta-feira, agosto 29, 2008

Para o fim de semana XV - Quem é Sarah Palin?

McCain escolheu a Governadora do Alaska Sarah Palin como candidata a Vice-Presidente. Uma completa desconhecida para a Europa, e supostamente fora da "shortest short list", vem abalar a campanha norte-americana.

Sarah Balin tem duas características que todos apontavam que um VP de McCain necessitava de ter: ser jovem (44 anos) e um governador. O que não se esperava é que McCain lança-se a carta género para a mesa.

Os republicanos têm um "GI Joe" e uma "Soccer Mom" na corrida. Haverá algo mais americano que isso?

72 comentários:

Nélson Faria disse...

Disse desde o início que a luta republicana pela nomeação, não sendo tão atraente porque este é um ano democrata*, era mais interessante. Com um partido em crise e órfão, via-se nos debates que se disputava a alma do partido, aquilo que o partido seria no futuro.

McCain dá um sinal de renovação ao partido com a escolha da governadora do alaska: alguém não comprometido com os últimos anos, com boa imagem dentro e fora do partido, um daqueles nomes de que se falava para 2012 ou 2016.

Handicap: a experiência. É governadora de um estado apenas desde 2006.

Mais valia: ser mulher. E isto vai para além do óbvio piscar de olho às feministas desiludidas com Hillary não estar no ticket. Vai até aos debates: não se bate em mulheres :)

Não se faz ataques baixos, não se manda boquinhas parvas, eleva-se o debate. Ao fazer-se, será um tiro no pé!

P.S. Óbviamente que não me esqueço que Hillary é mulher e sempre foi vítima de grandes campanhas de maledicência. Mas isso foi fomentado por uma boa parte da população não gostar dela, de a considerar interesseira ou por pura e simplesmente ela parecer distante e pouco calorosa.

*um ano democrata ou republicano é uma expressão dos pundits dos states para quando há uma tendência óbvia para uma vitória de determinado partido: 8 anos de governação republicana, desgaste da guerra e desgaste económico fazem deste um ano em que a vitória democrata seja o mais provável.

xana disse...

Né já começas a antecipar o discurso? lol

Não esperava esta. Mas prova que existe algum desespero do lado republicano. Diria que é um truque baixo mas para mim vem confirmar uma desconfiança: as recentes sondagens que aproximavam Obama e McCain eram bullshit!

Nélson Faria disse...

xana,

presumo que estejas a falar da nota de rodapé. Já o tinha escrito várias vezes, ainda que não recentemente.

E qualquer pessoa que tenha ido à psico-tertúlia sobre presidenciais norte-americanas em fevereiro teria ouvido dizer-me exactamente isto.

Não concordo com nenhuma das tuas conclusões. Até porque a sondagem GALLUP em plena convenção democrata só deu 6 pontos de avanço a Obama.

As sondagens valem o que valem, mas dão um sinal de que há uma corrida a ser disputada. E a escolha de Sarah Palin é a melhor demonstração.

Desespero mostraria se McCain fosse buscar Lieberman ou um outro peso pesado republicano, tentando impôr um 2 pelo preço de um.

Nélson Faria disse...

P.S. Recordo ainda que na altura da psico-tertúlia não havia nem candidato republicano nem democrata, permanecendo as nomeações um dado em aberto.

jfd disse...

Cheguei agora a casa. Ouvi agora na TSF. Fiquei espantado. O Né já fez o serviço público de ter aqui a info ;) Obrigado!

Análise a quente ->>

McCain vota pela seguro.
Embora escolha a juventude e o género;

Escolhe uma anti aborto ferrenha, quase da idade da pedra. Que só lhe falta dizer que há vida no esperma.

Escolhe uma mulher e pisca os dois olhos às Mulheres Democratas por McCain!

Genial!
Mesmo jogando pelo seguro, consegue voltar à sua imagem de marca de 2000, um Maverick!

Fiquei contente, isto vai ser renhido!!!!!
(leia-se divertido ;)))

xana disse...

Né: easy boy...

lol

Acho que foi um truque da campanha republicana. Há truques que resultam. Veremos!

Quanto às sondagens, eu sou daquelas que torcem sempre o nariz, mas esta então não me convenceu mesmo.

Concordo que este addo novo irá elevar os debates entre os candidatos a vice. Isso é muito bom.

Nota para o fantástico discurso de Obama! O homem tem balls! Foi directo, incisivo. Aquela alegria dele faz de facto acreditar.

Até Novembro muito se irá passar

Nélson Faria disse...

xana,

já sabes como é: gosto logo de clarificar as situações para que não cheguem a ser "verdades".

Quanto à "sondagem": foram 6 sondagens, de diferentes fontes, que mostram uma tendência.

Não é para sempre, não diz quem ganha nem são estáticas. Mas são dados reais que evidenciaram uma tendência em Agosto.

Outra tendência que me surpreendeu em Agosto foi a adesão dos republicanos ao seu candidato: 86% contra 74% nos democratas. Com esta é que eu não contava.

Depois da convenção republicana começa a corrida.

Quanto ao discurso: todos os discursos de Obama são bons. Este não fica para a história, não chegou a ser notável. E só durou meio ciclo noticioso. Os republicanos, para já, ganharam a aposta na gestão do ciclo com o anúncio da VP.

Nélson Faria disse...

This was a bold move in this historic election, and a play for those Clinton supporters. Palin is a social conservative, and her views on abortion won't play well with most Democratic women. But this election has been a case study in identity politics. We'll see if she peels away some women.
(...)

On the issues, she is anti-abortion rights and is a hunter and fisher. In fact, she's a card-carrying lifetime member of the National Rifle Association.

The 44-year-old, Idaho-born Palin is Alaska's first woman governor and the state's youngest governor as well. Palin, a graduate of the University of Idaho (majored in political science and journalism), was elected mayor of the town of Wasilla when she was 32. After she lost a bid to be lieutenant governor in 2002 -- by less than 2,000 votes, raising her statewide profile -- she went into the private sector, becoming chairwoman of the Alaska Oil and Gas Conservation Commission.

Before getting into politics, she helped run her husband's family commercial fishing business, according to the Almanac of American Politics. She also did work as a TV sports reporter.

She was described by the Anchorage Press as "a small-town, angel-faced mother of four, an avid hunter and a fisher with a killer smile who wears designer glasses and heels, and hair like modern sculpture, who's taking it to the boys ever so softly."

On the personal side, she played high school basketball and her team won the state championship in 1982. She was nicknamed "Sarah Barracuda." According to the Almanac, she was Miss Wasilla in 1984 and competed in the Miss Alaska contest. She eloped with her high school boyfriend.


http://firstread.msnbc.msn.com/archive/2008/08/29/1304605.aspx

Nélson Faria disse...

(...)

But Palin’s seemingly bright future was clouded in late July when the state Legislature voted to hire an independent investigator to find out whether she tried to have a state official fire her ex-brother-in-law from his job as a state trooper.

The allegation was made by former Department of Public Safety Commissioner Walt Monegan, whom Palin fired in mid-July.

“It is a governor’s prerogative, a right, to fill that Cabinet with members whom she or he believes will do best for the people whom we are serving,” Palin told CNBC’s Larry Kudlow in an interview on Aug. 1. “So I look forward to any kind of investigation or questions being asked because I’ve got nothing to hide.”


http://www.msnbc.msn.com/id/25970882/

Nélson Faria disse...

Há loucos para tudo!

President Obama? Many White Supremacists are Celebrating

With the nomination of Barack Obama as the Democratic presidential candidate clinched, large sections of the white supremacist movement are adopting a surprising attitude: Electing America’s first black president would be a very good thing.

It’s not that the assortment of neo-Nazis, Klansmen, anti-Semites and others who make up this country’s radical right have suddenly discovered that a man should be judged based on the content of his character, not his skin. On the contrary. A growing number of white supremacists, and even some of those who pass for intellectual leaders of their movement, think that a black man in the Oval Office would shock white America, possibly drive millions to their cause, and perhaps even set off a race war that, they hope, would ultimately end in Aryan victory.


https://www.blogger.com/comment.g?blogID=34505251&postID=8709597483864919520

jfd disse...

Quem é Lieberman ?

Nélson Faria disse...

Joe Lieberman é agora um senador independente e foi candidato a VP em 2000 com Al Gore. Tentou também ser o nomeado pelos democratas em 2004 mas perdeu para Kerry.

É um grande amigo de McCain e já fizeram campanha juntos várias vezes.

Os republicanos nem podiam com a ideia de ser esta a sua escolha... mas estava na "shortest short list".

http://en.wikipedia.org/wiki/Joe_Lieberman

Luis Melo disse...

Concordo convosco, esta escolha baseou-se essencialmente:

- Ser mulher, para "recolher" as votantes em Hillary.

- Ser jovem, para contrabalançar a idade de McCain.

jfd disse...

Né isso tb eu sei fazer ;P
Queria era saber o que TU dizias desse senhor.
Esse gajo é um traidor democrata. Ponto.

Nélson Faria disse...

Ah...

Eu não considero Lieberman um traidor. Ele tornou-se independente porque o partido democrata o empurrou para aí: nas primárias para ser senador perdeu a nomeação, ele já era senador, candidatou-se como democrata independente e ganhou.

Como "pessoa", salvo seja, não tenho ideia firmada. Já o ouvi falar e discursar, às vezes concordo e muitas vezes não... mas não o considero nada de especial.

Luis,

é os americanos a funcionar: o VP de Obama também foi escolhido por ser mais velho que Obama e por ser forte em política externa, onde Obama não tem credenciais.

Simples e eficaz lol

Luis Melo disse...

Nelson,

Nem mais... As escolhas de democratas e republicanos não são feitas ao acaso. E considero que são muito bem feitas.

Talvez se optássemos por essa forma de escolha em Portugal, os nossos governos e instituições fossem melhores.

jfd disse...

Luís Deus nos livre em Portugal de escolher as pessoas baseando a coisa no mérito puro. Temos sempre de pensar nos mesmos. Viva o 25 de Abril.

Guilherme Diaz-Bérrio disse...

Politica não se ganha nas sondagens mas comparar as sondagens deles com as nossas - que nunca acertam entenda-se ;) - é como comparar a noite com o dia. Eles sondam tudo, e não tem o problema do "sindrome CDS" [pessoas que quando sondadas em portugal não admitem que votam no CDS mas no dia x lá vão meter a cruzinha no demo].

Isto porque ou eu ando a ver o filme errado ou o Obama não é o Messias que se esperava. Então depois de duas guerras, uma crise bastante violenta, descalabro nas contas publicas - até eles têm disso - e falta de liderança no partido republicano o "velho" McCain está taco a taco com o "génio messianico" de Obama? Devo mesmo andar a ver o filme errado :P

Quanto à VP: genial e não acho que seja "truque baixo". Escolheram uma pessoa jovem, com perfil, com uma imagem limpa. Sim é membro da Guns and Riffles Association e o mais anti-pro choice que possa haver naquela terra, mas nesse topico McCain é muito mais "moderado", JFD.

Gazua disse...

Uma senhora que não se opõe ao ensino do creacionismo nas escolas... mas opõe-se à qualquer restrição contra o uso de armas nos EUA.

Ou seja: deixem que as escolas ensinem cretinices e que os criminosos possam comprar AK-47...

http://www.boston.com/news/local/articles_of_faith/2008/08/sarah_palin_on.html

Para não falar no seu curriculum político recheado de falcatruas…

http://online.wsj.com/article/SB122002615833483595.html?mod=googlenews_wsj

Paulo Colaço disse...

Com pena, nos últimos dois dias não tenho seguido o nosso Psico com a atenção devida.

Aproveito para saudar o caro Gazua pelo seu comentário aqui no Psico e fazer um comentário quanto ao criacionismo.

Todo o vice-presidente republicano faz gala de ostentar um qualquer distúrbio.
Dan Quale era contra a famílias monoparentais por opção. Comprou uma guerra com a personagem da série Murphy Brown (que palhaço).
O actual vice dá uns tirinhos nos amigos.

Esta não quer ficar atrás.
O criacionismo... tadinha!

Valdemar Cunha disse...

Dear Mr. Gazua:
Pardon my ignorance...
Can you explain in what kind of "monkey business" is the Alaska Governor involved in?
(curriculum politico recheado de falcatruas)?!??!?!

Nélson Faria disse...

O facto de não se opor a que se ensine o creacionismo das escolas não faz dela uma creacionista.

Eu considero que há um lugar para a ciência e outro para a religião. Mas também sou contra que se proíba o ensino do creacionismo em escolas não-públicas.

É aos pais que compete a decisão, não ao Estado.

Sarah Palin, bem pelo contrário, tem fama de limpar a podridão do sistema. Há uma tentativa de a sujar no seu Estado que está sob investigação. Se têm razão ou não, só o tempo o dirá.

(vide links anteriormente disponibilizados)

Caro Valdemar,

Feel free to give us your "almost insider" view! :)

After all, you're so close to the "fight"... you must surely have more info and principally the hability to feel how the american people really are living this "mexican showdown".

Thanks for your visit and participation :)

Big hug

Paulo Colaço disse...

Recebemos, há instantes, um comentário que nenhuma relação tem com este post.

Foi, naturalmente, apagado.
Tal como são apagados todos os comentários contendo apenas links para outros blogs, sem outra qualquer ligação com os temas em discussão.

Recordo que o mail do Psico é psicolaranja@gmail.com e que pode ser usado para recomendar aos psicóticos temas para postagem.

O jogo Porto-Benfica é, seguramente, um assunto da máxima relevância para o País mas não o será para as aspirações de McCain.

jfd disse...

Nelson Faria

Espero bem que te recordes do ENORME DISPARATE que ficou aqui registado, escrito pelas tuas mãos, pensado por essa cabecinha que às vezes não sei onde está...

After all, you're so close to the "fight"... you must surely have more info and principally the hability to feel how the american people really are living this "mexican showdown".

Outro disparate que não faz sentido nenhum, mas pronto, a globalização não deve ter chegado aí onde estás :PPP

E ainda me vais explicar o porquê dessa classificação... "mexican showdown"

jfd disse...

Bem vindo Valdemar;

Parece-me que o comentário anterior (Gazua) sobre as ditas falcatruas se refere às trapalhices referidas no profile do Wall Stree Journal e que também têm sido amplamente divulgados por toda a imprensa inclusivé numa peça da AP.
E até o Bill O'Reilly, convenientemente, já falou das mesmas en passant, referindo que irá mais afundo aquando da provavel entrevista à senhora. Tem alguma informação extra?

Sobre a escolha para VP de McCain, ainda está para ser correctamente analisado todo o seu cadastro de votação para que se saiba se é uma conservadora social ou se realmente os laivos de libertária se confirmam, e se será realmente o ticket dos Mavericks!

Em todo o caso, imaginem que McCain ganha. E que fica xéxé (Salvo Seja), em 2012 poderia dar-se o caso de duas candidatas a Presidente dos EUA!!!!
Palin e Clinton...
Aí é que os misogenos americanos se matavam LOL

Nélson Faria disse...

jfd,

a globalização já chegou... mas não penso que hoje, apesar de todas as evoluções, estar dum lado do oceano e estar ali ao lado seja a mesma coisa.

Já agora, um showdown é uma luta final entre dois adversários no qual só pode haver um vencedor. Mexican showdown é, na gíria dos westerns, toda aquela ambiência de duelo ao meio dia no centro da cidade.

É uma imagem evocativa jfd, não vejo qual o disparate. Nem num, nem noutro.

Se calhar sofres simplesmente de ansiedade e easy trigger

lolololololololol

Nélson Faria disse...

McCain's advisers said that rallying wavering women would be one of Palin's main jobs in the weeks ahead. They said her campaign schedule would take her to areas in swing states like Ohio and Pennsylvania where there were pockets of women who had supported Clinton in the primaries.

At the same time, they suggested, Palin would also be given the task of appealing to evangelical voters, who have long been unenthusiastic about McCain. In many ways, the choice of Palin may prove to have been as much an effort to drive up turnout among the Republican base as it was a move to compete for women.

"We had a solid Republican and evangelical base," said Charlie Black, a senior adviser to McCain. "But now it's going to be very intense."

James Dobson, the influential conservative Christian leader who said in the primaries that he could never vote for McCain, said the selection of Palin had won him over. If he went into the voting booth today, Dobson told the talk radio host Dennis Prager on Friday, "I would pull that lever."


http://www.iht.com/articles/2008/08/30/america/31campaign.php?page=1

Nélson Faria disse...

But Palin ran as a change agent when she was elected governor of Alaska in 2006, and in a move that might have appealed to McCain, she took intense criticism from members of her own party for turning the spotlight on the failures of Alaska Republicans, some of whom had been beset by corruption scandals.
(...)
Palin is known to conservatives for choosing not to have an abortion after learning that she was carrying a child with Down syndrome. "It is almost impossible to exaggerate how important that is to the conservative faith community," Reed said.


http://www.iht.com/articles/2008/08/29/america/mccain.php?page=1

Nélson Faria disse...

E Palin saiu na Vogue em Dezembro de 2007. Star like quality?

Tenho pena de nunca ter ouvido falar sériamente desta senhora.

Nélson Faria disse...

Amanhece na costa leste... a notícia continua a ser a escolha de Palin para VP republicana.

O discurso de Obama extinguiu-se em meio ciclo.

E tendo sido reconhecido como um grande discurso*, porquê isto?

Porque a escolha de VP foi bem feita, uma enorme surpresa e, pior, uma surpresa para a qual a imprensa não estava preparada. De repente, ninguém tinha nada para dizer... e ficaram malucos com isso.

Conclusão: mais vale uma boa surpresa que uma SMS alardeada durante semanas lol

*Pessoalmente já o vi fazer bastante melhor e com mais eficácia. Mas foi um bom discurso:a única diferença foi ter atacado sériamente McCain e ter puxado PE para cima da mesa. A primeira foi uma boa jogada, a segunda é arriscada: PE sempre favoreceu os republicanos e não sei se Obama vai comprovar ser realmente forte nesse campo contra McCain... principalmente contra a ideia que os americanos têm de McCain.

Nélson Faria disse...

Alegrar as bases dá nisto:

Palin bump brings McCain 7 million dollars in a day

http://news.yahoo.com/s/afp/usvotemccainfinance

Nélson Faria disse...

A NBC tem uma coisa chamada Truth-O-meter. Avaliam os discursos dos candidatos.

Este é resultado de Obama:

http://www.msnbc.msn.com/id/21134540/vp/26471136#26455173

jfd disse...

Pois é Né
Continuo sem saber porque é esta luta presidencial categorizada por mexican showdown, ou ouviste alguém dizer?

E o disparate do creacionismo ficará contigo acredita, e eu farei questão de to lembrar sempre que for necessário :)

Quanto ao sofrer, sofro daquilo que te der mais jeito, sempre que quiseres fugir às questões.

Nélson Faria disse...

O menino está mesmo sensível.

Fui eu que lhe chamei mexican showdown. É para fã de westerns, jfd.

Talvez um vídeo te ajude a perceber o que é um mexican showdown

http://www.youtube.com/watch?v=c5Llhq46T8w

É um duelo!

Qual é o problema do que eu disse sobre creacionismo? Não o apoio, nem defendo que seja ensinado. Mas, como liberal que também sou, acho que uma escola não-pública tem todo o direito de defender o que deve ser ensinado na sua escola.

E caberá aos pais decidir se querem ou não inscrever o seu filho nessa escola. Eu dificilmente o faria.

jfd disse...

Talvez um vídeo te ajude a perceber o que é um mexican showdown

Bem, ignorando a tua falta de compreensão, pergunto de novo.
O que caracteriza esta campanha, para lhe atribuires esse nome, essa conotação.
Percebeste agora a questão? Ou queres um desenho?
Aviso já, sou terrível a desenhar.

Nélson Faria disse...

Falando de creacionismo, recordo a melhor resposta que já vi por parte de uma pessoa que acredita em creacionismo:

http://www.youtube.com/watch?v=n-BFEhkIujA

Mike Huckabee! Brilhante resposta. Magnífico exercício retórico, discurso bem delineado, com objectivo. Tudo bem feito. Extraordinário!

P.S. E antes que o tentem fazer pela 3ª vez: eu acredito em darwin e na evolução, não no creacionismo.

Nélson Faria disse...

jfd,

um mexican showdown é um duelo, com duas personagens, em que só um sobrevive.

É um confronto específico, como exemplificado no filme, um modo distinto de duelo.

Usei-o para reforçar a imagética western de um combate até ao fim, entre dois grandes antagonistas, em que só um sobrevive.

A resposta é esta, peço desculpa por não compreender onde queres chegar.

jfd disse...

Estás desculpado meu filho...

Quanto ao Huckabee, devias ter vergonha! Quem te viu quem te vê. E o incoerente sou eu? :P

Nélson Faria disse...

jfd,

Não sei se te lembras, mas eu fiz um post só para esta resposta do Huckabee.

Tanto não sou incoerente como me lembro perfeitamente da minha posição: ajuda o facto de ter uma, e não muitas conforme os tempos vão passando lol
e não, não é uma boca para ninguém, antes que o penses

Mas agora fico curioso com a história do showdown: onde é que estavas a tentar chegar?

Nélson Faria disse...

E, já agora, porque seria incoerente ao referir-me elogiosamente a Huckabee: fi-lo durante toda a campanha republicana.

Não concordo com ele em muitas áreas, mas gosto do estilo dele. Sempre o disse.

Tens de controlar melhor o dedo do gatilho... não estás lá muito certeiro :)

jfd disse...

Tens toda a razão, estava baralhado de memória!

I STAND CORRECTED

Quanto á outra história não penso que esta campanha seja de pistoleiros, só isso. É e tem sido uma campanha civilizada. Nada que se compare a 2000 ou 2004 até agora. Por isso não vejo necessidade de lhe incutires esse folclore. Mas são formas de estar.

Ps – claro que a boca não era para ninguém! Salvo seja que alguém mude de opinião consoante o contexto em que está! Viva a rigidez! Ser obtuso é que é!

jfd disse...

Tens de controlar melhor o dedo do gatilho... não estás lá muito certeiro :)

Isso, aproveita bem o meu deslize... São tão raros que lhes tens de retirar o sumo todo.
:P

Nélson Faria disse...

Ora aí está jfd: um mexican showdown é um duelo de um evento só, nao é uma guerra.

As armas só soarão no dia 4 de Novembro.

Quanto ao outro assunto, já Keynes dizia:

Quando os factos mudam, eu mudo de opinião

jfd disse...

Eu sei, fui eu quem to relembrou.

Nélson Faria disse...

jfd,

esta sobre os teus "deslizes" dá para nos rirmos o próximo mês todo

São tão raros que lhes tens de retirar o sumo todo.
:P


lololololololololol

jfd disse...

Objectivo 1 -> informar
Objectivo 2 -> entreter

Nélson Faria disse...

In that case jorge,

Mission Accomplished!

P.S. Tiago, não fosse este post scriptum e teria feito um comentário integralmente em inglês: be affraid, be very affraid lol

Nélson Faria disse...

Uma informação que se me escapou sobre a família Palin:

adivinhem que vai partir para o Iraque no dia 11 de Setembro (yes, 9/11) deste ano? O primogénito da família Palin!

Mais uma photo op.

jfd disse...

E ela também tem um filho com Trissomia 21, mais uma photo op?

O único que passar a não ter filhos no Iraque é Obama, i wonder why?!

Nélson Faria disse...

Eu penso que isso já tinha salientado num comentário lá para cima.

O mais belo dessa história é que ela sabia disso atempadamente e mesmo assim decidiu ter o bébé. Os pro-life adoram-na por isso.

Durante a próxima semana, ou pelo menos dias, tudo o que ela disser ou fizer vai ser considerado o máximo... é a fase de enamoramento.

Agora ou ela se aguenta em cima do cavalo ou cai redonda no chão. É o problema de jogar arriscado.

À primeira gaffe ela vai ser cilindrada.

P.S. Os democratas já estão a ensaiar uma série de ataques: inexperiência; mccain não a conhece; não é uma líder... mas há uma resposta perigosa a estes ataques: deve uma mulher ter uma bitola mais baixa para ser VP do que um homem? Não é uma resposta honesta, mas puxar pelo gender card é sempre muito eficiente... Hillary, detestada por muitos e vista como muito "masculina" na sua forma de abordar e fazer política, sacou uns estados com este discurso. Como o disse o jfd, vai ser giro.

Nélson Faria disse...

Uma boa análise de Sarah Palin, nos seus muitos prós e contras:

http://firstread.msnbc.msn.com/archive/2008/08/30/1310137.aspx

Nélson Faria disse...

Bush não estará na convenção republicana?

The White House said on Sunday it was unlikely that President Bush would attend the Republican National Convention on Monday as scheduled because of concerns about Hurricane Gustav.

The convention schedule has the president set to speak late Monday night in St. Paul, Minn. But those plans appear to be on hold because of the monster storm that could make landfall along the Gulf Coast as early as Monday.

White House spokeswoman Dana Perino said it is unlikely right now that Bush will go to Minnesota on Monday. She said alternate plans were being prepared.


http://www.msnbc.msn.com/id/26483108/

Nélson Faria disse...

Sarah Palin, pivot desportiva em 1988: magnífico penteado dos 80's

http://www.msnbc.msn.com/id/21134540/vp/26471135#26461777

jfd disse...

Nem o marido nem o filho da senhora são R. declarados...

Democrats may be blasting Sarah Palin as a doctrinaire conservative, and Republicans may be embracing her for the same reason, but her husband and oldest son are independents.

Or, more precisely, their party affiliation is listed as “undeclared” on voter registration records retrieved from the Alaska Division of Elections.

Todd Palin, husband of the Alaska governor, hasn’t been affiliated with a party since he first registered to vote while he was in his early 20s, in 1989 — the year after he married Sarah Palin. And Track Palin, their 19-year-old son, registered as undeclared when he became eligible to vote last year.

Todd Palin, a regular voter, could have cast his ballot for his wife in her 2006 Republican primary against incumbent Gov. Frank Murkowski because the Alaska Republican Party allows those registered undeclared and “nonpartisan” to vote in the party’s primaries.

Track Palin has yet to vote, according to the Division of Elections, while Bristol Palin, his 17-year-old sister, is not yet eligible to vote.

Sarah Palin is a registered Republican.


politico.com

jfd disse...

Realmente... se eu não fosse a favor da redenção...

McCain, Palin going to region threatened by storm By LIZ SIDOTI, Associated Press Writer
Sat Aug 30, 10:02 PM ET



Likely GOP presidential nominee John McCain and his running mate, Alaska Gov. Sarah Palin, are traveling to Mississippi on Sunday to check on people getting prepared for Hurricane Gustav.

Their trip comes just as delegates are preparing for the Republican National Convention, which begins Monday.

Aides say McCain and his wife Cindy will join Palin in traveling to Jackson, Miss., Sunday at the invitation of Mississippi Gov. Haley Barbour because of concerns about people threatened by the storm, which was heading into the Gulf of Mexico and menacing the same area ravaged by Hurricane Katrina three years ago. The storm could hit the United States as early as Monday afternoon.

The McCains and Palin will receive a briefing at the Mississippi Emergency Management Agency — a permanent operations center monitoring hurricane response.

Republicans are worried about holding their national convention during the storm.

If the storm's landfall is serious, McCain said he probably would rethink allowing the four-day political gathering to continue.

"It just wouldn't be appropriate to have a festive occasion while a near tragedy or a terrible challenge is presented in the form of a natural disaster," McCain said in an interview taped Saturday with "Fox News Sunday." "So we're monitoring it from day to day, and I'm saying a few prayers, too."

President Bush was criticized after Katrina struck in August 2005 because he stuck to a schedule that took him from his ranch in Texas on a two-day trip to Arizona and California. There, he promoted a Medicare proposal while making just scant references to Katrina even as it slammed the Gulf Coast. Bush even happily strummed a guitar backstage at one event. He did not return to Washington until two days after the storm and did not visit the region until five days after.

The Bush White House was badly burned by its fumbling response after Katrina. Bush's image as a strong leader has never entirely rebounded, even though he has labored to improve on the Katrina performance.




Copyright © 2008 The Associated Press. All rights reserved. The information contained in the AP News report may not be published, broadcast, rewritten or redistributed without the prior written authority of The Associated Press.


Copyright © 2008 Yahoo! Inc. All rights reserved.

Nélson Faria disse...

Um sinal de respeito pela catástrofe iminente. McCain tem razão para estar à vontade nesta área, já que foi um forte crítico na Administração Bush no que toca à (não) gestão da crise Katrina e do auxílio às suas vítimas.

Esperemos apenas que as melhorias introduzidas na FEMA sejam eficazes.

jfd disse...

Forte critico?!?!?!?!
DEIXA-ME RIR
Estavam os dois a comer bolo no dia e momento que a cidade de Nova Orleães era fustigada pelo furacão.

Ele agora até tem um Pastor que o apoia, o Pastor Hagee que disse na altura que aqui tinha sido obra de Deus pelo pecado daquela cidade, inclusivé por causa da Parada Gay que estava para vir.

Ora repara como McCain evita uma pergunta directa sobre o assunto.
http://blip.tv/file/853446

E graças à Ariana podes ver o que é verdade e o que é mentira sobre o que acabaste de dizer.
http://www.huffingtonpost.com/2008/04/24/mccain-and-katrina-ravage_n_98470.html

Sabes, e como já te disse há muito tempo atrás, quando dizemos as nossas fontes, podemos ser corrigidos de melhor forma ;)

E aproveita enquanto estás no site da Ariana e lê mais porcaria sobre a Sarah Palin, ao que parece Gazua estava mais que correcto, e Valdemar ainda nem sombra de vista para defender a sua indignação.

Nélson Faria disse...

Que falta de serenidade, jorge. Não percebo a necessidade disso.

McCain não foge à questão, jorge. Diz o óbvio: não é responsável pelo que dizem pessoas que o apoiam, e que essa posição (a do tal reverendo) não o representam a ele ou o partido republicano.

Obama demorou mais tempo a desautorizar o Rev. da igreja que ele voluntáriamente frequentava :)

Obrigado Jorge, pelo texto. Já que este menciona exactamente que McCain é crítico da administração Bush e da sua gestão na crise do Katrina.

Mas, sendo o Huffington Post (que penso que conheces bem pela - falta de - imparcialidade), aproveita e faz um pouco de politiquice: critica McCain por celebrar o seu aniversário. Golpe baixo.

P.S. Mais vale a minha memória que as tuas fontes jorge lololololol

Nélson Faria disse...

Quanto a Sarah Palin, que tão oportunamente tentas mais uma vez denegrir: ser acusado é diferente de ser culpado.

Existe uma investigação que terminará no dia 31 de Outubro.

Até agora, temos uma governadora conhecida por combater o "stablishment" e ser dura contra a corrupção.

Um pouco mais de serenidade jorge, só um pouco mais :)

Não tem mais razão por escreveres a quente e visivelmente exaltado.

jfd disse...

Curiosidade:
a 2 de Janeiro, escrevia eu sobre McCain e Obama o seguinte n´o post Decision 08 de Nelson Faria;

John McCain (r) -> Deveria ter sido ele há 8 anos atrás e não o Bush. O mundo teria sido diferente. Gastou o dinheiro todo no inicio da campanha. Sem resultados, despediu toda a gente. Neste último mês tem vindo a subir. Talvez pelos bons resultados que ele previu que iriam acontecer no Iraque e que estão a acontecer após o surge. Tem contra si a idade e algumas posições divergente do núcleo duro conservador do partido. Vamos ver o que lhe acontece na Quinta.

Barack Obama (d) -> Todos lhe reconhecem a simpatia e a capacidade de retórica mas não lhe vêm substância para lá do apelo, empatia e jovialidade. Tem captado muito do eleitorado jovem e a surpresa poderá vir dos votos dos crónicos abstencionistas. Se ganhar as primeiras duas primárias é um feito histórico. Não é o primeiro negro candidato a candidato, mas caso seja o nomeado, fará historia e de uma forma não fracturante o que será realmente o facto politico na América do sec. XXI.


jfd, o coerente

jfd disse...

Pois cada um lê aquilo que quer ler.

Já agora, explica-me isto bem explicadinho... Mas tem cuidado com o que vais dizer, não fales do que não sabes!

Mas, sendo o Huffington Post (que penso que conheces bem pela - falta de - imparcialidade), aproveita e faz um pouco de politiquice: critica McCain por celebrar o seu aniversário. Golpe baixo.

Nélson Faria disse...

É óbvio para qualquer leitor do Huffington Post, e notório para qualquer interessado na política norte-americana, que este serve os interesses de uma agenda liberal nos EUA. É um bom jornal, mas a sua linha editorial acaba por orientar as suas notícias da forma mais conveniente.

Tal é saudável, quem o consulta e lê sabe que ele é assim. É claro e transparente, sem enganos. Mas não deixa de ser um news site com uma forte agenda liberal*.

Concordas?

*liberal norte-americana, entenda-se.

Nélson Faria disse...

Forgot it

Essencialmente é mais opinião que notícia, pelo que como fonte acaba por valer pouco.

Ainda que tenha grandes jornalistas e seus blogs e remissões para notícias na hora.

jfd disse...

Primeiro não é nenhum Jornal.
Segundo essa colagem de várias informações que recolhes de vários sites acaba por não transparecer aquilo que te peço, a tua opinião.
Terceiro é um site de noticias, com opinião. A opinião é secundária, a notícia é o drive.
Quarto a fundadora Arianna Huffington é uma desiludida apoiante de McCain 2000.

Eu disse para teres atenção ao que ias dizer :P

Nélson Faria disse...

jfd,

Tens de ter mais cuidado. Parece mal dizer algumas coisas. É o próprio Huffington Post que se apelida de jornal. Eu também lhe chamei news-site. Se preferires, chama-lhe jornal virtual.

Tenho o entendimento contrário do que tu tens: eles têm informação e comentam-na. É um jornal de opinião, um jornal de blogosfera.

Talvez devesses saber que a fundadora, uma de dois, foi de direita durante os anos 90. Deixou de o ser: ela chamou-lhe "incursão derivada" lol.

Como tu tens pouco apreço pela minha opinião, quem quiser tirar teimas pode ir à wiki: http://en.wikipedia.org/wiki/The_Huffington_Post

Depois tirem as vossas conclusões...

P.S. Jorge, isto assim deixa de ter piada lol

jfd disse...

Aí é que te enganas. Para mim tem toda a piada.
Eu tenho opinião e falo APENAS do que sei.
Quando não sei pergunto.

Não corro para a wikipedia conceito sim, conceito não.

Mas aguardemos o proximo debate sobre as eleições, em que terei o prazer de provar ao vivo e a cores.
Sem recurso a nada electrónico.
Não querias um mexican showdown?

jfd disse...

E só para te corrigir.
Tenho o máximo de respeito pela TUA opinião. E aprendo muito contigo. E tens uma coisa que eu não tenho; estás muito bem a falar ao/em público. Dominas a coisa.
No resto levas bailinho ;)

Nélson Faria disse...

Mais uma vez, não sei se é o jfd ou a people's front of judea...

No início, eu dava a minha opinião e o jfd, muito ofendido, dizia que eu tinha de pôr links. Agora dou links que substanciam a minha razão, e o jfd diz que eu me refugio neles lolololololol

Quanto ao bailinho: só toca guitarra quem tem unhas... eu presumo que tu deves roer as tuas ;)

jfd disse...

Chama-se evolução ;) Estás no bom caminho.
E como me fizeste sorrir com esta última frase, por hoje levas desconto :)

Nélson Faria disse...

Picardias à parte:

o Huffington Post é, ou não, um jornal liberal? Ou um news-site liberal? Ou um jornal virtual liberal?

Concordas ou não? Gostava de saber a tua opinião.

jfd disse...

É sim senhor, com um toque pro ressaibiado ;)

A melhor critica que já vi fazer à Arianna foi no programa da Tracey Ulman, em que na promo se vê como ela reage a um dos discursos de Giulliani. LOl Vê http://www.sho.com/site/video/brightcove/series/title.do?bcpid=1305238291&bclid=1463329430&bctid=1473689285

Nélson Faria disse...

lol