sábado, dezembro 01, 2007

Mais um grande espectáculo!



Nota prévia 1: não quero desmobilizar o post da nossa Júnior, Elsa.

Nota prévia 2: assim sendo, ai dos que deixarem de comentar o post anterior!

Nota prévia 3: este post é OUTRA VEZ sobre futebol! Pois é! Mas alguém duvida que este é o maior espectáculo do Mundo??? Então merece estar no Psico, certo?

Post: Portugal vai candidatar-se à organização do Mundia de Clubes de Futebol em 2009. Esta prova é disputada entre os campeões das seis confederações filiadas na FIFA (Fédération Internationale de Football Association), a saber: AFC (Ásia), CAF (África), CONCACAF (América do Norte, Central e Caraíbas), CONMEBOL (América do Sul), UEFA (Europa) e OFC (Oceânia). Tem sido realizada no Japão mas vai passar a ser “aberta” a outras localizações.

Depois de grande sucessos como o Euro 2004 em futebol, até ao mais recente Europeu de Futsal, passando por inúmeras provas de atletismo, ginástica, entre outras, o que pensam os psicóticos e psico-amigos sobre esta candidatura?

Positiva? Benéfica? Vantajosa? Ou digna de outros adjectivos menos benévolos?

Nota póstuma: esta competição foi antecedida por uma outra, disputada apenas entre dois clubes (o campeão europeu e o sul-americano) cuja última edição foi ganha pelo F.C.Porto, representante português…

15 comentários:

Paulo Colaço disse...

Lembro-me da Taça Intercontinental. Velhinha competição que o FCPorto já ganhou.
Da primeira vez que a ganhou fiz uma festa lá em casa. Era o tempo em que (quase todos) os portugueses apoiavam os clubes luso que jogasse contra estrangeiros.

Depois houve um senhor que, para cimentar o seu poder interno, criou uma guerra norte-sul, Porto-Lisboa, e a hostilizar dirigentes de outros clubes.

Depois vieram os jornais diários sobre futebol que ainda instalaram mais esse clima de combate e guerrilha.

Enfim. Tem pouco a ver com o teu post, Bruno, mas não podia deixar de o dizer aqui.

Quanto à candidatura Portuguesa, acho bem que nos candidatemos a eventos que promovam o país, atraiam turismo, propiciem espectáculo.

Boa sorte para a candidatura portuguesa. Só esperao não ver nenhum membro do Governo viajar por esse mundo fora a promover a iniciativa: é que também não houve dinheiro nem tempo para estar presente na efeméride de Miguel Torga, ou na exposição da carreira de Saramago...

Luís Guerreiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luís Guerreiro disse...

Para dar utilidade aos inúmeros monos que construímos por esse país fora e rentabilizar os muitos milhões que nos custaram, acho bem.

O estádio de Leiria deve ter uma média de assistência não superior a cinco mil espectadores por jogo. O de Aveiro, idem. Faro/Loulé, nem vale a pena falar. E, tirando os estádios dos três grandes (não esquecendo que o da Luz, embora tenha uma média semelhante ou superior ao Dragão e Alvalade, tem uma taxa de ocupação relativamente baixa, uma vez que é o maior dos três), poucos são os estádios que justificaram a sua construção.

Uma competição internacional é sempre bem vinda, mais que não seja para limpar as teias e a traça...

Elsa disse...

Nota Prévia: Totalmente de acordo com as notas prévias 1 e 2 ehehehehe

Portugal já demonstrou que é capaz de organizar, e muito bem, este tipo de competições desportivas.
Para além disso, aquando da realização do Euro 2004 foram construidas infra-estruturas de suporte, e há know-how.

Acho que esta candidatura é positiva e benéfica, como todas as aquelas que, promovam o Portugal e atraiam o turismo.

Nota Póstuma: Sim Bruno, o futebol é dos espetáculos que mais gente mobiliza. E é, a par da política, o assunto sobre o qual todos tem sempre qualquer coisa a dizer. Assim os não passam para comentar o lado paranoico da politica podem sempre fazê-lo pelo lado eufórico do futebol :P!

Margarida Balseiro Lopes disse...

Eu da Taça da Taça Intercontinental de 87 não me lembro, talvez pelo facto de ainda não ser nascida à data.

Mas recordo-me perfeitamente de a termos ganho novamente há pouco tempo.

Independenetemente do clube, é de imperativa importância para mim apoiar sempre os clubes portugueses que participam nas competições europeia ou mundiais. Trata-se de uma questão de patriotismo, tal como torço sempre pela nossa selecção.

Quanto à candidatura portuguesa para o mundial de clubes: muito bem! Tal como a Elsa diz, já demonstrámos ser capazes de organizar este género de competições desportivas, prova disso é o Euro 2004.

Tiago R Cardoso disse...

Prefiro hóquei em patins.

Nélson Faria disse...

Eu lembro-me perfeitamente da Taça Intercontinental de '87. Ainda que só tivesse 5 anos e benfiquista de 5ª Geração.

Sempre que ia a casa de uns primos fanáticos do FCP obrigavam-me a ver esse jogo. Deve ser o jogo que mais vezes vi, juntamente com o Portugal-Inglaterra de 2000.

Quanto à candidatura: acho bem! Era uma oportunidade de ver (provavelmente) o Al-Ahly de Manuel José ao vivo. Ver como se safam os rapazes. O Benfica (clube que representará a UEFA por ser o detentor da Champions) já vi umas vezes.

P.S. Um grande abraço ao embaixador espanhol em Lisboa que já deu o seu apoio ao grande mundial ibérico de 2018. Isso é que era (a final até pode ser em Madrid, desde que a abertura seja na Luz).

Bruno disse...

Né, ainda é possível que venha o Al-Ahly porque o torneio será só em 2009. É que este ano, infelizmente, Manuel José falhou o objectivo de conquistar a Taça dos Campeões Africanos... mas se não me engano já tem na vitrine umas 3!

Paulo Colaço disse...

O Né lançou, sem querer, um repto: os jogos que mais vezes vimos.

Alguém se lembra de um célebre "Benfica-Bayern", para a Taça Teresa Herrera, jogo de estreia de Stefen Schwarz, que o benfas ganhou?

Foi esse o jogo que mais vezes vi.

Também vi (imensas) vezes o grande embate Portugal-Argentina, para o Mundial de Sub-21, ganho por 3-1.

Grande jogatana essa! (enfim, tempos em que eu comprava o jornal do Benfica e sabia o nome de alguns jogadores...)

jfd disse...

Vivemos todos no mesmo país?
Estamos todos a sufocar com os mesmos problemas? Ou sou só eu e as pessoas à minha volta?
E lá vem o futebol para distrair de novo o povo?
Só me deixa é ficar triste...
Os recursos são escassos e deve de ser utilizados de forma eficiente criando riqueza duradoira e se possível geradora de mais riqueza.

Francisco Castelo Branco disse...

Vamos la organizar um Mundial de Clubes.....
Esse "campeonatozinho" entre os vencedores das varias competições principais de clubes de cada continente.
Nem sequer é por grupos.
É so eliminatorias e os grandes jogam so uma vez antes da final
Se fosse um verdadeiro campeonato, valia a pena
Prefiro o Mundial de Selecções

Bruno disse...

Jorge, tens noção que a maioria das pessoas pensa sobre a política da forma que tu pensas sobre o futebol?

Ainda assim, comentando o que dizes, penso que até achas bem que se faça o Mundial de Clubes no nosso país. Afinal, é uma forma de se rentabilizar os recursos de que dispomos (leia-se estádios), gerando riqueza (sim, porque uma competição destas não costuma dar prejuízo e costuma ser positiva para o turismo e a hotelaria, pelo menos).

Paulo Colaço disse...

E, além disso, ocupa o povo a pensar em tudo menos mal do governo.

Bruno disse...

Achas mesmo Colaço? Eu não tenho assim tanta certeza...

jfd disse...

Meu caro Bruno a estima que tenho por esse tipo de eventos não a posso exprimir por palavras neste blogue sob pena de ser malcriado!
***** de alto nessas cenas.
Claro que respeito quem dá um cêntimo por isso. Mas Bruno, explica-me económica e financeiramente a relação directa e eu até trabalho de graça. Mas se é pra gastar mais do meu dinheiro pra nada, tenham dó de mim.