quarta-feira, fevereiro 20, 2008

3 anos depois...




Faz hoje precisamente 3 anos que o Partido Socialista liderado por José Sócrates venceu as eleições legislativas. Foram três anos de governação autista, cega, propagandistica com tiques de autoritarismo. Das influências junto dos canais de comunicação, ao fecho das urgências; do escandalo da licenciatura às gaffes dos Ministros; dos 150 mil postos de trabalho prometidos, aos 8,2% de desemprego tudo parece correr mal mesmo quando a mensagem passa tão bem.


Três perguntas para quem quiser responder:

- Qual a medida que mais aplaude e qual a que mais critica?

- Qual a maior gaffe dos membros deste Governo?

- Qual o balanço global desta Governação socialista?

31 comentários:

Tiago Sousa Dias disse...

Respondo primeiro:

- Medida - Positiva - o novo mapa judiciário; Negativa - Fecho das urgências;

Gaffe - Ministra da educação quando disse que os Açores não fazem parte da república portuguesa;

Quanto à avaliação global deixo para respostas aos comentários...

Nélson Faria disse...

De uma forma quase telegráfica:

a medida que mais aplaudo é a redução drástica do défice (ainda que seja feita pelo lado errado - a receita - não deixa de ser extraordinário o trabalho que se fez);

a medida que mais contesto é a que não chegou a ser feita: o PRACE - muito powerpoint e 0 resultados!;

a maior gaffe é o jamais de Mário Lino;

o balanço global não deixa de ser positivo, principalmente porque nos falta quem convença que possa fazer melhor.

É a avaliação mais ideológicamente asséptica que consigo fazer ;)

Paulo Colaço disse...

Medida negativa:
- Alterações feitas ao estatuto do jornalista

Medida Positiva:
- Substituição de Isabel Pires de Lima

Gaffe:
- "Portugal é um país competitivo em termos de custos salariais. Os custos salariais são mais baixos do que a média dos países da União Europeia e a pressão para a sua subida é muito menor do que nos países do alargamento", Manuel Pinho, dando aos chineses razões para investirem em Portugal.

Apreciação global:
- este é um governo de esquerda que governa à direita. Herdou o pior do culto de personalidade salazarengo e o melhor do reformismo social-democrata.
Esbarra, no entanto, na incapacidade de gerir a máquina burocrática, na ausencia de escrupulos, na azelhice dos ministros, na cegueira do PM, na falta de compaixão para com quem sofre.

O líder da bancada do PSD tem uma frase fortíssima: Sócrates é fraco com os fortes e arma-se em forte com os fracos.

Paulo Colaço disse...

Duas notas:
- Se eu fosse lider do PSD, transformava aquela frase em outdoor e espalhava pelo país inteiro.

- Este PM será recordado como o que menos governou para as pessoas.

polvo disse...

Medida Positiva: a proposta de conferir maior autonomia decisória e financeira às escolas, agora também nos ensinos secundário e básico;

Medida Negativa: política de encerramento de serviços públicos no Interior. Há concelhos em que o Estado deixou de estar presente, não tem um único serviço aberto. Essas pessoas também pagam impostos.

Gaffe - Sem dúvida o "jamais".

Balanço Global - Um Governo em que o marketing e a comunicação política conheceram o seu apogeu na era democrática em Portugal.

Poucas reformas, algumas mal feitas, nomeadamente a da saúde, e muito laxismo em relação aos sectores que importa atacar: Administração Pública, Justiça, Segurança Social.

jfd disse...

Sinceramente!
Este Governo (the big picture) está a fazer aquilo que o Paulo disse muito bem; reformismo social-democrata. Mas deixa-me um pico a azedo, não é o meu PSD. E não é tanto como gostava. E ocupou esse espaço, porque o meu PSD deixou ;(

O que mais gosto é a forma como a Ministra da Educação se mantém no seu cargo, contra tudo e contra todos! É a minha heroína deste Governo. Os outros ministros já referidos, os bobos da corte :)

Este Governo tem mais dinheiro, e também gasta mais. Tem algumas boas intenções, boas ideias, poucas boas concretizações.

Tudo o resto é conversa que não interessa para nada.
O PM é hábil, irrita-se, faz o seu papel. Culto da personalidade. Política ao mais alto nível, Comunicação social domesticada!

Inveja e dor de cotovelo, é o que tenho!!!

Não sou de demagogias.

Mas continuo a ser PSD, por um Estado menor e melhor, pela iniciativa privada e por menos impostos.

Anónimo disse...

Neste domínio a melhor avaliação deve ser feita:
- pelas pessoas doentes que sofrem;
- pelos desempregados que sofrem;
- pelas famílias com dificuldades que sofrem;
- pelos jovens com formação superior que estão em caixas de hipermercados;
- pelos idosos sem dinheiro para bens essenciais que agonizam;
- pelos trabalhadores que dão entrevistas e pedem para não serem identificados;
- (...)
Estes sim devem ser os avaliadores.
Eu não tenho competência para ser avaliador de tão doutas pessoas.
Cumprimentos,
A. Costa

jfd disse...

Caro António Costa, porque deverão ser essas pessoas os avaliadores???

Anónimo disse...

Se sentirem que a sua situação melhorou dão nota positiva. Se acharem que piorou dão nota negativa. Tão simples como isso!
Cumprimentos
A. Costa

António Pessoa disse...

Absurdo!
admito limitações ao direito de voto (por idade) mas nunca ao direito de opinião.

Eu não estou em nenhuma dessas condições (desemprego, doença, etc) mas sinto-me tão legítimo para comentar e avaliar quanto um doutourado a trabalhar no Continente.

Anónimo disse...

A única liberdade que é impossível sonegar é a liberdade de opinião!
O pensamento não é aprisionável!
Devemos todos lutar pela justiça, pela igualdade de oportunidades, pela fraternidade, pela LUZ na conduta das pessoas, pela solidariedade com os mais desfavorecidos, esse deve ser o nosso "Céu"!
Cumprimentos,
António Costa

jfd disse...

António Costa,

Devemos todos lutar por isso tudo sim. Concordo.
O seu comentário anterior não tem é nada que ver com isso, é pura demagogia. A simplicidade que evoca, como pode ajudar na evolução da sociedade?

antónio pessoa disse...

Pois, acho que ninguém percebeu essa de só aqueles em mau estado poderem avaliar o Governo...

João Melo disse...

medida que mais aplaudo - a demissão
medida que mais critico -terem tomado posse

Anónimo disse...

"O verdadeiro, o bom, o inigualável é simples e é sempre idêntico a si mesmo, seja qual for a forma sob a qual ocorre. Pelo contrário, o erro, sobre o qual sempre recairá a censura, é de uma extrema diversidade, diferente em si mesmo, em luta não apenas contra o verdadeiro e bom mas também consigo mesmo, sempre em contradição consigo próprio."
Goethe - "Máximas e Reflexões"
Cumprimentos,
António Costa

jfd disse...

Ok, já percebi.
Concretizar é grupos.
Fique lá a filosofar e tome lá mais uma quote:

"Na realidade, só se sabe quando se sabe pouco. Com o saber aumentam as dúvidas."
Goethe

Nélson Faria disse...

Eu percebo o que o António disse e compreendo: são aqueles para quem a acção do Governo mais influência tem na sua vida que realmente contam.

Não são os únicos e, óbviamente, todos nós devemo-nos manifestar. Mas um dos melhores indicadores do sucesso de um governo centra-se (muitas vezes) no impacto que consegue ter naquelas pessoas que pouco mais tem e que em tanto dependem da acção governativa.

Foi uma forma impressiva de o dizer, mas é isto que está lá. Não há razão para tanto sururu ;)

Bruno disse...

Discriminar é excluir e um Governo merece ser avaliado por tudo o que fez. Mas este exercício que o Tiago nos propõe é interessante.

Só que eu, como já chego tarde, vou tentar encontrar algo que ainda não tenha sido mencionado:

Medida Positiva: a proposta de Lei sobre autonomia, gestão e administração escolar (falada no post da Margot de 11 de Dezembro

Medida Negativa: faz-me muita confusão não referendar o Tratado de Lisboa...

Gaffe: a minha preferida seria, obviamente, o jamé mas assim escolho a divergência entre Sócrates e Campos e Cunha sobre o aumento de impostos logo na altura da tomada de posse.

Avaliação Global: já muito foi dito aqui... Perdemos liberdade, motivação para acreditar nos nossos políticos, esperaça no futuro... Mas globalmente negativo que isto não me lembro! Nem quando havia "trapalhadas"...

Anónimo disse...

Obrigado Nélson!
Fiquei algo triste por alguém ter pensado que alguma vez eu promoveria algum comentário contra a liberdade de opinião ou expressão. Sempre fui e sempre serei contra, frontalmente contra, a censura. Aliás, todos os comentários que já fiz, todas as intervenções na UE e todas as conversas informais que tive com os companheiros de formação em Cantanhede foram nesse sentido.
Só com união e espírito de grupo forte é que se consegue a melhoria da sociedade portuguesa e a promoção das liberdades, direitos e garantias previstas na Constituição e no património de valores que "Arquitectam" o espírito Republicano.
Cumprimentos,
António Costa

Paulo Colaço disse...

Caro António Costa: não há motivo para tristezas.
Creio que o Fonseca Dias e o António Pessoa apenas quiseram explicações adicionais.

Nada de mais. Imaginemos que ninguém punha em causa as palavras aqui lançadas: iriam todos pensar, porventura, o mesmo que eles.

Vasco Neves disse...

É lamentável ver o governo a dirigir-se pelo centro direita, mas mais ridiculo, mas ilariante, ainda do que ver o PS a governar num programa Social Democráta é ver o PS e todos os seus militantes intulados Socialista silenciados e braços cruzados. Afinal revela que o importante é mesmo o poder de governar, não é implementar politicas que assentem nos seus ideais... Será que os militantes socialistas sabem o que é o Socialismo? Ou estão apenas empenhados numa agenda oportuna e apenas viram-se para onde o vento sopra?

Ponto positivo - Mapa Judicial e presidencia da UE.

Ponto negativo - Alem da propaganda, da flexibilida perante a contestação publica em reformas dificeis, mas necesárias. Definitivamente a redução do défice pelo continuo aumento das receitas fiscais e não pela eficiencia operacional das instituições. Será que ninguem tem coragem de definir um estratégia de medio longo prazo para Portugal? A execução fiscal tem limites, basta de medidas de curto prazo, basta de falta de visão e de ausencia de uma estratégia de crescimento sustentável.

Gaffe: "Todos darão o seu melhor, para um pais mais justo, para um pais mais POBRE"!!!!! De certeza que estava a falar do seu concelho de ministros e o quanto eles são esforçados.

Avaliação Global: Muita parra e pouca uva.

Vasco Neves disse...

Ponto Positivo - Luis Amado, uma boa surpresa, independentemente se é comprimentado em ultimo.

Bruno disse...

Mais uma medida positiva: o Sec de Estado ter dito que iam alterar aquela aberração do Porta 65 :P

Tiago Sousa Dias disse...

Em termos politicos quero ainda fazer mais uma consideração:

- Sócrates é arrogante; sem dúvida. Desligou a tomada do programa de Governo assim que foi eleito, sem dúvida. Mas como alguém dizia custa mas é verdade: o homem é um bom primeiro ministro.
Reparem que todo o Governo é relativamente bem constituído sendo que Sócrates divide bem as tarefas. Lembrem-se sempre do sketche dos Gatos sobre o Sócrates numa conferência de imprensa ao lado do Silva Pereira. Cada vez que os jornalistas faziam uma pergunta "amigável" Sócrates respondia; quando a pergunta era hóstil, Sócrates estava ocupado e passava a palavra ao Silva Pereira. Fantástica reprodução da realidade. Ninguém ouve Sócrates a falar das broncas, mas é inaugurada a estação de Santa Apolónia e lá está o homem. Fala-se da contestação dos municipios ao novo mapa judiciário, vem Alberto Costa defender o Governo; fala-se do mérito do Pacto de Justiça e vem Sócrates assumir os louros. Este jogo de imagem é dirigido com mestria por Sócrates, além de que Governa à direita. Ou seja, no momento das eleições Sócrates terá, se se recandidatar e ponho o SE porque nunca tive tantas dúvidas sobre se um Primeiro-Ministro se recandidata como agora, o acolhimento de uma parte da Direita contente com as medidas deste Governo e a esquerda socialista a dar o voto de confiança ao Partido.
A questão que eu mais critico prende-se exactamente com o que eu mais aprecio no Governo Sócrates. Estranho? Não, vejamos.
Sócrates Governa à Direita. Agrada-me boa parte das medidas deste Governo. Óptimo. Mas se o PSD fizesse o mesmo, porventura passariamos a viver numa democracia invertida. Que belo e novo conceito em que o PSD era o Partido da Esquerda e o PS da Direita, pois o PSD teria que Governar à esquerda para efeitos eleitorais tal como o faz o PS.
Engraçado não?

jfd disse...

Tiago fazes um bom exercício...
Pena que o PS já nos passou ao quebrar e irromper abruptamente os dogmas políticos. Ocupou um espaço. Reclamou-o para si! E agora? Temos de (nos re)inventar!!!

O Vasco Neves diz que é lamentável ver o governo dirigir-se pelo centro direita. Eu discordo totalmente. Lamentável porquê? Só se for por lhes estarmos a dar via verde! Já não podemos pensar assim. Esquerda já não é esquerda, direita já não é direita.

E enquanto ficamos parados no tempo, com as nossas coisinhas, as nossas cps, cpn, caciques, postos, cargos, zangas, etc. e tal, tudo à nossa volta muda. E nós a ver. Agarrados ao passado. Não mudamos. Não queremos a mudança.

Sócrates ontem discursou num cenário fantástico. Falou de coisas boas. Pôs inoveJovens a fazer propaganda, e, calculem, até disse "SIM CONSEGUIMOS!" numa colagem à mensagem positiva de além Atlântico (Obama).

Como vencer isto?
Com um ex. Primeiro Ministro?
Com um Médico tristonho?
Com uma estrutura cheia de vícios?
Com pessoas de valor constantemente preteridas por (outros) valores e poderes instalados?
Com vozes críticas abafadas e hostilizadas?

I WANT CHANGE!

diogo agostinho disse...

- Qual a medida que mais aplaude e qual a que mais critica?

No papel Simplex! Tinha tudo para dar certo mas na realidade porém não é assim tao simplex as burocracias do nosso país.

A pior, o fecho das urgências!

- Qual a maior gaffe dos membros deste Governo?

O "Jamé" de Mário Lino sem dúvida, e o grande discurso do Eng. Sócrates a apelar a um país mais pobre!

- Qual o balanço global desta Governação socialista?

Lili Caneças!

Ao fundo bem ao fundo parece ter a cara sem rugas, um peeling excelente, chega-se perto começa-se a perceber que se notam algumas imperfeições, mais perto começa-se a desiludir, cara a cara, fugimos!

É um terror, tudo é mau! Tudo é imagem da mais pura ficção!Tudo cheira a plástico!!!

Nélson Faria disse...

Genial: Governo Lili Caneças!!!!

Muito bom!

Tiago Sousa Dias disse...

Muito bom!!!!!!!!
E já dizia a Lili: estar jamé é o contrário de estar toujours

jfd disse...

Tadinha da senhora!

José Pedro Salgado disse...

- Medida Positiva -Cartão Único

- Gaffe - Manuel Pinho e os salários portugueses na China

- Avaliação Global - Parafraseando Marcelo Caetano: Este governo teve medidas boas e medidas socialistas. O problema é que as medidas boas não foram socialitas, e as medidas socialistas não foram muito boas.

Nélson Faria disse...

ERRATA

A medida mais negativa que apontei foi o PRACE por nunca ter sido concluida.

Este comentário não é exacto: a medida foi concluida e o seu resultado foi a redução em 1/4 dos organismos de Estado... ou assim diz a propaganda.