terça-feira, agosto 26, 2008

Eu declaro!

O presidente russo anunciou hoje que a Rússia reconhece a independência das duas repúblicas separatistas da Geórgia, a Abkházia e a Ossétia do Sul.

Que coincidência. Iso acontece precisamente no dia em que decidi reconhecer a independência da Tchetchénia.

17 comentários:

Tiago Sousa Dias disse...

É claramente jogo sujo. Onde é que quer a Ossétia quer a Abcásia têm condições para sobreviverem sózinhas? E a que propósito é que por esta altura a Rússia se lembrou de tomar tal postura. Mais uma vez considero isto uma clamorosa violação do principio da autodeterminação emiscuindo-se o governo Russo na politica interna da Geórgia.Pensemos antes assim: se jurídicamente os governos abcaz e ossétio (será que se diz assim?) vierem a constatar-se "falhados", quem será o melhor amigo deles? Quem virá então dar-lhes o abraço do urso?

João Marques disse...

Eu decidi apoiar a do País Basco. A caixa de Pandora foi aberta na ex-Juguslávia, agora é o "ver se te avias" para tentar fechá-la.

Paulo Colaço disse...

o abraço do urso é linda!
É um belo nome para esta anexação encapotada!

jfd disse...

100% de acordo com o Marques no que toca a caixa de Pandora.

Bruno disse...

E quando alguém ligar da Sérvia para Putin (sim, acredito que eles não passem pelo secretário Medvedev e liguem directamente para quem manda) e perguntar:

- Pá! então o que é isso???

Responde o russo:

- Schhh! Caladinho que o Kosovo tá aqui na lista das próximas declarações!

É no que dá meterem malta desta a Governar... Que isto sirva de aviso aos votantes do BE português e afins...

Nélson Faria disse...

A política russa de hoje é igual a de ontem.

O caminho que está a ser trilhado é muito intrincado, e receio bem pelo futuro.

Recordo que a Rússia recusou reconhecer o Kosovo, por causa da Tchechénia; hoje reconhece os ossetas e os abkhazes (será isto?).

Que podemos fazer? A UE não está preparada para lidar com a Rússia e os EUA estão renitentes em saltar para mais uma fogueira.

Quem perde? provavelmente a geórgia.

telegram disse...

E quando isto chegar ao Tibete? E o pessoal da Catalunha? E Taiwan?

jfd disse...

Não sei se sabem, mas a Georgia tem uma máquina infernal instalada no lobby de Washington. E estão em força a apoiar com o máximo permitido de $$$ a campanha de McCain.

Bruno disse...

Não sabia, Jorge.

Bem vindo, Telegram.

Karocha disse...

Soube à pouco plo rapaz que está de férias, os noticiários omitiram esse "pequeno" pormenor!...

jfd disse...

Boas férias ao moço ;)))

Luís Nogueira disse...

Se essa noticia do financiamento fôr verdadeira, receio pelo Presidente Saakashvilli, pois representa mais um erro grave na sua estratégia para a Geórgia.

Quanto à opinião do Marques, acho que é unânime internacionalmente ;)

Uma coisa é certa. Perante a actual conjuntura, receio que tanto os "abcazes" como os "ossetas" possam vir a conquistar a sua independência, isto porque, não é todos os dias que se tem o apoio de um vizinho territorial como a Russia e os EUA sob o comando de W.Bush, ainda se encontram fragilizados em vários dominios. Mas veremos, nada está garantido.

As intenções da Russia sobre aqueles territórios são claras e visiveis. Aliás, as opiniões de um "abcaze", de um ucraniano, de um estónio (and so on) pró-russos deverão ter o mesmo fundamento - a protecção da Mãe Russia, ou do abraço do Urso se preferirem.

Uma coisa é certa, o Poder e a influência de Boris Tadić ou de Saakashvilli, não podem ser comparados aos de Dmitry Medvedev, ou de Zapatero e muito menos face a Hu Jintao, por mais que sejamos simpatizantes ou não, de algumas causas independentistas.

jfd disse...

Ó senhor Nogueira, claro que é verdadeira, atente à fonte por favor! Ainda por cima secundada pela mãe do Guilherme ;))))

Mas eu sei, ler pra crer! Deixa ver se arranjo umas leituras prá malta ;

http://www.usatoday.com/news/politics/election2008/2008-05-20-mccainadviser_n.htm

Fica aqui só um que tenho de ir jantar ;)

Davide Ferreira disse...

Como sofro de preguicite aguda e não mudo de opinião numa semana aqui fica o copy paste de um comentário meu anterior:

"Sem dúvida que a independencia unilateral do Kosovo foi o precedente para esta confusão...
Depois de aberta a caixa de Pandora quem sabe o que vêm a seguir?

Iremos nós apoiar todos os movimentos que querem a "liberdade"? Um dia ainda vêm a Madeira dizer que não quer ter nada a ver com o continente..."

Nélson Faria disse...

Nem mais Davide, tanto ontem como hoje.

O lobby da Geórgia prefere financiar McCain invés de Obama apesar de ambos terem a mesma posição? Isso é estranho...

jfd disse...

Tbilíssi, 27 Ago (Lusa) - Um porta-voz da embaixada dos EUA na Geórgia disse hoje que Washington decidiu cancelar o plano de envio de um navio militar para o porto georgiano de Poti, em cujas proximidades se encontram forças russas.

O navio, a lancha Dallas da Guarda Costeira, deveria chegar esta manhã ao Mar Negro, mas o porta-voz da embaixada em Tbilíssi, Stephen Guice, disse que irá atracar em Batumi, um porto muito a sul da zona dos recentes confrontos entre a Rússia e a Geórgia.

Guice disse não ter informação sobre as razões para o cancelamento do plano.

O porto de Poti terá alegadamente sofrido grandes estragos provocados pelas forças militares russas. Além disso, as tropas russas estabeleceram postos de controlo nas entradas norte da cidade e a atracagem ali de um navio dos EUA poderia ser encarada como um desafio directo.

OM.

Lusa/fim.

Nélson Faria disse...

Será que isto tem alguma coisa a ver com a crise na Geórgia?

Welcome to the fifties!

North Korea said Tuesday that it had stopped disabling its main nuclear complex and threatened to restore facilities that the country had used to produce plutonium for nuclear weapons.

http://www.iht.com/articles/2008/08/26/asia/korea.php?WT.mc_id=newsalert