sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Universidade Europa




Este fim-de-semana traz-nos mais uma acção de formação para jovens quadros da família laranja.
A JSD e o GEPSD (Grupo Europeu do PSD) criaram a Universidade Europa.
A Europa pós Tratado de Lisboa é o grande tema, sendo reciclagem de conhecimentos para uns e verdadeiro baptismo de fogo para outros, nestas matérias.
O Prof. Deus Pinheiro e a Deputada Zita Seabra são dois dos oradores. Um abraço aos promotores, Carlos Coelho e Pedro Rodrigues, e votos de bons trabalhos.

61 comentários:

Paulo Colaço disse...

Caras e caros Psicóticos e restantes bravos presentes no evento de Cantanhede, esperamos notícias vossas.

João Paulo Torres disse...

Saudações Sociais Democratas!!
Sem dúvida, após Universidade do Poder Local e Universidade de Verão, mais uma grande iniciativa!! Nesta não estarei, mas ficarei à espera dos relatos de quem lá está.

Bruno disse...

15/02/2007 – 20h15m

Já só faltam 25! Já se sabe que as universidades do Reitor Carlos Coelho costumam funcionar sem a normal tolerância social-democrata no que diz respeito ao cumprimento de horários. Mas sabemos que a saída dos locais de trabalho/estudo, conciliada com o trânsito normal de 6ª feira não ajudam nada. Ainda assim, o jantar é às 21h e estará toda a gente, é certo!

O convívio começou de imediato e a interjeição mais ouvida foi “Ooooh!” de cada vez que se encontrava alguém conhecido. A verdade é que estas acções de formação começam a ser costume no Universo Jota/PSD e isso faz com que comecem também a ser um bom ponto de encontro para velhas e novas amizades!

O ambiente é óptimo, o espírito é fantástico! Mas isso é apenas um tónico para retemperar energias porque o trabalho… esse é mais que muito! E começa já a seguir, com um jantar que vai contar com uma “aula” do Prof. Doutor João de Deus Pinheiro, ex-MNE, ex-Comissário Europeu e actual Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Popular Europeu.

O jantar-conferência vai permitir uma reflexão sobre as fronteiras da Europa. Vamos ficar a saber mais sobre isso. Duma coisa estamos certos: no final desta Universidade, a fronteira entre as amizades que aqui fizermos e o sentido de família serão, como já é hábito, muito ténues…

Paulo Colaço disse...

Estes reencontros são das melhores facetas da política!

:)

Bruno e psicóticos, enviem um abraço meu à malta!

Tiago Sousa Dias disse...

Cheguei!!!

Inês e Elsa disse...

Nós também! Tiago, ouvimos dizer que a viagem foi córtida soce!

Inês e Elsa disse...

Nós também! Tiago, ouvimos dizer que a viagem foi córtida soce!

Tiago Sousa Dias disse...

Foi tótil de córtida soice. Yodamen nês

Margarida Balseiro Lopes disse...

Já terminou o jantar com o Dr. João de Deus Pinheiro.

Turquia e o problema da elasticidade da Europa, Tratado de Lisboa e o papel do nosso país no contexto europeu foram algumas das questões levantadas.

No ar pairou um saudável ambiente de descontracção, aprendizagem e ansiedade pelo dia de amanhã.

Bruno disse...

Grande aula de Deus Pinheiro. Divinal, Deus! Confesso até que me surpreendeu pela positiva, na simpatia e na dinâmica. Não no conhecimento que, como é óbvio e eu já esperava, é imenso.

Não esqueçamos que tem um curriculum ímpar: Ministro dos Negócios Estrangeiros, Comissário Europeu e Deputado Europeu!

O Professor Deus Pinheiro enfrentou de frente as questões (pertinentes) dos alunos, falou das questões mais polémicas como a adesão da Turquia e as relações com os EUA e enquadrou o papel da Europa como um parceiro global que se ocupa de áreas como a diplomacia, solidariedade e acção humanitária, estabelecimento de relações económicas e geo-estratégicas com vizinhos e blocos emergentes, respeitando o papel dos americanos como garantes da segurança mundial.

Grande pergunta a da Psi-Elsa, muito clara e atacando a questão turca de frente e tocando nos pontos críticos. O nosso professor acabou por assumir que, para ele, o namoro não vai dar casamento mas antes uma união de facto...

Elsa disse...

Grande aula!

O Dr. João de Deus Pinheiro surpreendeu pela frontalidade com que respondeu ás questões colocadas.

A sua mensagem foi clara: mais do que absorver a sua exposição, visão sobre a Europa, enquanto jovens temos a responsabilidade de ousar repensar a Europa, o que queremos dela, que caminho queremos seguir num amanhã que será o nosso presente como decisores, "construtores" deste espaço comum.

Por agora os trabalhos prosseguem em ambientes bem animados...

Bruno disse...

16/02/2008 - 04h23m
(sim, estamos em 2008 e não em 2007 como eu escrevi no 1º comentário... e ninguém reparou...)

Bar do hotel, wi fi zone...

O Salgado tá aqui ao lado a mandar uns bitaites à Margot que tá a preparar a pergunta para fazer amanhã mas que fez uma pausa para falar com o Colaço...

A Elsa foi dormir agora e a Inês já tinha ido porque não se estava a sentir bem...

O Tiago está a desencaminhar uma criança de 18 anos levando-a pelo caminho dos jogos de cartas... (o Sr. Presidente da Jota também lá está mas ele não desencaminha ninguém porque os jovens portugueses são a sua missão!).

Amanhã vai ser um dia em cheio!

Bruno disse...

Ah! O Né está em parte incerta...

Bruno disse...

Descobrimos por cá o Vermouth e o Polvo que são psico-comentadores assíduos. O Vermouth é parceiro de quarto do Salgado e o Polvo esteve comigo a meter papelada em envelopes...

Paulo Colaço disse...

A isso chama-se Psico-Promiscuidade.

Já se falou de federalismo?

Bruno disse...

Eh pá, se tivesse visto a pergunta ontem respondia-te logo... Agora, depois de 3 horas de sono, tenho que consultar os apontamentos porque tenho a ideia que o Deus Pinheiro passou por lá mas muito, muito ao de leve...

Bruno disse...

Só pa avisar que o Manuel Nina acabou de fazer uma intervenção do caraças: aproveitou o facto de poder colocar uma questão na Conferência sobre Alterações Climáticas e Energias Renováveis (com José Eduardo Martins) para mencionar uma experiência de poupança de energia que realizou no seu quarto. Chegou à conclusão que apesar de passar frio durante 3 meses só poupou o suficiente para beber 3 imperiais... Há apartes que valem a pena :P

Bruno disse...

O Psico tá a bombar forte por aqui. 3 psicóticos a aproveitarem o tempo disponível para colocarem questões de forma voluntária ao Professor da aula de Ambiente!

Vermouth disse...

Pois é, finalmente descoberto... Quanto à Univ. Europa, tudo perfeito!!! Venham mais iniciativas deste âmbito, que tanta falta fazem...

Elsa disse...

Sim de facto a intervenção do Nina foi muito á frente.

Para já, de caminho para o almoço deixo a conclusão desta manhã: Há de facto um efeito do homem sobre as condições climatérias. Importa (mesmo para os mais afastados do direito:P) ter bem presente o principio da precaução, isto é, perante a dúvida vale mais ter cuidado, não abusar.

A questão de fundo reside na consciencialização para a poupança de energia e isso está ao alcançe de todos!

Paulo Colaço disse...

Do programa, segue-se a aula com o Deputado Europeu Silva Peneda.
Vão ouvir falar de emprego na UE.

Não posso falar perguntas mas gostaria de saber o que pensa ele das reservas que os sindicatos portugueses demonstram quanto à flexigurança.

José Pedro Salgado disse...

Fenomenal!

Cada vez mais me convenço que só sei que nada sei.

Nunca fui um entusiasta do debate ambiental (não obstante lhe reconheça a importância), mas a aula de hoje do Dr José Eduardo Martins conseguiu inspirar-me mesmo a mim (bem como fornecer uma extensa bibliografia para me enquadrar no assunto).

Quanto ao Prof. João Deus Pinheiro, pouco há a acrescentar ao seu mérito próprio. Mas a visão e a clareza com que a transmitiu foram memoráveis.

Bruno disse...

Sobrea bibliografia e pedindo desde já desculpa por erros ortográficos, as recomendações foram:

- "Sobre a Terra" de Ricardo Garcia, jornalista
- "O Mundo sem Nós" de Alan Weisman
- "Stabilization Wedges: Solving the Climate Problem for the Next 50 Years with Current Technologies" de Robert Socolow & Stephen Pacala

Bruno disse...

O Silva Peneda já falou de flexigurança. No final venho cá dizer mais qualquer coisita ;)

Bruno disse...

Ah! A Pita Cassiano pediu-me para referir o facto de haver 4 psicóticos sentados na 1ª fila. Tão feitos uns betinhos...

Paulo Colaço disse...

Quero nomes e moradas!

Bruno disse...

estão naquele link que te mandei para a Base de Dados da PJ ;)

Bruno disse...

Colaço,

Silva Peneda acaba de dizer que defende a Flexigurança (com as devidas adaptações em relação ao modelo original dinamarquês) porque defende um mercado de trabalho regulado.

(ainda bem que nosso professor safou isto e pudemos evitar o descambanço que já se adivinhava...)

Paulo Colaço disse...

Aguardo as vossas fotos para publicarmos algumas.
Psicóticos e restantes amigos, toca a fotografar e a enviar para psicolaranja@gmail.com

Paulo Colaço disse...

Nota: estas foram enviadas pelo Duarte Marques.

Bruno disse...

A malta veio cá para aprender, não foi para fotografar :P

xana disse...

Pois Bruno, é bom que não tirem fotos... assim comprometiam a tua sessão árdua de busca pelo conhecimento...

:p

Bruno disse...

Xana, não percebi... árdua?!?!

Anónimo disse...

árdua: dificultosa, trabalhosa, custosa...

Bruno disse...

Caro Anónimo-Porta-Voz-da-Xana,

Obrigado pela ajuda mas não ajudou. A Xana sabe o que é que eu estou a perguntar ;)

Tiago Sousa Dias disse...

Bom acho que ainda não tinha comentado aqui mas cá vai uma opinião sincera:
Esta Univ. Europa está a ser fantástica em termos de conteúdos. A participação (note-se que a esmagadora maioria dos participantes já esteve na UV e por isso já sabe o que a casa gasta) é enorme. Hoje à tarde houve, números não oficiais, 48 intervenções durante quase 3 horas. Eu fui o último.
Pessoalmente a mim não penso que me esteja a correr como gostava. Fiz até agora 3 intervenções sobre temas que não eram os mais prementes porque tive o azar de ser relegado para as últimas intervenções obrigando-me a puxar pela imaginação. Hoje por exemplo, enquanto se discutia o Tratado Europeu entre outros assuntos, lá me vi obrigado a falar sobre a (falta de) autoridade das instâncias europeias que criam assim um sentimento de distância para com as instituições, tudo isto no quadro da politica de concorrência. A questão é muito gira, muito importante, mas nada atractiva para a Univ. pelo que fiquei um pouco desanimado.
Amanhã terei a minha primeira (e última) oportunidade de puxar originalmente um tema pois será o meu dia de pergunta.
A agravar tudo isto a constipação obriga-me a beber liquidos e claro está, a correr repetidamente para fora da sala hehehehehe
O espirito é diferente porém. Vejo um estilo de intervenções mais competitivas o que aumenta o nível do debate e torna cada dia mais intensivo.
De um modo geral está a correr bem mas é como se o meu Porto estivesse a perder 2-1 com um Beira Mar. Faltam 15 minutos para o fim do jogo e tenho 2 penálties para ganhar e sair satisfeito com a minha prestação. :)

jfd disse...

Kosovo!!!
O que se diz por ai sobre este perigoso tema???

Tiago Sousa Dias disse...

Pouco. Amanhã será feita uma pergunta sobre esse tema e não serei eu a coloca-la :s

José Pedro Salgado disse...

Hoje com o Eurodeputado Silva Peneda dei por mim a interessar-me por questões laborais.

Serei comunista?

Revista Maria disse...

Caro José Pedro,

Essa é uma preocupação comum na actualidade. Com a renovação que anda a ser promovida na bancada parlamentar da CDU, todos os portugueses estão com receio de que lhes enfiem uma cassete pela boca adentro durante o sono e acordem comunistas...

Não sabemos se é o seu caso mas podemos analisar alguns pormenores. A barba não ajuda muito, o facto de militar na JSD também não. De qualquer forma, como ainda é novo, está a tempo de se tratar. Continue a exercer a sua psicose que qualquer vestígio de Comunismo desaparecerá num instante. É que o Psico faz subir o QI das pessoas ;)

Bruno disse...

Vou tantar fazer um resumo do dia de ontem:

- José Eduardo Martins alertou para os males que andamos a fazer ao Ambiente e deixou dados interessantes para quem quiser ter uma atitude ecologicamente consciente. Falou da possibilidade de um dia o Mundo não ter pessoas e só isso já deve bastar para nos alertar.

- A exposição de Silva Peneda foi mais complicada porque o tema era muito alargado. Sinal disso é o facto de ter havido 35 perguntas de alunos a Silva Peneda que o Deputado Europeu tentou responder no tempo disponível. A favor da Flexigurança e da sistemas mistos de Segurança Social, aconselhou a que tenhamos uma preocupação constante com a nossa valorização e adaptação às circunstâncias.

- o Debate com a participação de Zita Seabra já foi aqui focado pelo Tiago. Foi exaustivo! Mas muito interessante. Os alunos tiveram a oportunidade de dar uma aula a si próprios com a "supervisão" da Deputada que faz parte da Comissão Parlamentar de Assuntos Europeus. Carlos Coelho agradeceu as inúmeras sugestões que os alunos deixaram e isso prova a utilidade da sessão.

- O jantar com José Manuel Canavarro foi um agradável momento pela simpatia e capacidade de comunicação do orador. Falou sobre Erasmus e Bolonha dizendo que seria importante haver oportunidade para mais jovens poderem participar em intercâmbios e deixando a opinião de que a mudança de Bolonha só agora está a começar...

Sobre o convívio... passou das 6 ;)

esquecido disse...

Agora está a falar um senhor baixinho e careca que entornou um cópo de água para cima do Duarte. Como é que ele se chama... acho que tem nome de animal...

Nélson Faria disse...

DE CANTANHEDE:

vou comentar sem ter lido absolutamente nada.

Andei entre aulas e o portátil fico pelo quarto. Mas não podia de deixar um testemunho em directo da UEuropa.

Depois prometo contar por onde andei... sim, não leio, mas já me chegaram aos ouvidos que alguém me acusou de andar em parte incerta ;)

Bruno disse...

O mais giro é que o acusador foi também o teu informador, hehe!

xana disse...

Bruno meu querido... a busca é àrdua porque a idade já pesa...

xana disse...

Bem... as pessoas precisam de ser regadas.. umas a água, outras a vinho... e um bocadinho de açucar também não faz mal, para não azedar.

Mas tenho a certeza que os psicóticos se estão a portar muito bem... especialmente o Tiagoe o Bruno... dois moços exemplares.

cuscuvilheiro disse...

De referir que a Pita Cassiano recebeu uma mensagem antes de fazer a sua pergunta ao Prof. José Manuel Canavarro a dizer que ela ia "arrasar".

E não é que a Pita foi dizer ao senhor que ele fez uma exposição maravilhosa. Ora, o professor ao ouvir o adjectivo pronuciado por tão singela menina de voz tão dócil ficou embasbacado.

Mas depois lembrou-se que a palavra classificava a exposição e não a sua pessoa. Ficou nítidamente de coração... arrasado!

Tiago Sousa Dias disse...

Xaninha!!!!!!!!!!!!! Tão quida obrigado. Tenho pena que não tenha havido a possibilidade de estarem lá mais pessoas, como tu por exemplo, a Martinha, a Tânia, o Albano bláblá blá e tantas outras que eu gostava que lá estivessem. Mesmo assim a organização foi espectacular porque uma actividade destas para 60 pessoas em tão pouco tempo é brutal.

Bruno disse...

Pois Xaneca, bem me parecia que estavas a atirar ao lado... pese ou não a idade, a verdade é que é feito com gosto e por isso nada tem de árduo ;)

E olha, eu não me importo com isso mas há para aí malta que não gosta de contradições e tu, primeiro, chamas-me velho e, de seguida, "moço" :P

Tiago Sousa Dias disse...

Bruno ainda não tinha visto o teu comentário das cartas... Eu a desencaminhar uma criança de 18 anos? Na na. Eu estava-lhe a mostrar o que não deve fazer. Era educação através da mensagem de choque. HEHE. Já quanto ao Presidente da JSD... o facto de ele ter ganho e eu ter ficado em 3º diz tudo. Hehehehehe a experiência fala mais alto.

Duas notas:
Gostei muito da participação dos psicóticos. Julgo que se fossemos um Grupo como a UV teriamos sido o melhor Grupo hehehehe.
Particularmente a Inês que apesar de novinha mostrou muita maturidade nas suas intervenções.
Grande discurso de encerramento do Pedro Rodrigues.

xana disse...

Tiago eu de facto adorava ter ido!

Mas nem sempre o que queremos coincide com o que podemos...

E para tão poucas pessoas seria difícil ir toda a gente.

Mas sabes bem que natal é quando um homem quer... (trocado por miúdos) quando quiseres combina-se alguma coisa!

Espero, essencialmente, que tenha sido uma inciativa de sucesso. Tenho a certeza que terá sido e é dessa vitalidade que precisamos.

Parabéns, tão somente pela coragem de realizar o evento.

Tiago Sousa Dias disse...

Xaninha a minha sugetsão é esta: Haverá outra Univ. Europa. Foi a promessa do Pedro e se o Pedro prometeu é porque vai haver.
A questão é se é já este ano ou só no próximo.
Assim que souberes alguma coisa candidata-te novamente. A organização teve 200 candidaturas e um papel muito ingrato em ter que escolher apenas 60. 140 pessoas gostavam de ter ido e não puderam. Eu até acho que a próxima devia ser (independentemente do número de admitidos) para candidatos não aceites mas que a organização tenha entendido terem qualidade. Eu da minha parte já o digo. Não poderei participar como aluno novamente, mas estarei lá na próxima, tal como na próxima UV. O ambiente, mais uma vez, foi fantástico e incentiva muito ao estudo e investigação.

Anónimo disse...

Olá a todos! Foi um momento pleno de responsabilidade, profissionalismo e boa disposição! Assim, muito em breve a opinião dos portugueses quanto aos membros da classe política evoluirá bastante e a nossa democracia saírá reforçada. É fundamental que na política as pessoas entronizem e pratiquem os "valores" que estiveram na base da sociedade livre, transparente e tolerante sonhada pelos nossos pais.
Parabéns a TODOS!
António Costa

Bruno disse...

De referir que o nosso mais recente psico-comentador, António Costa, foi - se não estou em erro - o primeiro aluno a chegar à Universidade Europa. Com 3 horas de antecedência...

Tiago Sousa Dias disse...

António fico contente por teres passado por aqui a comentar. É sinal que transmitimos bem a mensagem do Psico neste fim de seman, mas também que há mais um jovem interessado em debater politica que agora descobriu um espaço onde será bem vindo para comentar. Que este seja para ti mais um espaço de debate e reflexão. Um abraço e bem vindo

Vasco Neves disse...

É bom rever velhos companheiros, infelizmente nem todos tiveram presentes, conhecer novos rostos. Momentos como a UnEU são capazes de trazer aquele alento que nos motiva e fazem acreditar que estamos no caminho certo. Estão todos de parabens, pois cada vez mais me convenso que estamos de facto preocupados com o amanha. PS: Foi pena as garrafas de Bombai não terem saido da prateleira do Bar.

Nélson Faria disse...

"António Costa, o nosso, não Presidente da Câmara de Lisboa" era o título deste grande amigo feito em Cantanhede.

Mas ainda vai a tempo de se candidatar a Lisboa ;)

Anónimo disse...

Caros companheiros

Foi para mim um grande prazer, de pela primeira vez participar num evento de formação politica levado a cabo pela JSD/GEPSD .
Este evento, no meu modesto entender, não poderia ser mais proveitoso. Para alem dos contactos que estabelecemos uns com os outros, o debate e o esclarecimento que os conferencistas nos potenciaram, contribuíram, de certeza, para a formação de mentalidades mais esclarecidas, capazes agora de transmitir e reflectir mais criticamente sobre a Europa e o seu processo de crescimento.
Também ainda de salientar, que a classe politica à qual pertencemos precisa do nosso contributo para se tornar numa verdadeira oposição, capaz de derrubar a pseudo-ditadura socrática, caracterizada pela tomada de decisões politicas vazias, incoerentes, e desprovidas da matriz do Estado de Direito Democrático.
Destarte, as responsabilidades cresceram, temos agora a obrigação/dever de transmitir a todos os quantos nos rodeiam, bem como aos companheiros que não puderam participar no evento, as ideias base que nos foram transmitidas.

A TODOS UM MUITO OBRIGADO PELO ACOLHIMENTO E PELAS INTERVENÇÕES.

UM BEM-HAJA.
Leandro Esteves

Nélson Faria disse...

Grande Leandro, companheiro de jantar na primeira noite.

Foi com muito gosto que travámos conhecimento. Passa sempre por cá e que nos encontremos por aí ;)

gde abc

Paulo Colaço disse...

Um abraço aos novos comentadores do Psico: António Costa e Leandro Esteves, espero que façam deste espaço um dos vossos pontos de debate.

Vasco Neves, que sejas bem-regressado ao Psico. Não deixes finar a saudável psicose que reside em ti!

Outros momentos teremos para partilhar Bombay e muitos dedos de conversa. Por enquanto, incentivo-te apenas a continuares a passar por cá!

João Marques disse...

Ora, volvidos dois dias sobre a U.E. (curiosa coincidência) e com o distanciamento emocional necessário, deixo aqui a minha perspectiva sobre o evento.

Como é óbvio e por ser um aluno da UV a minha opinião será sempre parcial. Ainda assim, quero dizer que iniciativas como esta nunca são demais, sobretudo pelo seu conteúdo. Sem darmos por isso, muitos de nós viemos de lá com uma consciência europeia, o que, tendo lá entrado com os horizontes postos nas nossas fronteiras, só pode ser considerado um sucesso.

Não vou destacar a qualidade dos convidados, nem da organização porque essas já são garantias a que (felizmente) nos habituamos. No entanto tenho de deixar uma menção especial à qualidade das intervenções/questões/considerandos e ao espírito vivido entre os participantes.

Partilho do que, tanto lá como cá, foi dito, é imperioso levar os nossos ensinamentos junto dos nossos. O diploma tem de servir para algo mais do que troféu. O seu carácter simbólico não nos pode impedir de continuar o que foi iniciado em Cantanhede.

Cumprimentando especialmente todos os que lá estiveram e desejando que os que não puderam ou não quiseram o possam e o queiram nas próximas oportunidades, lanço um repto:

VENHA A PRÓXIMA!