segunda-feira, agosto 25, 2008

Será?


"Ângelo é mais perigoso do que Ferreira Leite" - Palavra do Senhor...Alberto João Jardim.
.
Será?

9 comentários:

Diogo Agostinho disse...

PSD. Jardim diz que Pedro Passos Coelho é "refém"
José Sócrates perdeu a exclusividade de ser o único homem "perigoso" deste país para Alberto João Jardim. O líder regional aplicou o mesmo adjectivo a Ângelo Correia e por via indirecta a Manuela Ferreira Leite.

Para Jardim, "o eng.º Ângelo Correia que, fingidamente, faz oposição à dra. Manuela Ferreira Leite, é mais perigoso para o PSD do que ela, na medida em que tem estado a dividir o partido para defender o sistema político", disse o líder insular ao Jornal da Madeira (JM) na ilha do Porto Santo.

Recorde-se que no congresso do PSD/Madeira, de 4 e 5 de Abril, Ângelo Correia foi o orador convidado na sessão de encerramento, tendo recebido grandes elogios de Jardim. Mas algo se passa nesta relação ao ponto de Jardim afirmar que Pedro Passos Coelho "é refém" de Ângelo Correia, daí não ter ficado surpreendido com as críticas do ex-candidato à liderança do PSD ao Presidente da República, a propósito do veto à nova lei do divórcio. "O senhor Pedro Passos Coelho é um 'testa de ferro' da estratégia do eng.º Ângelo Correia para o PSD", referiu, subscrevendo a posição do Chefe de Estado. Passos Coelho condenou os argumentos apresentados por Cavaco Silva por traduzirem "uma concepção da família e da sociedade que está um pouco ultrapassada" e o facto da direcção nacional do PSD ter apoiado o veto de Belém. Para Alberto João Jardim, a posição de Passos Coelho demonstra que ele é "refém" da estratégia de Ângelo Correia "pessoa para quem trabalha", disse.

Para o líder madeirense Luís Filipe Menezes também foi apoiado por Ângelo Correia, mas como "não fez o que ele queria, arranjou este Pedro".

Jardim juntou ainda a sua voz às críticas ao ministro da Administração Interna devido à onda de crimes violentos, considerando que este país se tornou numa "autêntica Chicago do tempo do gangsterismo, visto a segurança nacional estar sem rei nem roque". Mas enquanto a comissão permanente do PSD exigiu a demissão de Rui Pereira, Jardim pediu a demissão do Governo socialista.|

in DN

Paulo Colaço disse...

Como Manuela Ferreira Leite não é perigosa, "a contrario", Ângelo Correia é (necessariamente) o perigoso da equação.

jfd disse...

AJJ é senhor das suas posições.
Sabe o que diz e porque diz.
E enquanto vocês se distraem com o imediato das suas afirmações, ele aguarda serenamente pelos frutos do seu trabalho.

A terra trabalha-se, e depois devolve.

Tomam-no por tolo, por tudo e mais alguma coisa.

Mas no entanto, fez uma das criticas mais eficazes e directas ao executivo Açoriano nas últimas semanas. Tem feito a sua oposição ao Governo PS. Tem agitado o PSD a seu bel prazer.

Chamem-no tolo de novo...
Venham com as vossas análises arrogantes de quem não respeita um dos pilares da democracia portuguesa, nem dá um chavo pela compreensão da realidade insular e particularmente a Madeirense.

Sim foi isso que escrevi.

Daniel Geraldes disse...

Este Passos Coelho, só tem um terço dos votos, por curiosidade do destino.

Luis Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luis Melo disse...

Nunca gostei da forma de estar na política do Engº Angelo Correia. Não votei em PPC nas eleições internas por pensar da mesma forma de AJJ (ou seja, PPC seria refém de AC). Concordo com AJJ quando diz que "Luís Filipe Menezes também foi apoiado por Ângelo Correia, mas como não fez o que ele queria, arranjou este Pedro"

Quanto a ser perigoso... apraz-me perguntar: "perigoso em que sentido?"

Ele apenas ainda anda "por aqui" porque tem a mania de "incendiar". É essa a postura dele. E é disso que as TV's e jornais gostam.

Não lhe reconheço perigosidade nenhuma.

(apaguei msg anterior para poder editar. Continha erros)

Nélson Faria disse...

Ângelo Correia é um animal mediático. AJJ também. Ambos mandam farpas com que todos nos identificamos. Ambos dizem muitos disparates.

Nenhum dá ponto sem nó.

Ambos são perigosos para os seus próprios interesses: consomem o mesmo tipo de oxigénio quando ardem!

Passei de admirador de AJJ a um tranquilo observador. AJJ tem muitos trejeitos e práticas que não me agradam; e o seu trabalho na Madeira é indiscutível; e muitas vezes me pergunto: caso ele fosse do PS, será que eu gostaria da "personagem"?

Ângelo Correia é um manietador e manipulador, e o principal responsável pela queda de LFM com o "deslize" na SICn com o Mário Crespo. E fico espantado ver tanta admiração no campo "menezista" e "santanista" - que conheço tão bem - pelo engenheiro.

Este tipo de fumaça, por muita audiência e tiragem que garanta, por muitos militantes que traga (não duvidem que são personalidades fortes como estas que "alimentam" os partidos), é responsável pelo alheamento da Política nos nossos partidos.

Bruno disse...

Diz Alberto João que Ângelo Correia é perigoso para o PSD. Di-lo porque o ex-Presidente da Mesa divide o partido. Bem, se é assim, há uma série de militantes perigosos no PSD!

É que a história deste partido sempre se fez de lideranças contestadas. O PSD tem muita gente que pensa pela própria cabeça e tem miliantes exigentes por isso os líderes não são incontestados.

Só por se ser oposição não se é perigoso. Mas lembremos que AJJ disse nas últimas directas que só estava disponível para se candidatar a Presidente do PSD se todos os outros desistisem a seu favor...

Mas, concluindo, concordo com Alberto João: acho que Ângelo Correia é mais perigoso do que Manuela Ferreira Leite. Mais perigoso para o PSD porque o PSD precisa de alguém com um projecto para o país e com sentido de Estado mais do que vontade de defender os seus interesses pessoais.

Ferreira Leite é perigosa - isso sim! - para Sócrates e a sua banda pois põe em causa as suas possibilidades de terem uma vitória fácil em 2009.

Luís Nogueira disse...

O Engº Ângelo Correia pegou num trunfo importante, que é a temática da refundação ideológica do partido, aquando da chegada de Menezes ao poder. Já passaram largos meses desde o XXX Congresso e até agora não assistimos a qualquer progresso ou a qualquer "dom da sua graça" neste campo.

Vejo Ângelo Correia antes demais, como um histórico do partido, que esteve alguns anos ausente e que resolveu voltar. Não me importa saber se ele é ou não, mais ou menos, muito ou pouco "perigoso". Preferia antes saber, o porquê deste regresso...