domingo, setembro 30, 2007

Atirar o carro para as couves... literalmente!


Adoro a sociedade civil! Este é um exemplo de como se pode chamar a atenção para um problema sem as maldades do costume (greves, cortes de estrada, piquetes, buzinões e coisas que tais).

Como resolver o problema de uma rua cheia de buracos? Plantar couves! A população de Várzea de Meruge (concelho de Seia, Serra da Estrela) "plantou" couves nos buracos que assolavam a sua estrada e agradeceu ao Presidente da Junta.

Genial!

16 comentários:

Rita de Matos Oliveira disse...

Acção Política cheia de estilo:-)

Tânia Martins disse...

Chamem-lhe estilo!

Com sorte o nome da estrada é "Estrada das couves" e vai entrar para o Guiness como a melhor plantação de couves ao longo do alcatrão!

Será uma boa ideia investir neste sistema na minha terrinha? É que também tem alguns buracos...

Bruno disse...

Felizmente, um tema para descontrair aqui no Psico ;)

Excelente iniciativa: original, mediática, mordaz e eficiente!

Anónimo disse...

http://guerradaslaranjas.blogspot.com/

Agostinho Oliveira disse...

este é o chamado bom exemplo de estradas com "qualidade ambiental" ... nao tarda nada o executivo vai deixar buracos em todas as vias e quiçá nas autoestradas ... ao menos sempre dá um ar menos monotono e verdinho aqueles intermináveis mantos de alcatrão sem jeito nenhum !!! lol

Eu cá pa próxima preferia umas alfaces... se não for pedir muito =)



abc ao pessoal e boa semana de trabalho/estudo ;)




/Agostinho Oliveira

xana disse...

Vem aí a discussão do OE, será que também vão plantar couves no buraco financeiro em que Postugal está metido?

Originalidade não lhes falta...

Carlos Carvalho disse...

Simples e eficaz!

No final ainda se usa o material de campanha para um belo caldo verde! Genial!

José Pedro Salgado disse...

Eu diria que isto tem muita classe!

Uma salva de palmas para o senhor que se lembrou disto, porque é de facto um SENHOR!*



(a menos que seja uma senhora, mas nesse caso tb se aplica)

isabel ferreira disse...

Estradas cheias de buracos existem por todo país...provavelmente mais nenhuns portugueses foram tão originais como os habitantes de Várzea de Meruge que aproveitaram os buracos p plantar couves.
O presidente de junta não devia agradecer mas envergonhar-se de as estradas da sua freguesia estarem nesse estado de conservação. Ele e todos os autarcas que não olham nem selam pelas suas freguesias.

Anónimo disse...

As acções da sociedade civil, por norma são sempre bem vindas e têm os seus resultados. Contudo, ao olhar para esta "horta improvisada", tenho a certeza que estas pessoas desta aldeia, são certamente mais civilizadas, do que aqueles proto-revolucionários "verde qq coisa". Reparem, gente humilde, trabalhadora e honesta, faz um protesto original e eficaz. Já os "verdalhos" aburguesados e cheios de graus académicos...

Goreti Martins disse...

Já conhecia esta imagem e de facto é um grande exemplo de originalidade em reclamação a causas tão comuns em Portugal.

Filha Tânia realmente nas tuas zonas bem que podiam aproveitar os buracos para fazer uns canteiros ;)

Marta disse...

Muito bem! Assim nem me atrevia a passar com o carro por cima das couves, já se alguém se lembrásse de plantar Mários Soares nos buracos do alcatrão não tinha problemas...

Nélson Faria disse...

Lá batemos nós outra vez no "Soares é fixe"!

Que violência gratuita ;)... o vovô nem faz mal a ninguém!

Bruno disse...

Desculpa corrigir-te, Né, mas o "vô-vô" fez mal a muita gente... Fez muita coisa bem feita mas também fez muita mal feita.

Quanto ao facto de se bater nele, é algo a que estão sujeitas todas as figuras públicas. Mais ainda aquelas que fazem figuras como as de Soares nos últimos tempos.

Paulo Colaço disse...

Belo!
Fica já aqui a minha disponibilidade para, aproveitando a ideia das couves, fazer um belo cozido à portuguesa na próxima Refeição Plenária do Psico.

Isto deu-me fome...

isabel ferreira disse...

http://videos.sapo.pt/TYwiTUpDyn155pnqPbdJ

Já que falaram do vóvó xexe vejameste link

http://videos.sapo.pt/TYwiTUpDyn155pnqPbdJ