quarta-feira, abril 23, 2008

Até ao lavar dos cestos é vindima...

Alberto João Jardim pondera avançar para a liderança do PSD.
Fala-se no apoio das distritais de Braga, Porto e Lisboa.

E Santana também avançará?
Esperemos pelo Conselho Nacional de hoje.

87 comentários:

Manuel_Nina disse...

Desculpem-me a ignorancia, mas o Carlos Carreiras nao está com o Pedro Passos Coelho?

Margarida Balseiro Lopes disse...

Oh Nina, o site do Público actualiza, de hora a hora... :)

"À entrada, da reunião, que decorreu no Hotel Altis, em Lisboa, Carlos Carreiras repetiu que defende uma candidatura de Alberto João Jardim às eleições directas para a liderança do PSD. "Vamos conversar, somos as duas maiores distritais do país e temos responsabilidade na vida do partido, há toda a vantagem em estarmos os dois sintonizados para o futuro do PSD", explicou."

Nélson Faria disse...

Se AJJ avançar mesmo Santana apoia-o... se ele se candidatar melhor ainda.

Ontem à noite falaram-me pela primeira vez da candidatura de AJJ. Deu-me que pensar mas não o suficiente para alterar a minha posição.

Quero um PSD sério, coerente, estável, equilibrado, com argumentário sólido. Manuela Ferreira Leite é a candidata que melhor garante tudo isto.

Filipe de Arede Nunes disse...

No PSD está tudo louco.
Preocupa-me que em caso de candidatura de Alberto João Jardim este ganhe. É que o militante PSD gosta de ganhar e este homem ganha e gosta de um estilo caceteiro e ele tem.
A única diferença, é que a realidade madeirense não é a mesma da do resto do país. Eu nunca votaria em Jardim para Primeiro Ministro. Espero que este cenário não se confirme.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Nélson Faria disse...

P.S. Um partido é o que é... ainda dizem que precisávamos de ter os congressos de volta para voltarmos a ter animação ;)

Frederico Carvalho disse...

[qoute] "Quero um PSD sério, coerente, estável, equilibrado, com argumentário sólido. Manuela Ferreira Leite é a candidata que melhor garante tudo isto."

nem mais...

Se o Santana ou o AJJ avançar... Aí sim, é que vamos ter festa de arromba no PSD.
Agora sinceramente...
ANDA TUDO LOUCO ? ? ?

Já chega de sobreviventes. É preciso viver o PSD a sério.

jfd disse...

Já chega de sobreviventes. É preciso viver o PSD a sério.
Lembra-te desta tua frase meu caro amigo!!! Lembra-te :)))

Para mim, é tempo de dar lugar aos novos. Novas ideias, novos pontos de vista, novas formas de pensar e viver o PSD.
Por mais que me custe deixar de votar em A ou B. Sempre os terei no lugar especial que merecem. Mas agora, com licença; É a vez do futuro.
Tenho dito.

Margarida Balseiro Lopes disse...

Jorge,
Eu entendo que se deva dar um passo de cada vez. Para certos lugares é essencial maturidade e experiência política suficientes para fazermos vingar, para prosseguirmos com as nossas ideias. Não quero com isto clamar que nos perpetuemos nos lugares. Faz é tudo parte de um percurso que vamos construindo. Há que ter um capital de confiança e de credibilidade, de modo a que os portugueses possam voltar a dar-nos o seu voto em 2009.

Frederico Carvalho disse...

jfd

A Manuela precisa de algum tacho para viver da politica? O Morais Sarmento com os seus negocios precisa do PSD para viver?

É porque acreditam, certamente é porque acham pode podem contribuir.
Não vivem da política. Quando muito vivem para a Política.

Muitas candidaturas vai gerar expressões como esta:
"[Manuela Ferreira Leite] não tem manifestamente competência, do ponto de vista económico, para gerir o país".
Mira Amaral, ex-ministro de Cavaco Silva, "Diário de Notícias", 23-4-2008

E isto vai-se passar com todos os alvos a abater tendo em conta individualidades que tenham notoriedade publica e social para chegar aos orgãos de comunicação social.
Temo muito que em vez de elevar o nivel de discussão e de ideias, venha a descambar para opiniões de desconsideração a todos e cada um dos candidatos.

Frederico Carvalho disse...

"Mas agora, com licença; É a vez do futuro."

Adorei esta finalização :)

Paulo Colaço disse...

Isto está ao rubro.
A cada instante uma informação nova.

Veremos se AJJ é mesmo candidato. Este Conselho Nacional e horas seguintes serão cruciais.

Paulo Colaço disse...

Estou a ler os diversos comentários (sobre os diversos temas) aqui no Psico e repesco a citação do Eng. Mira Amaral.

Devo dizer-vos que não me estranha o azedume de Mira Amaral com Ferreira Leite.

Muito do que se irá passar nos próximos dias terá condimentos tais como o ciume...

Paulo Colaço disse...

Mais uma nota:
Menezes ganhou a Mendes porque os militantes do PSD queriam subir nas sondagens.
Os militantes teriam votado nele na alternativa fosse qual fosse o candidato contra o líder da altura.

Hoje, os militantes anseiam por credibilidade.

É nesse patamar que joga Ferreira Leite. É por isso que terá, tudo indica, uma vantagem muito grande.

AJJ não tem credibilidade? Claro que a tem. Mas se disputar esse lugar com Ferreira Leite pode ser problemático quer para um quer para outro.

Poderá ser a sorte grande para Pedro Passos: a divisão no campo dos candidatos com provas dadas.

Margarida Balseiro Lopes disse...

"Marco António Costa, revelou ter sido sondado por "algumas pessoas" para se candidatar à liderança. "Rejeito liminarmente", garantiu, de imediato, classificando a candidatura de Ferreira Leite como sendo "o fim do calculismo".
" in JN

E esta, hein?!

José Baptista disse...

Vamos ver o que as próximas horas nos vão dizer!

Sem dúvida que se o panorama lhes agradar, candidatas não faltarão!

Abraços e saudades da nossa psico agitação! hehe

Anónimo disse...

Alberto João????? Mas está tudo bêbado??

Frederico Carvalho disse...

Recebi uma sms gira à pouco:

PARA UM CARNAVAL IGUAL AO NOSSO PAIS IRMÃO, VOTA ALBERTO JOÃO :p

Nélson Faria disse...

Breve reflexão: não voto em pessoas por questões de género, raciais, geracionais ou etárias.

Qualquer destes argumentos cai pela base. Tenho dito

Anónimo disse...

Concordo com jfd o país e o partido precisam de sangue novo. Mas o AJJ é um prato. Sinceramente, há dias falava com uma amiga sobre país e ela dizia-me que país precisava de um ditador. Um semi-ditador. Se ele se candidatar pode contar c o meu voto.

jfd disse...

23 de Abril de 2008, 21:45

Lisboa, 23 Abr (Lusa) -- A direcção social-democrata vai hoje propor ao Conselho Nacional do PSD a realização de eleições directas a 24 de Maio e um congresso em Guimarães, entre 6 e 8 de Junho, anunciou o secretário-geral do partido.

Em declarações aos jornalistas, à entrada para a reunião do Conselho Nacional do PSD, num hotel de Lisboa, José Ribau Esteves salientou que a proposta da Comissão Política "é uma proposta aberta" e que o objectivo é obter hoje "um consenso" em relação ao processo eleitoral.

O presidente do PSD, Luís Filipe Menezes, anunciou quinta-feira à noite que iria propor a realização de eleições directas antecipadas a 24 de Maio e que estaria "fora da corrida".

Hoje, Ribau Esteves confirmou que essa é a data que a direcção do PSD vai propor aos conselheiros nacionais do partido.

Contudo, o secretário-geral do PSD afirmou que "há todo o espaço para se fazerem ajustamentos, nomeadamente de datas".

"Já estivemos a falar com todas as candidaturas conhecidas. Há uma perspectiva, já trocamos impressões, de trocar de 24 para 31, por exemplo", referiu.

Ribau Esteves acrescentou que a direcção do PSD vai também propor a constituição de "uma comissão eleitoral que acompanhe o processo, composta pelo secretário-geral e por um representante de cada uma das candidaturas".

O secretário-geral do PSD expressou o desejo de que a escolha do sucessor de Luís Filipe Menezes "tenha a máxima transparência" e seja feita na base da discussão política, da escolha das pessoas, da motivação e não das discussões "que estragaram tanto o processo eleitoral de há seis meses atrás".

Luís Filipe Menezes foi eleito presidente do PSD em eleições directas realizadas a 28 de Setembro, para um mandato de dois anos.

IEL.

Lusa/Fim

ps - Margot, muito melhor a nova ilustração do post ;)

Speeder_76 disse...

Vamos a ver... já estou a ver as coisas com mais clareza. É um combate entre "barões" e populares". Ou se perferirem, o PPD contra o PSD.


Que a Manuela Ferreira Leite é credível, é. E também tem outra vantagem: é inflexível. Contudo, não votaria nela, pelo facto de, quando foi ministra por duas vezes, ter passado uma imagem de durona, fria e distante. Pelo menos, fiquei com essa imagem.


Agora a hipótese "Alberto João": bom, se ele avançar, eu diria: "os Deuses devem estar loucos". Já lhe arranjaram as tropas... Ele é populista e truculento (apesar de um curriculo favorável na Madeira) Mas uma ilha não é própriamente o Continente, nem em termos de tamanho, nem em termos de população. E as táticcas tinham que ser outras...


No fim e ao cabo, perfiro o Pedro Passos Coelho. É jovem e tem experiência (ex-lider da JSD). Eu acho que é tempo da primeira geração dar lugar à segunda. Mesmo que não ganhe, gostaria que ele fosse o primeiro sinal do futuro.


Pessoal... demos uma chance aos populares. Deu no que deu. Agora precisamos de recuperar a credibilidade, ou de futuroperderemos o partido.

Frederico Carvalho disse...

Confirma-se:
Pedro Santana Lopes vai avançar.

Vamos ter uma grande disputa no PSD.

Ferreira Leite VS Santana Vs Pedro Passos Coelho

vai ser bonito, vai...

jfd disse...

PSD: "Estou aqui mais uma vez disponível para o combate" - Santana Lopes
24 de Abril de 2008, 00:26

Lisboa, 24 Abr (Lusa) - O ex-presidente do PSD Pedro Santana Lopes terminou hoje o seu discurso perante o Conselho Nacional do partido afirmando-se "mais uma vez disponível para o combate".

"Estou aqui mais uma vez disponível para o combate", declarou Pedro Santana Lopes, segundo relatos de quem ouviu a sua intervenção.

À entrada para a reunião do Conselho Nacional, que decorre num hotel em Lisboa, o presidente do grupo parlamentar do PSD escusou-se a esclarecer se vai ou não candidatar-se à liderança do PSD.

IEL.

Lusa/Fim

jfd disse...

Speeder disse
Eu acho que é tempo da primeira geração dar lugar à segunda. Mesmo que não ganhe, gostaria que ele fosse o primeiro sinal do futuro.


E que sentido enorme tem este pedaço de comentário às portas do virar de mais um 25 de Abril.

Porra, quando é que as coisas mudam?!?!!??!

Inovação disruptiva! É a necessidade que me vem à cabeça!
Conte-me quem sabe, o que se passou de novo neste CN? Oiço as declarações dos mesmos de sempre, a dizer o mesmo de SEMPRE!
SOCORRO!

Nélson Faria disse...

Não serei eu a relatar publicamente o que se passou no Conselho Nacional. ;)

Digo apenas que aconteceu o que aconteceu e, no essencial, a montanha pariu um rato. O calculismo de quem apoio LFM é demasiado grande para se atravessarem de imediato.

Agora coisas mais interessantes: como mensagem, a mudança é muito fraca.

Manuela Ferreira Leite dá uma aura de respeitabilidade, seriedade, coerência e estabilidade que mais nenhum dos candidatos pode oferecer. E, com o maior dos respeitos pelo cargo maior da JSD (instituição da qual sou dirigente), ter sido Presidente da JSD (mesmo tendo sido o melhor) não é currículo.

PPC vale pela mensagem e pela frescura que traz. Dificilmente é argumento suficiente para o catalogar como bom candidato a PM. Dificilmente seria o líder que apaziguaria o Partido e o unificaria. Dificilmente acabava com as políticas de facções.

Vejo nesta luta o combate pela alma do Partido, uma luta pela substância comprovada contra o fogo fátuo. PPC deve ir a votos, conquistar o seu espaço e respeitabilidade no Partido e na mente dos portugueses. Mas que vença o candidato mais sólido e mais capaz.

P.S. Digo sem qualquer hipocrisia: se PPC vencer não é um desastre, será um bom líder (acredito que sim). Mas não é o melhor que podemos oferecer ao País nem é a melhor solução para PM.

Nélson Faria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nélson Faria disse...

É verdade que mesmo um relógio avariado está certo duas vezes por dia, mas não posso deixar de salientar que acertei numa pequena profecia noutro comentário (se de facto PSL for candidato :)

Falando do candidato da ala menezista escrevi:

- Santana, que não tem gaiola dourada e não vê grande futuro num PSD dominado pelos cavaquistas\barrosistas, sentir-se-á forçado a desperdiçar já o capital político que vem a acumular como líder do grupo parlamentar e arriscará tudo hoje.

Veremos se ele tem razão quanto às directas.

[excerto de um comentário ao post UFFAAAA!, denominado Dislates II, publicado às quatro da manhã de terça-feira 22, a quase 48h de distância do CN]

Ricas disse...

Ola a todos, costumo ver o vosso blog , mas nunca escrevi. Sou militante do PSD e peço-vos que ponham juizo na cabeça desta gente...o país vai-se rir do PSd votar Santana Lopes ! O Pedro Passos parece ter mt potencioal, mas ainda nao provou nada p poder ser candidato a PM.
A única forma q vejo de reafirmar o PSD é c a Dra. Manuela F Leite !

Anónimo disse...

Santana??????
O PSD também chora....

Paulo Colaço disse...

Menina morena...

Anónimo disse...

A menina morena é a Manela?

Nélson Faria disse...

Boa pergunta...

Paulo Colaço disse...

Creio que não.
Até porque MFL não precisará de "colo" nem tentará adormecer os portugueses com "palavras amenas"

:)

Paulo Colaço disse...

A rapaziada goza com o "Guerreiro Menino" mas alguns sabem mais essa letra que as letras dos hinos tradicionais ehehe

Diogo Agostinho disse...

E quem dá o carinho?

Paulo Colaço disse...

E a ternura?

Margarida Balseiro Lopes disse...

Eu penso que pode ser o Pedro Passos...

José Pedro Salgado disse...

Mas ela bem que sabe que um "homem também chora".

Ao que a Sábado noticía hoje, ela já fez o Figueiredo Lopes chorar em pleno Conselho de Ministros.

Nélson Faria disse...

A SÁBADO noticiou ontem Zé Pedro, tu é que só leste hoje. (excepcionalmente foi para as bancas ontem e não 5ª feira)

P.S. Este post já descambou, não sei se os engraçadinhos se aperceberam disso

Margarida Balseiro Lopes disse...

"Sou candidato"

Santana Lopes avança para as directas para a liderança do PSD.

Para que não restassem dúvidas. O que achais meus caros?

frederico carvalho disse...

vamos cair no descredito!

(é para manter o seguimento de frases curtas)
next ->

Inês Rocheta Cassiano disse...

mas agora todos querem ser líderes do PSD? esta quantidade de candidatos começa a assustar-me...

Paulo Colaço disse...

Creio que são apenas 3.
Patinha Antão dificilmente se poderá considerar candidato.
Se forem apenas 3, não será inédito.
Aconteceu, pelo menos, já duas vezes: Nogueira/Barroso/Santana e Barroso/Santana/Mendes.

frederico carvalho disse...

O pintainhas e o netinho estão a aparecer para depois serem convidados para as listas a deputados.

No final será
Manuela
Vs
Santana
Vs
Pedro Passos Coelho


Fica mais dificil para a manuelinha

Nélson Faria disse...

(esqueci-me do smile no comment ao zé pedro - sorry :)

Fico muito feliz com a candidatura de Santana Lopes. Finalmente um embate esclarecedor que tirará todas as dúvidas sobre que PSD queremos.

Estaremos nós à altura da pergunta? E será que iremos sobreviver à resposta?

P.S. Um amigo dizia-me ontem, como brincadeira: Isto é PSD vs PPD vs JSD lol

José Pedro Salgado disse...

Tenho a dizer que esta confrontação seria a ideal num mundo sem cacique. Qualquer uma das candidaturas apela a mundos muito diferentes e, a serem levadas a sério, devem causar um debate interessante.

Nélson:

I stand corrected...

Nélson Faria disse...

O Zé levanta uma das maiores questões da estrutura do nosso partido, apenas abordada em surdina nos nossos corredores: o cacique limita a eleição.

Eu não receio o cacique em directas. É óbvio que há esferas de influência e que haverá pessoas que irão persuadir terceiros. Não o nego.

Até hoje só equacionámos dois métodos: directas ou congresso. Imaginemos que X tem 20 pessoas na sua área de influência, isto é, pessoas com quem fala, discute e convive frequentemente e que constantemente trabalham juntos e partilham uma determinada visão do que deve ser o PSD.

Se houver congresso, e se X for candidato numa lista, ainda que haja divergências quanto ao candidato que melhor servirá a visão de todos, são pessoas que se mobilizarão para eleger X como delegado ao congresso. X está
a desvirtuar a vontade dos militantes.

A mesma situação mas com directas é, para mim, bastante melhor: há a mesma lista de delegados ao congresso, e no conclave X apresentará a visão comum a este grupo. Ponto positivo: cada um, de forma consciente, escolherá o seu líder.

xana disse...

As directas estão mais a "salvo" do cacique, mãs não a 100% (claro...).

Acho muito interessante esta disputa, e concordo em absoluto com o Né porque os militantes vão realmente escolher o PSD que querem (ou o PPD-PSD que querem...).

É de louvar e que após esta eleição, todos se omportem à altura do combate para 2009 e parem de matar o partido aos poucos, porque se assim continuarem sem acietação dos resultados expressos pelos militantes, o PSD não vai lá.

E mais, o que se passou com Menezes foi um bocadinho "olho por olho, dente por dente". Ele fez a Mendes, agora fizeram-lhe a ele.

Já chega. Que tudo se clarifique, quem quer estar, está, quem não quer que saia.

Speeder_76 disse...

Bom, axcho que todos se definiram. As três facções vão a combate, cada um com as suas tropas. Veremos quem ganhará, mas eu sei que, com Santana a votos, aas coisas são muito arriscadas. Muito arriscadas mesmo.


Quereremos repetir o mesmo erro?

António Pessoa disse...

Não conheço o Pedro Passos Coelho, dificilmente votaria nele para Primeiro-ministro.
Santana Lopes, conheço. Logo, jamais o elegeria PM.
Manuela Ferreira Leite parece ser a que tem mais condições para governar e ser alternativa a Sócrates.
Quanto ao Patinha e ao "seu" Neto, são os "bobos da corte" não é?

jfd disse...

A mim parece-me que esses dois candidatos merecem um pouco mais de respeito da nossa parte não?
Parece-me!

jfd disse...

Efeito Halo->
Efeito Halo é a possibilidade de que a avaliação de um item possa interferir no julgamento sobre outros fatores, contaminando o resultado geral

Conceito:
É um tipo de erro de avaliação em que o avaliador utiliza o mesmo valor para o desempenho do funcionário em várias dimensões, embora só tenha certeza em um número limitado de dimensões de desempenho. O "Halo", neste caso, serve como uma tele que impede o percebedor de realmente ver o traço que está sendo avaliado.

Por exemplo: dizer que um funcionário tem um excelente desempenho só porque ele nunca chega atrasado ao serviço.

Normalmente o efeito halo é considerado o mais sério e o mais difundido de todos os erros de avaliação.



Reproduzido apartir de:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Efeito_halo

Filipe de Arede Nunes disse...

Estas eleições cada vez são mais decisivas para o futuro do PSD, ou pelo menos são decisivas para a minha continuação como militante do PSD.
Não estou disposto a tudo. Há aqui uma clara necessidade de escolher entre formas de estar na vida e na política.
Se a maioria dos militantes do PSD votar Santana - depois de terem eleito Menezes com as consequências que se conhecem e depois dos 6 meses de Santana como Primeiro Ministro - então claramente eu não me enquadro mais neste partido.
Como já tinha dito anteriormente, esta eleição, para mim, é uma guerra. Atenção que as batalhas vão começar.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Anónimo disse...

Rapaziada, depois do comentário do Arede, já sabem:

Bute a apoiar o Santana...

Nélson Faria disse...

Rui Rio acabou agora mesmo de estar na Grande Entrevista. Recomendo a todos que a vejam. Frontal, directo, sem fugir a questões incómodas. Rui Rio é, sem dúvida, o dirigente do PSD com que mais me identifico.

http://ww1.rtp.pt/multimedia/index.php?tvprog=1436

Fiquei particularmente sensibilizado para um ponto que Rio faz quando aborda as duas candidaturas lógicas. Para Rio apenas as candidaturas de MFL e de PSL são lógicas, sublinhando o respeito que tem por PPC e pela sua candidatura, mas que é MFL e PSL quem simboliza a verdadeira luta pela alma do partido.

Sérgio Ribeiro disse...

O desgoverno da ala do xantana e do mainezes é total: avançam patinhos, netos, o tio pedro e se calhar até o vôvô Alberto, que não tem nada que fazer na Madeira.

É o desgoverno e o descrédito total, nem sabem falar uns com os outros.

dalmata disse...

O Momento do Guerreiro menino foi lindo, meninos.

Toda a gente sabe que o Mira Amaral tem um ódio de estimação à MFL.

Continuo a não suportar anónimos, ainda por cima que falam sobre os comentários dos outros.

O que Rio disse, Né tens razão, faz todo o sentido e poucos perceberam, esta é mesmo uma batalha (a batalha) pela alma do PPD-PSD e é mesmo, só, entre MFL e PSL. Acreditem também que é a última, é agora que nos erguemos ou o Partido acabou...

Frederico Carvalho disse...

O Rui rio, esteve muitissimo bem na Grande Entrevista.
Confesso que tive uma certa ansiedade em ver. E quando toca o telefone, ou aparece algum imprevisto, neste tipo de casos, bem pode esperar porque a minha atenção já está reservada. Até me chateia ser incomodado :)

A particularidade de Rui Rio, é realmente a transparencia e a forma responsável com que abertamente manifesta a sua opinião.

Gostei da preocupação em explicar com clareza as razões pela qual não é candidato, reconheçendo que o problema não era vontade. Era o timming.
1) "Estou convencido que Manuela Ferreira Leite, neste momento de historia do partido, é a pessoa mais unificadora.
2) "Assumi um compromisso com a Câmara do Porto, e se eu defendo os mandatos até ao fim, não vou sair a meio"
3) "Familia."


Entretanto vi a entrevista do Neto na RTP2 e ainda apanhei um bocadinho do Pantinha Antão na RPN.
E pergunto-me... quando é que estes senhores vão perceber que se devem retirar.
Só uma frasezinha do Neto "Eu não preciso do aparelho, não preciso do apoio das distritais, concelhias ou outras estruturas organizadas. Eu quero dar ideias, e combater o Eng.Sócrates em 2008. Perdão em 2009"



Eu vou confessarmos uma coisa desagradável. Estou cada vez mais pasmado com a mediocridade de representantes politicos e de pessoas que o PSD veio a dar relevancia nos anos de historia.
Pior, deparo-me com uma estrutura tão desorganizada no seu património que tambem isso me pasma.

Margarida Balseiro Lopes disse...

"Passos Coelho teve pequeno-almoço com Ângelo e Menezes
A entrada de Pedro Santana Lopes na corrida à liderança do PSD está a dividir os apoios da ala menezista. Muitos membros da direcção de Luís Filipe Menezes, como Fernando Seara ou Ribau Esteves, apostam na candidatura do actual líder parlamentar, mas a verdade é que nomes como os de Ângelo Correia e Marco António, líder da distrital do Porto, vão estar ao lado de Pedro Passos Coelho

Ontem mesmo, depois da maratona do Conselho Nacional, Passos Coelho juntou-se ao pequeno-almoço com Ângelo Correia, Marco António e o próprio Luís Filipe Menezes.

Com Jardim e a Madeira a apoiarem Santana, este fraccionamento do aparelho menezista do partido pode favorecer a candidatura de Manuela Ferreira Leite, que já escolheu para seu director de campanha Luís Marques Guedes, ex-líder parlamentar do PSD.

A ex-ministra das Finanças também já tem sede de candidatura, que será na Avenida dos Defensores de Chaves. Quanto a Passos Coelho, terá a sua sede no Campo Grande.
" in Sol

Frederico Carvalho disse...

é hora de ver quadratura do circulo...

hihi, hoje é um dia em casinha, em cheio

Nélson Faria disse...

Inquérito online do Público (ainda a decorrer)

Quem é o melhor candidato à liderança do PSD

LFM 9% 549 votantes
MFL 30% 1923 votantes
PPC 8% 511 votantes
Aguiar Branco 1% 77 votantes
MRS 13% 862 votantes
António Borges 5% 324 votantes
Rui Rio 15% 976 votantes
PSL 7% 466 votantes
Outro 11% 706 votantes


Clarificador não? Agora que falem os militantes.

Margarida Balseiro Lopes disse...

Estou espantada com a votação do António Borges... ;)

jfd disse...

Espantado estou eu com a importância dada a um inquérito online !
Isso é falta de assunto?
:)))

Paulo Colaço disse...

Se contarmos para Ferreira Leite os votos de Rui Rio, Marcelo Rebelo de Sousa, António Borges e José Pedro Aguiar Branco (todos seus apoiantes) o quadro fica assim:


MFL - 4162 votantes - 65.09%
LFM- 549 votantes
PPC - 511 votantes
PSL - 466 votantes
Outro - 706 votantes

Nélson Faria disse...

Não quis fazer esse exercício Paulo, mas também fiz esse cálculo.

Quem viu a Quadratura do Círculo? Penso que o ataque de António Costa mostrou claramente quem os nossos inimigos mais temem como líder do PSD: António Costa disse que MFL não tinha qualidade para ser mais que SE do Orçamento e que não se lhe conhece linha de pensamento sobre os problemas do País.

Clarificador não? Agora que falem os militantes.

Nélson Faria disse...

P.S. Sobre os outros candidatos, António Costa não fez mais que uns comentários en passant.

Clarificador, não? Agora que falem os militantes.

Nélson Faria disse...

Cara nova, velhos hábitos

PPC pretende afirmar-se como a candidatura de ruptura, da nova forma de fazer política.

Corro o risco de ser tremendamente injusto, mas parece-me que a escolha para Mandatário Nacional da Juventude de PPC ter recaído sobre Luís Menezes, filho do Presidente demissionário, não é o melhor indicador para a afirmação de uma candidatura que vale pela frescura da mensagem e pelo romper com velhos hábitos.

Se estiver tremendamente enganado peço que me corrijam pois não conheço Luis Menezes nem a sua linha ideológica. Não quero ser gratuitamente injusto, mas não me parece ser um passo no melhor sentido.

jfd disse...

Engraçado... Não querendo ser, já o foste..

shame on you!

Nélson Faria disse...

Aguardo esclarecimentos pela escolha. Se não os houver, não estou a ser injusto.

Não falo de cor nem digo coisas para me sentir bem comigo próprio. Penso que é uma pergunta pertinente e legítima.

Aguardo esclarecimentos em vez de ataques a uma pergunta educada e bem fundamentada.

jfd disse...

Eu se fosse a toi não aguardava esclarecimentos! Exigia!, e JÁ!

Quanto aos insultos, já mudavas de disco... Mas pronto. C'est la vie .

Bom resto de dia da Liberdade para ti!

Nélson Faria disse...

Há que pesar o que se diz e como se diz. E ter cuidado quando se diz que outros tiveram comportamentos vergonhosos (penso que li bem, apesar de teres escrito em inglês).

Eu aguardo esclarecimentos, não obrigo ninguém a nada. Até porque esta situação devia preocupar muito mais os apoiantes de PPC, coisa que não sou.

Mas o silêncio também pode ser clarificador, não? Agora que falem os militantes.

Sérgio Ribeiro disse...

O comentário do JFD é mau. Responde se quiseres, a perguntá é fixe e não d+oi.

K xena!

jfd disse...

Né está um dia lindo, não faças tempestades.

Tu sabes muito bem o que quer dizer um shame on you de mim para ti.

Se os devia preocupar a eles, porque levantas o assunto? ;) -> repara que este smiley leva um piscar de olho (direito!). Queres é conversa :)

Ps - Sérgio, tudo tranquilo, pelo menos da minha parte.

Nélson Faria disse...

Se não houver quem faça perguntas incómodas corremos o risco de ver os infractores passarem impunemente.

É por me conheceres que me espanto pela leviandade do comentário, principalmente alguém que apoia PPC.

José Pedro Salgado disse...

Caro Sérgio Ribeiro:

Não sei se é cliente habitual do Psico, mas se reparar com atenção em posts anteriores (sugiro os primeiros referentes às eleições norte-americanas) reparará que, se discutir tipo o Statler e o Waldorf dos Marretas fosse desporto olímpico, o Nélson e o JFD levavam o ouro para a competição de pares.

Aliás, destes despiques costumam até sair discussões com algum mérito (sendo que de outras vezes são somente uma breve sucessão de chistes de parte a parte).

Depois deste breve interrégono, voltamos à nossa programação habitual...

jfd disse...

Salgado, 5 estrelas :) ROTFL

Né compreendo que tenhas percebido como leviandade. Mas num era :)

É muito fácil terminar com "agora que falem os militantes", a quem está, legitimamente, na pole position :)))

Assim como também é legítimo que eu te moa o juízo!

Mas agora a tua resposta merecida:
Não sabia e fiquei a saber por ti! Aliás há muita coisa que ainda não sei, e anseio por saber. Aguardo por segunda, quando tudo me será esclarecido. Aí estarei mais às claras. Até lá, e como não tenho informação privilegiada, só sei o que sabes que eu sei :)
E pelos vistos sabes muito, já me defines como apoiante publicamente e tudo :)

Ai ai ai !

Sérgio Ribeiro disse...

Já vi 1a ou 2 vezes. Axo uma boa pergunta, só isso. E keria perceber.

Nélson Faria disse...

Cara Nova, velhos hábitos II

O filho de LFM será mandatário para o Distrito do Porto e não para todo o País.

Tinha a minha informação errada da primeira vez.

Mas não deixa de ser um comportamento estranho.

Speeder_76 disse...

Essa do filho do LFM ser mandatário também tinha ouvido ontem à noite, numa agradável conversa de bar, com um pessoa conhecida (a Guida sabe quem é).


Confesso que não esperava tamanha hostilidade por parte dos menezistas ao Santana. E mais espantado estou, vendo a sua "despreocupação" em relação à esta falta de apoios.


Agora, temo que esta transferência de apoios para o PPC seja má. E sabem porquê? Porque é mais para queimá-lo do que conseguir ganhar a liderança.


E já agora: o Alberto João ainda não disse que não é candidato? Se não disse, então é perigoso... a balcanização é cada vez mais um facto.

Frederico Carvalho disse...

O mandatário para Lisboa, do PPC nem é preciso pensar duas vezes :p deve andar maluco...

Entretanto porque é preciso conhecer o discurso de outras candidaturas, Santana Lopes fala hoje às 22h na SIC.

Nélson Faria disse...

E PPC, há mesma hora, no Canal 2.

jfd disse...

Ai ai ai a pressa de falar mal da candidatura do próximo...
Sempre ouvi dizer que quem vai à frente não precisa de se preocupar com o resto.
Ou é mesmo implicância?

Já agora quem quiser que veja hoje pelas 22h na RTP2 a entrevista a Pedro Passos Coelho no Jornal 2. Completando a informação veiculada pelo Fred.
Aproveito também para informar que MFL lançará a sua candidatura pelas 18h na sede Nacional, Segunda Feira (estou certo não é?).

Nélson Faria disse...

Mas alguém falou mal da candidatura de PPC? Ou fizeram-se perguntas legítimas? E Luís Menezes é ou não é mandatário jovem de PPC? São questões importantes às quais eu gostava que pessoas interessadas dessem outra relevância. É uma pena que sejam tão minuciosas na avaliação de uns e tão desleixadas quanto a outros.

Se o mandatário jovem para Lisboa do PPC for o Presidente da Distrital da JSD é uma óptima indicação. É alguém capaz politicamente e que há muito aguarda uma candidatura de PPC.

E este elogio vem de quem aguerridamente vigia os seus 6 anos como Presidente da Distrital da JSD - Lisboa.

jfd disse...

Eu? Não avaliei ninguém. Não é para mim certamente.

Quando ao resto do comentário, toma lá mais um ;) daqueles com um piscar de olho!

Nélson Faria disse...

Vi agora na net a entrevista de PPC no Jornal 2 de ontem à noite. Confirma-se o que temia: PPC recorre ao mérito de Luís Menezes como jovem economista, ainda que não tenha currículo na JSD, para ser seu mandatário.

Mais uma vez a ressalva: não conheço Luís Menezes nem o seu currículo. E a escolha pode ter sido por estas causas.

Mas é suspeita, sem dúvida alguma. E é um mau indicador de como PPC vê a sua candidatura a Presidente do PSD.

Paulo Colaço disse...

Dois ou três dias muito atípicos, com presenças breves e esporádicas na net, afastaram-me desta e de outras postas.
Perdi o rasto a algumas.

Aqui fica uma nota.
O filho de Menezes ser mandatário de PPC até nem é uma barbaridade. Cada um tem os apoios que entende mas depois não se queixe da imagem com que fica.

Margarida Balseiro Lopes disse...

O apoio do filho de Menezes não deixa de ser um indicador importante para perceber o alcance da candidatura de PPC.

Quanto à entrevista do Rio: muito boa! De uma clareza e frontalidade estonteantes, sou sua fã.