sábado, setembro 29, 2007

As prioridades socretinas

"Mal tomou posse, em Março de 2005, o primeiro-ministro José Sócrates formalizou ao então Presidente da República, Jorge Sampaio, a proposta de demissão de Souto de Moura e a sua substituição por Rui Pereira. " in Sol

16 comentários:

antónio pessoa disse...

Nada de novo. O mais caricato é que o nosso PM desmentiu esta notícia em 2005, uns meses depois.
Agora, por causa do Caso Portucale, constatamos que mais uma vez Socrates nos mentiu. Mas agora já não será o único com este tipo de conduta: com Menezes na oposição vamos conhecer a política no seu pior...

isabel ferreira disse...

Caro António Pessoa, desta vez discordo de si. Há um presidente eleito e não é legítimo começar já a criticar sem sequer ter tomado posse. Quanto a mais este caso do pinóquio Sócrates, venha 2009....

Anónimo disse...

Lista H !!

Agostinho Oliveira disse...

"A verdade, por muito que tarde, acaba por chegar á tona da água!"


Os portugueses tem que ver nos sociais-democratas uma imagem de trabalho e credivilidade que os leve a acreditar em nós, porque em socrates acredito que já poucos o façam...
Depois do vento, que velha a bonança, deixemo-nos de juízos á priori e esperemos para ver... eu espero um mandato melhor que o anterior, até porque o partido precisa de se revitalizar...


bom fim de semana

Agostinho Olivera

big mamma disse...

Só um cego não vê que o projecto pessoal de Sócrates é instalar um clima de mordaça em todos os sectores da sociedade.
As suas "prioridades", como aqui é dito, são claras: dominar!

E concordo com o António Pessoa: Sócrates não podia ter melhor adversário... que parelha!

isabel ferreira disse...

"Sócrates não podia ter melhor adversário... que parelha!"
Nõa comecem já lançar pedras nem a cuspirem no prato onde comem.

Davide Ferreira disse...

Eu já conhecia a historia muito antes de ser tornada pública agora...

Se o tal relatorio do Souto Moura pedido pelo Presidente da Republica (Jorge Sampaio) tivesse sido entregue tão brevemente como desejado pelo PS tinham-lhe posto os patins...

É triste como as coisas funcionam

xana disse...

Isabel permita-me uma questão,

Já não é a primeira vez que endereça essa crítica do "prato em comemos" aqui no blog. Por isso mesmo, pergunto-lhe se acha que ser militante de um partido é perder a liberdade de crítica? Assinar a ficha de militante é assinar um contrato de trabalho vitalício?

Parece-me muito desajustado da realidade. Comigo não aconteceu. E é injusto que assim pense, este blog é um bom exemplo da liberdade que temos enquanto militantes, aliás, exactamente enquanto militantes!

xana disse...

Quanto ao post, parece que o Dr. Rui Pereira tinha lugar assegurado. Teve que esperar um bocado, e até foi o PSD que lhe proporcionou o tacho! Somos uns mãos largas!

isabel ferreira disse...

Xana,
Também não devemos mandar pedras e criticar só para sermos uns críticos.
Há críticas desajustadas e injustas! Democracia não só dizer-mos o que queremos..há que haver respeito pelos outros!

xana disse...

Foi exactamente isso que quis dizer Isabel. Há de facto críticas desajustadas e injustas.

Bruno disse...

Sobre Sócrates diria Rocky Balboa: he's going down!

E diria Durão Barroso: só não sei é quando..

diogo agostinho disse...

Dois sinais claros que adivinham mudanças!

Sócrates mentiu!
Soares criticou a vida interna do PSD!

Começou um novo clima!

E creio que foi isso mesmo que aconteceu na 6a feira!

A mudança que o PPD-PSD originou veio ao de cima e demonstrou que o Dr. Marques Mendes não servia! E agora deu oportunidade a outro!

Novo líder, é tempo de falar em congresso tudo o que tem de ser dito e começar a partir do congresso a ganhar dia a dia o poder ao PS! É possível!

E não se preocupem relativamente a debates mensais!
Temos deputados de qualidade! E o Dr. Maqrques Mendes é um deles! Sobretudo sem o peso da liderança é mortifero! Agora sim é tempo de unir!
Unir para atacar este desgoverno!

Chega deste senhor Sócrates!

Anónimo disse...

Torna-se engraçado ver como a "esquerda" ficou nervosa com a vitória de Menezes. Um bom exemplo disso mesmo, foi a declaração de soares, já na sua condição de senil da 3º idade. Por outro lado, é também curioso ver agora, os que preveêm o insucesso político de Menezes, por força do seu "populismo" e de este estar refem das bases, dos autarcas e afins...Ora, penso que tais observações antes do tempo, só poderam vir de mendistas/cavaquistas "baronizados", que alegremente nos conduziram ao actual estado de apatia em que nos encontramos hoje, perante a sociedade portuguesa. Portugal não precisa de socialismo, não precisa de um ditadorzeco com telhados de vidro, nem de um PSD que renegue a sua essência - que são as bases!Unidos, vamos dar conta dos destinos do país e vamos mandar o "Zé-lé-lé" para o seu lugar, que é o banco da universidade, para ver-mos se desta vez, ele tira um curso a sério...

diogo agostinho disse...

"vamos mandar o "Zé-lé-lé" para o seu lugar, que é o banco da universidade, para ver-mos se desta vez, ele tira um curso a sério..."

Onde é que eu já ouvi isto?

Adorei!

Paulo Colaço disse...

Sim, Guida, são cretinas as prioridade do pm.

É um minúsculo pm porque na primeira linha das suas preocupações estão as chamadas forças de bloqueio.

Queria mudar de PGR, quer condicionar a imprensa, mantém no Governo ministros ostensivamente maus para controlar os sectores através da ignomínia, tudo temperado com um título de engenheiro em que ninguém acredita.

As prioridades socretinas são três: amordaçar a crítica, manter uma imagem de político fashion, alimentar o ego.