segunda-feira, dezembro 31, 2007

Cicatrizes de 2007... VI

2007 foi um ano preenchido. Politicamente foram muitos os debates e embates. O referendo sobre a despenalização do aborto agitou o país.


Com Pedro Rodrigues a liderar a JSD, depois de vencer, em Espinho, o Congresso frente a Bruno Ventura, as praias portuguesas pintaram-se de laranja com a campanha de Verão da JSD.


Após as eleições intercalares de Lisboa, a JSD não aceita calada a hipocrisia do silêncio.

Mais cicatrizes ficaram de 2007. Nesta série de seis posts decidi enumerar algumas. Penso que a memória é das melhores conselheiras. De mais algumas podia ter dado nota. Não passa ao lado de ninguém a balbúrdia do BCP (neste blog em discussão também), nem a OPA ao S.L. Benfica. Também ninguém esquece as machadadas aplicadas ao Sistema de Saúde Português, nem as feridas causadas ao Ensino Superior. Ninguém esquece as promessas «So-cretinas» não cumpridas.

Mas devemos ser «positivistas». Devemos acreditar num melhor 2008!
A todos, Boas Entradas em 2008, que seja um ano preenchido por tudo aquilo com que todos sonhamos!

5 comentários:

Adriana disse...

Bom 2008 também para ti. Ontem vi esse fogo no douro e foi muito bom. Espero que concretizem todos os vossos objectivos na vida profissional e pessoal. Daqui da o de invicta desejo um ano pleno de Bom Sucesso que dê a liberdade do Douro, a beleza da Ribeira e o sossego da Foz e rabelos de saúde.

Margarida Balseiro Lopes disse...

O ano foi repleto de embates políticos, sem dúvida, Uns mais esclarecedores que outros, a despenalização da IVG voltou a suscitar discussões apaixonadíssimas sobre o valor da vida e afins.

Quanto a Espinho, foi o primeiro congresso da JSD em que estive presente. Ressalto o bom nível de debate que durante o fim de semana se conseguiu, e naturalmente, a vitória de Pedro Rodrigues.

Por fim, aproveito para retribuir os votos de bom ano, e que 2008 volte a trazer boas discussões a este espaço.

Paulo Colaço disse...

Caro Carlos, dos vários eventos/factos que referiste, participei em vários. Desde o Congresso da JSD, à campanha de Verão (já não era militante da J mas curti como se o fosse ainda), e a campanha de exposição do engagement BE/PS, que apoiei, embora despertasse a ira de alguns, sobretudo do BE.

Um abraço a todos.

António Pessoa disse...

Neste post só me resta lamentar o triste resultado do referendo...

big mamma disse...

Portugal tem memória curta e estas cicatrizes ajudam a recordar o que foi o ano de 2007.
De tudo o que aconteceu, o meu realce vai para o referendo do Aborto. Como mãe preocupa-me, como mulher salvaguarda-me, como cidadã orgulha-me.
Demos um grande passo. Só espero que tenha sido na direcçao certa.