quinta-feira, dezembro 06, 2007

Vai uma prendinha?


Dezembro traz o Natal e o Natal traz prendas.
Proponho uma brincadeira: escolhemos 3 figuras públicas e sugerimos uma prenda. Eu começo.

Mário Lino: um copo de gin para quando falar em público. Não serve para tomar antes nem para tomar depois. Serve para tomar “em vez de”.

António Costa: um frasco de pimenta. Tomar em caso de ameaças públicas como demissões ou mentiras semelhantes.

Isabel Pires de Lima: uma agenda, para nunca falhar eventos importantes.

17 comentários:

Filipe de Arede Nunes disse...

Aqui vai a minha sugestão:
Mário Lino: Um camelo;
Luis Filipe Menezes: Um emprestimo de € 500 milhões de euros para a CM de Gaia;
Francisco Louçã: Um bilhete de ida sem regresso para um campo de férias na Sibéria.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Tânia Martins disse...

Pacheco Pereira: um kit da JSD!

Fernando Negrão: um curso intensivo de bons modos!

Alberto João Jardim: um microfone, porque os gritos que ele manda não se houvem!

Tiago Sousa Dias disse...

António Costa:
Um biberon para não fazer mais birrinhas;

Manuel Pinho:
GPS móvel, para descobrirmos onde anda;

Manuel Maria Carrilho:
Manual de Espranto;

Paulo Pedroso:
DVD do Conde Drácula.

Margarida Balseiro Lopes disse...

As prendas que lhes metia no sapatinho:

A Dr. Luís Filipe Menezes oferecia um "memorandum", para se lembrar do que diz hoje e não se contradizer amanhã.

A Jerónimo de Sousa oferecia um ecoponto. Já que tanto se fala em reciclagem, por que não começar por reciclar as ideias ultrapassadas?

Ao nosso querido PM oferecia "Príncipe" de Maquiavel, para que saiba que não inventou nada.

Filipe de Arede Nunes disse...

Sei que não se enquadra no post do Colaço, e desde já peço desculpa.
Queria pedir duas coisas: que denunciassem o que se passa num centro de acolhimento de crianças em risco no Seixal chamado Janela Aberta e que se que se quiserem obter mais informações podem passar pelo blog da JSD Seixal: www.juventudeseixal.blogpost.com.
Peço desculpa pela publicidade e pelo pedido, mas é mais uma das brincadeiras deste governo PS que tem de ser severamente denunciada.
Obrigado,
Filipe de Arede Nunes

António Pessoa disse...

Ao Bush dou um atlas: existe mundo para além dos EUA.
Dou um curso de inglês do Wall Steet Institute a Sócrates.
A Santana dou-lhe um terço para rezar antes dos debates no parlamento: só com um milagre os ganha a Sócrates.

Paulo Colaço disse...

Darei atenção a isso, caro Filipe.
Já agora, não tens o teu e-mail no teu perfil.
Podes ceder-mo?
O meu é pauloriomaior@gmail.com

Goreti Martins disse...

Luis Filipe Meneses: uma lata de brise, porque diga o que disser o cheiro é sempre o mesmo;

Luis Amado: um voucher no cabelereiro mais próximo do forte de Oeiras;

Alberto Costa: teletransporte pessoal e intransmissível para o inferno, onde vai pagar os pecados que fez que com a nossa justiça.

diogo agostinho disse...

Engenheiro José Sócrates:
Visto ser PM merece duas prendas, uma o program eleitoral de promessas do Partido Socialista em 2005, o segundo a sebenta de Inglês Técnico de Engenharia do IST!

Mário Lino:
Bilhete dos TST.

António Costa:
A prenda menos original de todas de natal, um cheque fnac para comprar material de escritório para a CML.

Francisco Castelo Branco disse...

Eu ofereço a:

Mario Lino :
Um aviao. pode aterrar na ota ou alcochete.
tanto faz

Hugo Chavez: Uma Constituição da Republica Portuguesa (anotada9

Fátima Lopes(apresentadora) : Um canal de televisão para ela poder estar 24 h por dia fazendo seus programas

Bruno disse...

Se eu fosse muito mauzinho, oferecia a Luís Filipe Menezes um cheque-prenda da Cenoura para ele sofrer o mesmo que Marques Mendes. Como não sou, ofereço-lhe o meu apoio porque ele é o líder do meu partido!

Se eu fosse muito bonzinho, oferecia a António Costa 100 milhões de euros para ele fazer o que quisesse. Como não sou, ofereço-lhe uma calculadora para ele fazer contas porque (também) foi para isso que foi eleito.

Se eu fosse egoísta, oferecia-me a mim próprio algo de que estou muito precisado! Como não sou, ofereço ao meu "mano" Colaço uma grande agradecimento público por ter criado o Psico e continuar a guiá-lo para patamares cada vez mais surpreendentemente elevados!

Nélson Faria disse...

Eu ofereço:

Sócrates: uma noite de copos... acho que ele precisa de se divertir um pouco. É muito sisudo.

Direita Portuguesa: o Livro do Desassossego de Fernando Pessoa. Dá sempre jeito.

Camacho: um lateral direito e um médio ofensivo direito para o nosso Benfica.

Paulo Colaço disse...

Se eu fosse um tipo muito convencido ficaria com o elogio do Bruno só para mim.
Como não sou, partilho-o com todos os psicóticos (e psico-amigos), a quem se deve igual responsabilidade no sucesso deste espaço.
:)

Elsa disse...

Eu ofereço a :

Jardim Gonçalves, um Monopólio para poder sair do BCP sem deixar de ser banqueiro

Teixeira dos Santos, um Kit de maquilhagem, todos serão poucos sempre que falar do Orçamento

A todas as Selecções Nacionais, Atletas e outros Cidadãos que com esforço e persistência fazem ecoar nos pódios a nossa Portuguesa, gostaria de vos oferecer os apoios que tantas vezes vos são negados. Como não posso, deixo-vos o meu profundo agradecimento por, mesmo assim, não desistirem de levar mais longe as cores da nossa bandeira.

big mamma disse...

Jaime Gama: uma visita guiada à recepção de todos os hoteis do país. Assim ele vai saber qual a importância do "lobby"

Manuel Alegre: o livro "Manual do Colaboracionista", futuramente editado por José Sá Fernandes.

Ao Público: um concorrente à altura, já que o DN deixou de querer rivalizar com o Público e agora quer ser igual ao 24 Horas.

Adriana disse...

Eu ofereço:

Paulo Portas: um novo tratamento de spa

Socrates: uma viagem a um pais de terceiro mundo desde que ele tivesse depois de comparar Portugal e o pais.

Todos os psicoticos: Um Feliz Natal e um 2008 cheio de concretizações

Vermouth disse...

As minhas prendas seriam:

António Costa: Um kit de luzes de Natal, pois há ruas em Lx...

Mário Lino: Um mapa do deserto do Sahara...

Francisco Louçã: Uma gravata...