sábado, agosto 09, 2008

RIP - Reflexão, Inspiração, Pensamento II


I don't believe in a government that protects us from ourselves.

The government's view of the economy could be summed up in a few short phrases: If it moves, tax it. If it keeps moving, regulate it. And if it stops moving, subsidize it.

The nine most terrifying words in the English language are, 'I'm from the government and I'm here to help.

P.S. Boas férias!

8 comentários:

Nélson Faria disse...

Para os que não gostam dos EUA ou de Reagan: reflictam sobre o testemunho, ignorem a fonte :)

http://www.youtube.com/watch?v=h8_G-mlKxTY

Aproveitem as férias para ler. Deixo-vos as minhas leituras e (re)leituras:

Vidas de São Inácio de Loyola, São João de Brito, São Fracisco Xavier e Padre Perro Arrupe - a de São João de Brito da autoria do P. Dário Pedroso, SJ; as restantes da autoria de Pedro Miguel Lamet, SJ.

Sobre a Liberdade, John Stuart Mill

Imperium, Robert Harris, sobre os últimos 40 anos da Roma através dos olhos de Tirão, o secretário de Cícero

A Promessa da Política, Hannah Arendt

Um grande abraço para todos.

José Pedro Salgado disse...

Sempre achei que Reagan tinha aquela característica carismática que o torna uma pessoa de quem se gosta (enquanto pessoa, lá está).

No entanto, discordo de muitas das políticas que adoptou que acho que foram, também por culpa dos tempos, dois passos atrás na evolução dos EUA (e, goste-se ou não, do mundo).

A.Costa disse...

Caro Nélson,
Louvo-lhe o interesse pelas leituras Jesuítas. Conheço-as perfeitamente e estão presentes na minha família há mais de 40 anos. São de grande valor!
Boa "caminhada"!
Cumprimentos,
A. Costa

Nélson Faria disse...

Obrigado António! Desconhecia essa relação com as práticas inacianas.

O meu interesse pelos Jesuítas é antigo, mas só este Verão decidi dedicar-me a saber mais sobre a Companhia. Está a ser uma óptima "caminhada" :)

jfd disse...

Boas férias meu caro.
Que o sol de Verão te ilumine ;)

Quanto a Reagan, farto-me de recordar que nunca me esquecerei quando a sua caravana passou pela Avenida da Índia, e eu puto, ia da primária para os Tempos Livres, disse adeus entusiasticamente a uma limusina. Era ele. Mas não sabia quem era. E não é que o senhor baixou o vidro e fez adeus de volta a uma quinzena de putos histéricos com aquele aparato?
Naquele momento cada um de nós recebia o aceno para si só.
Parece ter durado um mundo, mas não passaram de uns segundos. Mas aquele sorriso fica marcado...
Ou terá sido um sonho?;)

Paulo Colaço disse...

Sou grande fã de Reagan!

Deixem-me recordar um belo episódio com o senhor.

Confrontado com uma manifestação de hippies que empunhavam os habituais cartazes "façam amor, não a guerra", Reagan respondeu: essa rapaziada não me parece capaz de fazer nem uma coisa nem outra!

ehehe

jfd disse...

LOLOL
Seu bota de elástico ;)

A.Costa disse...

Caro Nélson,
- Gosto de ler sobre tudo, mesmo tudo!
- É claro que não me interesso por tudo, como é óbvio!
- Como já deve ter percebido o que não me interessa mesmo é ter o pensamento aprisionado!
- Como o pensamento é das poucas coisas que podemos guardar na nossa privacidade (é uma das poucas liberdades que verdadeiramente temos) tenho-o quase por "sagrado"... Enfim, devaneios!
Boas férias!