sexta-feira, outubro 13, 2006

Serviço Nacional de Saúde

O ministro Correia de Campos, numa entrevista a Antena 1, anunciou que, a partir do próximo ano, passariamos a ter "taxas de utilização" a cobrar por internamentos e cirurgias ambulatória. Estas taxas de utilização e toda a politica que as caracteriza, conduzirão a mudanças drásticas no Serviço Nacional de Saúde. Estas taxas, também, deixam no ar o problema da inconstucionalidade. Será que estas alterações põe em causa o artigo 64º da Constituição?

Em relação a esta polémica e outras afins, faço minhas as palavras do Eça:

4 comentários:

RICARDO PITA disse...

Não compreendo!!um blog conotado com a direita que faz criticas a um governo de esquerda quando este adopta medidas de direita?!

Paulo Colaço disse...

Caro Ricardo Pita, diga-nos o que é a direita e a esquerda e nós lhe diremos qual a "conotação" que este blog deve ter.

Anónimo disse...

Não percebo estas classificações de direita e esquerda para justificar as guerrinhas poliicas.

Este governo tem governado como o teria feito um governo PSD, mas com tiques de PS.

Penso que é isso que o PSD critica: medidas tomadas pela metade!

opovodefelgueiras disse...

Vejam aonde se encontram os grandes grupos economicos e depois falamos...