segunda-feira, abril 21, 2008

Uffaaaa!


"Manuela Ferreira Leite vai avançar com uma candidatura à presidência do PSD, contando com o apoio do presidente da Câmara do Porto, Rui Rio." (Sic Notícias)

57 comentários:

Paulo Colaço disse...

"Alô, alô, Dona Rosa, a sua filha chegou do Brasil".

Era esta a frase emocionante que todos queriam dar à Dona Rosa, num célebre filme português.

Há instante eu (e tantos outros militantes), parecíamos a Dona Rosa, com telefones a tocar para a boa notícia.

Não sei o que o futuro nos espera, mas haver futuro é uma óptima notícia!

Vamos a isso!

Frederico Carvalho disse...

Finalmente, a brincadeira das candidaturas acabou.
Mais uma semana, e estava convencido que qualquer um se podia candidatar a lider do maior partido político português.

A confirmar-se por certo a notícia, é uma grande alegria para a restituição do melhor que há no PSD.

Estou muito contente :)

Inês Rocheta Cassiano disse...

Como já disse no post do Né, em todas as últimas eleições se falou no nome de Manuela Ferreira Leite mas esta sempre recusou.
Terá MFL arrumado Menezes? Nas últimas eleições directas, esta foi alvo de duras críticas por não declarar apoio a nenhum dos candidatos. Mais, recusou o convite de LFM para a presidência da Mesa (penso que era para a Mesa do Congresso). Terá permanecido o politicamente correcto? MFL não andava já com alguma preparada e assim tinha o caminho livre?

Reforço as palavras do Colaço, que não parem as boas notícias!

Tânia Martins disse...

Ufffaa mesmo!

Esta candidatura era tudo o que faltava para atenuar a crise no PSD! Esta mulher tem todas as condições para levantar de novo o partido!

Estou contentíssima!:)

Inês Rocheta Cassiano disse...

E terá condições para derrotar José Sócrates em 2009? Conseguirão os portuguesas o estigma de ser mulher?

Inês Rocheta Cassiano disse...

faltou-me ali o ultrapassar*

Tânia Martins disse...

Pois Inês o meu receio é esse: se a mentalidade portuguesa está preparada para ser liderada por uma mulher, que na minha opinião reúne todas as condições para o fazer!

Paulo Colaço disse...

E quem disse que o líder do PSD tem de ser o "candidato" a Primeiro-Ministro?

Tânia Martins disse...

Pois ninguém Paulo, mas que MFL reúne todas as capacidades para o ser, acho!

Mas obviamente uma coisa não implica a outra!

Inês Rocheta Cassiano disse...

É verdade que não tem que ser o líder do partido. Mas reza a história que é essa a tendência...

José Pedro Salgado disse...

A confirmar-se a candidatura, e com as ressalvas que já fiz em posts anteriores, acho que já achei a minha candidata.

Se MFL será boa candidata a Primeira-Ministra, não sei. Mas a candidatura atrai-me por algo que está caracterizado com o estigma da mulher: acho que será sem dúvida a melhor pessoa para arrumar a casa.

Luís Nogueira disse...

Boas noticias ;) Venha a campanha e o debate de propostas e ideias!

José Faustino disse...

Realmente, até que enfim veio uma boa noticia… Já estava perdido no meio de tantas candidaturas, parecia que a cede de poder no PSD tinha rebentado, todos com ou sem perfil, queriam chegar a líder! Mas afinal era apenas um presságio de bonança, após tremenda tempestade…

Se esta candidatura se confirmar, já encontrei, como muitos outros militantes, a minha candidata. Isto porque, o partido precisa de ganhar credibilidade junto dos portugueses, e mais do que isso, o país precisa de uma política crível, numa altura em que as alternativas a este Governo parecem não dar resposta às necessidades dos portugueses, com MFL acredito que a política portuguesa vai ganhar essa credibilidade e uma válida alternativa de Governo.

Mas nem tudo são maravilhas… Com MFL na liderança, começam novos e exigentes desafios.

A nível interno, será que as guerras internas chegarão ao fim? E haverá em definitivo apoio em torno do líder? Acredito, que isso vai depender da candidatura a aparecer da facção de Menezes/Santana, pois se um destes nomes se candidatar contra MFL, e perderem haverá finalmente condições para a unificação do partido.

Por outro lado, qual será a reacção dos portugueses a uma liderança feminina? E como será visto o regresso da antiga Ministra, que aos portugueses em geral não deixou lá muito boa imagem? Apesar destas interrogações se colocarem, na minha opinião, considero que ao ser mulher, e com todas as condições para desempenhar uma liderança, poderá representar uma nova era na política portuguesa, podendo criar efeito surpresa em 2009 (como sucedeu na Alemanha). Apesar da generalidade portuguesa ter uma má imagem da ex-ministra, ninguém põem em causa o seu carácter combativo, uma credibilidade intocável e persistencia no rumo definido (todos se lembram da sua inflexibilidade perante o défice).

Por fim, acho que MFL tem o perfil indicado para a liderança do partido neste momento, em que o populismo e o voto fácil (de promessas impossíveis de realizar), deveram ser deixadas de lado em prol de uma oposição seria e credível, acredito que MFL trará isto ao país.

Abraço a todos.

(Esta crise do PSD, num ponto de vista, até foi positiva pós os seus militantes em debates infindáveis e os imensos blog´s políticos a borbulhar, escrevendo-se e debatendo-se os possíveis cenários e definindo-se os seus candidatos... O PSD ACORDOU!!!)

jfd disse...

A mim, parece-me bem continuar a olhar de fora para dentro, deixar a poeira a assentar e esperar para me decidir.

Muito em que pensar... muito em que pensar....

Francisco Castelo Branco disse...

É um bom nome. Muito forte e competente.

Acho que com Passos Coelho o PSD vai ter uma directas interessantes

Discutindo ideias, debatendo o partido e propondo soluções. Sem ataques pessoais e mesquinhezes.

por isso é o PSD que vai ganhar estas directas..

E quem sabe o Pais em 2009.......

EM disse...

Espectacular. A dúvida que me subsiste é se Aguiar Branco vai continuar a sua candidatura.

Speeder_76 disse...

Vamos a ver... primeiro, quero que confirme a noticia. Segundo: a confirmar-se, será que o Menezes virá com a palavra atrás e avança? Ou acabará por ser Santana Lopes a avançar em vez dele?


Nâo quero ser o portador das mãs noticias, mas as inscrições ainda não estão fechadas... mas aparentemente, podemos ver alguma esperança.

Nélson Faria disse...

Dislates I

PORQUE NÃO AVANÇOU MFL ANTES
LFM tem esta magnífica herança: provou que não vale resguardar-nos da luta à espera que o Mordomo do Rei faça o trabalho de um monarca. Marques Mendes era para toda esta ala um bom capataz, que mantinha o partido no sítio até os ventos serem favoráveis.

LFM, com superior determinação, garra e mostra de confiança ganhou o Partido e mostrou a muita gente que não se podem demitir do seu dever.

Após o esfriar das directas, logo começaram as movimentações para preparar uma alternativa federadora. Primeiro reuniram-se várias pessoas, só depois se pensaria num candidato. A demissão de LFM exigiu que aparecesse um candidato forte desde a primeira hora: dois nomes apenas, só Rio e Manuela. E Marcelo já explicou porque não avançou Rio.

VANTAGEM DA CANDIDATURA DE MFL
No momento em que MFL ganhar o Partido (espero) os últimos anos apagam-se de imediato. MFL traz com ela uma aura de credibilidade, seriedade, respeitabilidade e capacidade e linha de acção política que de imediato contaminará a imagem do Partido.

Voltaremos a pensar na política e com a sua autoridade imagino que pocuso serão os que poderão despeitar com eco a sua liderança. Principalmente porque se antevê uma líder com muitas vozes prontas para transmitir a sua mensagem: Rio, Borges, Alexandre Relvas, Morais Sarmento etc...

Nélson Faria disse...

Dislates II

ONDE É MFL SUPERIOR A PASSOS COELHO
Já o disse em comentários noutros posts: PPC está com um percurso interessante e com um discurso apelativo. Não é federador o suficiente nem tem créditos governativos que garantam, instantaneamente, a recuperação da credibilidade do Partido e estabilidade interna.

O cenário da balcanização continuaria. Até porque não se conhece bem quem rodeia PPC, e isto conta e muito.

QUEM SERÁ O CANDIDATO ALA MENEZES
Na onda profética de outros comentários noutros posts, garantiram-me que haveria um candidato da ala santanista\menezista, e que a candidatura seria anunciada antes de quarta-feira. Sei que o bururinho e a insegurança é muita e a preferência, em caso de orfandade, vai para PPC.

Vou-me enganar, mas é o que a minha mente me diz desde o final de tarde de hoje:

- LFM retira-se para Gaia, recandidata-se e em 2009+1 vai tentar recuperar o Partido - numa onda eu estava a fazer um bom trabalho, só quando eles me tramaram é que descambou... viram como eles também não conseguem?(dependendo do resultado, óbviamente, mas penso que é isto que ele tem na cabeça);

- Santana, que não tem gaiola dourada e não vê grande futuro num PSD dominado pelos cavaquistas\barrosistas, sentir-se-á forçado a desperdiçar já o capital político que vem a acumular como líder do grupo parlamentar e arriscará tudo hoje.

Veremos se ele tem razão quanto às directas.

RESSALVA
Apesar da confiança e assertividade, confesso que não estou certo que MFL vença. Mas muito confiante e esperançado por acreditar que esta é A escolha!

polvo disse...

Partilho de boa parte das reflexões que aqui foram feitas sobre a disputa que vivemos para a liderança do PSD.

Manuela Ferreira Leite é um excelente nome. De facto, com ela o PSD recupera a sua credibilidade perante os portugueses e afirma-se na comunicação social. Mas tem 68 anos... O seu tempo, na minha modesta opinião já passou.

Ontem, apesar de continuar muito de pé atrás, gostei muito de Pedro Passos Coelho. Aquela agenda liberal agrada-me enormemente.

Cada vez mais vejo tudo a encaminhar-se para um duelo Manuela Ferreira Leite/Pedro Santana Lopes. É que Menezes esperava por Rio para tentar cilindrar o seu adversário de toda a vida. Não será desta. Talvez brevemente assistamos a essa batalha épica.

Cumprimentos aos meus amigos e amigas.

jfd disse...

Realmente Polvo, ouvir o Pedro ontem falar foi bastante agradável. Que postura!
Saber de Manuela Ferreira Leite foi uma pancada no estômago! Talk about porque agora... “Porque me fazes escolher agora, entre o antes e o futuro...”
Gosto dos dois!!!
Que injustiça ter de escolher um dos dois.
Sendo que a candidata tem o risco de vir com os apoiantes que não gosto.
Sendo que o candidato idem idem aspas aspas.

É tão bom ser um militante livre e poder escolher ;)

Inês Rocheta Cassiano disse...

EM, diz-se que Aguiar Branco não avança para apoiar a candidatura de Manuela Ferreira Leite e, sinceramente, é o melhor que tem a fazer.

Inês Rocheta Cassiano disse...

Notícia avançada pelo Sol: Manuela Ferreira Leite conta com o apoio de todos os eurodeputados sociais democratas, de acordo com declarações de João de Deus Pinheiro em Estrasburgo.

Anónimo disse...

Ainda falta um mês para as directas.
Muita chuva vai cair.
Acho que Manuela F.L. não é assim tão boa.
Os portugueses ficaram traumatizados c esta sra nas finanças e na educação, foi péssima. Com o meu voto não conta!

jfd disse...

Pegando na deixa deste famoso Anónimo (escreves em tantos blogs pah!);

Os Portugueses são masoquistas!
Ou como dizia o AB alguns posts atrás, os Portugueses têm memória curta!

Em todo o caso, MFL tem uma imagem com valores demasiado próximos de Sócrates! Autoritários, arrogantes, acertivos, dominam a coisa, controlam, decidem. Vai ser ela por ela. E com o PS a governar à direita. Senda ela vencedora, e candidata a PM, o que aconteceria???
Acho que poder-se-ia dar o caso de se escolher o que já se conhece...

Anónimo disse...

Foi esta SRª que subiu o iva de 16 para 19. Só quem tem memória curta é que vota nela. Tá tudo doido!

Anónimo disse...

O Aguiar Branco apareceu com tanta arrogância, com tanta vontade de governar Portugal, agora já não se candidata.
Esta gente não sabe o que anda a fazer, não sabem o que querem. Anda é a brincar aos políticos e a gozar com o povo. Rua com eles todos. O país precisa é de gente c sangue na gelra. Os licenciados e doutorados precários e desempregados, em vez de ficarem em casa a chorar,porque não tem emprego, tomem as rédeas deste país. Precisamos de sangue novo e gente com ideias. Agora lavadeiras de roupa suja, não!!! Só sabem é vir p praça pública lavar roupa suja.

Nélson Faria disse...

Foi de 17% para 19%.

Quanto às semelhanças com Sócrates uso as palavras de outrém:

Se se confirmar a candidatura de MFL, Sócrates deve preocupar-se. Tem contra si o original de que ele é apenas uma cópia forçada. Uma mulher que aparece aos olhos dos eleitores como sendo rigorosa, determinada e autoritária. Tudo o que Sócrates quis ser, mas sem uma vida de trapalhada no currículo.(...) Se o modelo concorrer contra a falsificação, resta a Sócrates voltar à casa-mãe.

Tânia Martins disse...

Sr anónimo duas notas:

Por vezes, existem situações em que se tem de tomar medidas para não se correr o risco do "navio se afundar"!

Tem razão quando diz que não se deve lavar a roupa suja, mas nem todos a andam a lavar, até porque alguns deles nem sequer têm a sua roupa suja!

Guilherme Diaz-Bérrio disse...

É verdade sim senhor: foi ela que subiu o IVA de 17 para 19%, assim que tomou posse como ministra das finanças...

Não entrando na enorme discussão de como este país em geral, e o estado em particular, vive muito acima das suas posses - como é visivel pelo buraco...perdão...deficit externo actual - já nos esquecemos que fomos o primeiro pais da UE a quebrar o pacto de estabilidade e que ela, enquanto ministra das finanaças, não teve outra opção?

Já nos esquecemos que tivemos perto de sermos multados de forma a sermos um "exemplo" para todos os outros, e que só tivemos alguma margem de manobra quando ganhamos a "companhia" da Alemanha e da França?

Em vez de a criticar por essa medida talvez devessemos apreciar a coragem da senhora, rara em politica portuguesa, de tomar medidas dificeis...

Paulo Colaço disse...

Ontem passei os olhos, muito rapidamente, pelo prós e contras. O tema era o clima quente no PSD.

Os quatro onvidados: Zita Seabra, Patinha Antão, Pedro Passos Coelho e Ângelo Correia.

Para não ter de escolher entre convidar PPC ou Ângelo Correia, a RTP optou por convidar ambos. 'Tá certo!

Paulo Colaço disse...

Exacto, caro Guilherme: se o país não precisasse absolutamente de medidas difíceis, Barroso nunca convidaria Ferreira Leite para o Governo.

Foi ela que escreveu o capítulo de Finanças do Programa Eleitoral?
Foi ela que andou ao lado de Barroso na campanha?
Foi ela quem propôs o choque-fiscal?

Em alturas complicadas, comvocamos os mais fortes. O PSD precisa da força de MFL.

Dirão alguns: o seu tempo já passou. Digo eu: há passados que tornam as pessoas incontornáveis no presente!

Guilherme Diaz-Bérrio disse...

http://www.tsf.pt/online/portugal/interior.asp?id_artigo=TSF191121

Carlos Carreiras, o presidente da distrital do PSD de Lisboa, uma das maiores do país, não confia nas capacidades de liderança de Manuela Ferreira Leite e afirma, sem especificar, que quando a ex-ministra liderou a distrital gerou situações que «não engrandeceram» ninguém.
(...)
Quanto a uma possível recandidatura de Luís Filipe Menezes, o presidente da distrital do PSD de Lisboa, uma das maiores do país, está convencido que Menezes «tem condições» para se apresentar de novo nas directas.


Perdi algum episódio da novela e o Carreiras "virou" menezista de repente?

Comments anyone? ;)

Anónimo disse...

Uma coisa que me alegra é q seja a MFL ou LFM ou PPC ou PA ou quem vir... um será eleito pelas bases. Cada militante expressará sua vontade. Assim, como foi com LFM e MM.

Paulo Colaço disse...

Curioso.
Eu desconheço a novela nem sei quem é que Carreiras vai apoiar.

Ontem ouvi uma conversa que pode fazer luz sobre posicionamentos de algumas estruturas: com Manuela Ferreira Leite não há grande à-vontade (nem possibilidade) para negociações de lugares, que é onde alguns pesos-plumas mentais se tornam pesos-pesados internos.

Não estou a ver alguém sentar-se com MFL e dizer-lhe: olhe, eu quero um lugar de vogal na CPN, uma secretaria-geral adjunta, três conselheiros nacionais elegíveis e um assento na jurisdição.

Alguém está a ver algo semelhante?
Não que MFL esteja acima dessa escolha de lugares, mas ela fala directamente ao eleitorado interno, podendo fazer menos falta a chancela dos líderes regionais.

E fará a equipa que entender.

Com outros candidatos poderá haver mais margem de manobra para entendimentos. Será nisso que alguns jogarão.

BaBy_BoY_sWiM disse...

Diz-se por aí que a ala de Menezes e Santana Lopes, isto é de "Sá Carneiro" querem que um desses se candidate. Caso contrário irão forçar Alberto João Jardim a se candidatar!

jfd disse...

Para não ter de escolher entre convidar PPC ou Ângelo Correia, a RTP optou por convidar ambos. 'Tá certo!

Explicações precisam-se! ;))

jfd disse...

Guilherme fiquei tão estupefacto como tu!!!!
Que raio......

polvo disse...

Só para recordar que quando Cavaco Silva ganhou as suas primeiras eleições legislativas o PS optou por eleger um Secretário Geral com características semelhantes às do Primeiro Ministro. Foi Vítor Constâncio o escolhido.

Não era pior em termos técnicos nem em termos políticos. Era igual e mal por mal os portugueses ootaram pelo que já conheciam. Resultado: o PS teve um dos resultados mais fracos da sua história.

Penso que com Manuela Ferreira Leite corremos o mesmo risco que o PS correu então. Austeridade por austeridade então fique o Sócrates. Temo só de pensar...

jfd disse...

Polvo concordo mil por cento contigo!

Revisitando parte do que escrevi:


Em todo o caso, MFL tem uma imagem com valores demasiado próximos de Sócrates! Autoritários, arrogantes, acertivos, dominam a coisa, controlam, decidem. Vai ser ela por ela. E com o PS a governar à direita. Senda ela vencedora, e candidata a PM, o que aconteceria???
Acho que poder-se-ia dar o caso de se escolher o que já se conhece...


Achei foi horrível o ataque do Mira Amaral à MFL... Ele e os clusters que vão a banhos.... :P

E o artigo do Soares? Boa comédia!

dalmata disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jfd disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dalmata disse...

Colaço a Santa Teresinha está a tentar beatificar-se, de novo, e só pela MFL vai deixar de ser Puta.

O que ela consegue, é de facto uma mulher fantástica. Subscrevo a tua analogia com a história da D. Rosa.

Acho que não devias permitir comentários anónimos. O anonimato é próprio dos pobres de espírito e sem coluna vertebral.

Para além de que a MFL aumentou o IVA para 19% mas o Sr. Eng.º chegou lá e subiu para 21%, depois de ter dito que não aumentaria os impostos.

Ps- A D. Rosa, como boa Tuga que é, não gosta de anónimos, nem de aldrabões...

jfd disse...

Dalmata ;) Sempre incisiva com a subtileza :) Gosto muito! LOL

Quanto aos anónimos, deixa-os ser!
O que seria dum bife, ou de um ovo estrelado, sem sal e pimenta q.b. ?!?!?!

Frederico Carvalho disse...

Ultima Hora:
Jardim já tem tropas para a batalha

As duas maiores distritais (Lisboa e Porto) do país oferecem-lhe as «tropas» que o madeirense precisa para ser candidato.

Vai ai guerra da boa... vem vem

jfd disse...

É verdade sim!
Eu tava lá e vi e ouvi!
Se o polvo ontem ficou confuso, hoje mata-se (salvo seja!)
LOL

BaBy_BoY_sWiM disse...

De acordo com o amigo do Jardim, no seu blogue Ultraperiferias. O Alberto não se irá candidatar!

Era excelente para o país o ter na oposição e possivelmente como 1.º Ministro!

Pedro Pimpão disse...

Mais do que pessoas temos que discutir ideias. Já vimos que não é a discutir estilos que lá vamos, por isso, o que temos que fazer é discutir a nossa ideia de Portugal e como vamos fazer progredir este belo rectângulo à beira mar plantado...

Nélson Faria disse...

Ainda que não seja tão categórico como o Pedro Pimpão ele recentra a discussão num ponto importantíssimo: já que vamos ter candidatos com o calibre que esperamos, venham as ideias.

Um abraço Pedro!

Mendonça disse...

Dá-me vontade de rir quando vejo os militantes do PSD a pedirem mudança, a reclamarem "uma alternativa", a solicitarem "um novo PSD", mas a ficarem a êxtase com o surgimento das mesmas caras de sempre. Agora a salvadora é Manuela Ferreira Leite. A "Dama de Ferro". Muito o PSD gosta desse sentido "dominador".

Pois bem,
Aqui assumo que a melhor solução para lavar a cara a este PSD é PEDRO PASSOS COELHO. O discurso é de ruptura. Vai ao núcleo essencial da questão: diminuir o peso do Estado na economia e nas dimensões sociais, e afastá-lo da vida privada dos cidadãos. Até que enfim que há alguém neste PSD que rompe com o discurso conservador dos últimos anos.

Espero, sinceramente, que os militantes não optem por mais do mesmo, quando têm alguém que pode ser, de facto, o rosto da verdadeira mudança!

jfd disse...

Aproveitando algumas das palavras do Mendonça (ele que não me leve a mal);

núcleo essencial da questão: diminuir o peso do Estado na economia e nas dimensões sociais, e afastá-lo da vida privada dos cidadãos. Até que enfim que há alguém neste PSD que rompe com o discurso conservador dos últimos anos.


"parafraseio a mim próprio";

tudo o resto é blá blá blá blá

Nélson Faria disse...

Este discurso não é novo nem inovador do PSD. Acredito que com PPC ganhe uma tónica diferente, daí gostar da sua candidatura.

Mas do lado de MFL temos Alexandre Relvas (Compromisso Portugal) e António Borges. O sector liberal não pode estar órfão com duas candidaturas com este cariz. Tem é de escolher qual o melhor PM para Portugal.

Rui Pinto Reis disse...

Eu acho que me vou mudar para Lisboa, só vocês é que me compreendem!
Estou rodeado por Santanetes e Menezistas com aspirações a aspirantes.

É mulher, mas é uma Mulher a sério.
Será desta que acabam as novelas dignas de horário nobre?

Nelinha vai em frente tens aqui a tua gente !

Chegou a nossa hora, a nós que caminhamos de derrota em derrota até agora, a VITÓRIA FINAL.

É o renascer do Partido, melhor só o Rio.

jfd disse...

he he he
Castiço!
Grande abraço pah!

RPR (again) disse...

Convém salvaguardar efectivamente o PPC é seguramente um óptimo candidato.
Não é o meu candidato por um motivo. Penso que convém recordar que apesar de ter sido um dos grandes líderes da JSD as pessoas têm efectifvamente a memória curta e talvez não se recordem dele e temos de pensar no futuro e precisamos de alguém com força para combater Sócrates.
O país exige uma pessoa austéra, séria, técnica e acima de tudo, sólida.

Manuela Ferreira Leite têm tudo isso. Têm o meu voto!

Como disse no post anterior, o PSD têm de se levantar agora. Esta deve ser a candidata da união.

jfd disse...

Isso já é outra conversa, fico-me pelo abraço :)))

Paulo Colaço disse...

Amigo Mendonça, mais uma vez te vejo "apaixonar-te" por um bom discurso.
Aconteceu com Santana e agora PPC.

Em verdade te digo (estou bíblico hoje) que não é de um bom discurso que o PSD precisa neste momento.
Precisa de uma liderança que una, que promova um chamamento da militância.

Uma candidatura agregadora.

Haverá disputa de liderança. Haverá divisão de votos. Mas se ganhar a Ferreira Leite essa divisão será a que menos se notará no futuro.
Qualquer outro resultado nao impedirá o continuar da guerra interna.