quarta-feira, setembro 05, 2007

Nós já sabíamos...

“O ex-Presidente da República Mário Soares foi nomeado pelo governo para presidente da Comissão de Liberdade Religiosa. Na cerimónia de tomada de posse, o primeiro-ministro considerou que a escolha de Soares para o cargo assinala a importância dada pelo governo a esta matéria.” In SIC Online

Tendo em conta que o nomeado é Mário Soares (com todas as suas implicações, começando nas etárias) percebe-se logo a importância que este governo dá à liberdade religiosa e a todas as outras: nenhuma!

28 comentários:

Paulo Colaço disse...

Toda a razão.
Há octogenários que conseguem manter uma enorme vitalidade mental, preservam a lucidez, mantêm-se acordados em ceromónias públicas sem esforço e não confundem Ribeiro e Castro com um qualquer deputado do Partido Socialista Europeu.
E há Mário Soares.

Sócrates revela-se a cada nomeação...

Bruno disse...

Nada mau para prémio de consolação pela grande derrota nas Presidenciais...

Qual será o ordenado? É que se o 3º lugar dá direito a uma nomeaçãozinha ainda vou pensar em oferecer-me para defrontar o Prof. Cavaco nas próximas eleições...

Bruno disse...

Falando (leia-se escrevendo) mais a sério: concordo em absoluto com a Margarida. Por muito que nos digam que Soares está cheio de vitalidade e que se recusa a parar, apesar da idade, a verdade é que não é isso que o senhor nos transmite a cada intervenção pública que faz.

Americo Gaczynski disse...

"I dare do all that may become a man;
Who dares do more is none."
(Macbeth)

Margot disse...

Américo:
Imagine there's no heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for today...
You may say I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope someday you'll join us
And the world will live as one

Carlos Carvalho disse...

Margarida, estou plenamente de acordo contigo!

Isto é apenas mais um (sublinhe-se o 'mais um') demonstrar de Sócrates das suas imensas (LOL) qualidades!

Ele oprime quem tem voz própria e eleva quem lhe dá jeito elevar...

Isto parece-me um acto desesperado de tentar unir a família socialista que, atendendo às declarações de Jorge Coelho a respeito dos casos polémicos recentes, não deve andar lá muito amistosa. Neste caso, ele serve-se do senhor Soares para tentar acalmar algumas vozes e deixa o velhote satisfeito com um novo cargo.

Esperto é... Estupor também...

Tânia Martins disse...

Não sei com que sucesso irá unir a família socialista com a nomeação do senhor Mário Soares mas enfim, que o senhor lá fica todo feliz da vida, fica!

Eu ainda não percebi porque continuam a nomear o senhor Mário Soares para cargos, ele já está idoso, cansado e devia estar na reforma (como provavelmente estará e vai ganhando uns “trocos” por fora).

Agora bonito é a imagem que transmitimos com os nossos representantes, qualquer dia somos acusados de exploração de idosos!!

Nélson Faria disse...

Soares deverá ser o mais reconhecido ateu do nosso País, pelo que a nomeação decerto ajudará ao diálogo ecuménico nacional.

É uma comissão emblemática e recebeu uma nomeação emblemática. Não me espanta.

A UV2005 já tinha previsto uma nomeação deste cariz quando uma PM nomeou Soares para um qualquer Instituto das Artes.

O Colaço elogiou a nomeação, já que implicava a ocupação do cargo por pelo menos mais dois senhores reconhecidos internacionalmente: o sr Alzheimer e o sr. Parkinson.

P.S. A estória é mais ou menos esta, passou-se na simulação de Assembleia e na altura éramos testados pelo grupo surpresa.

Paulo Colaço disse...

Eheheheh!
Pois é, Né.
Eu lembro-me: nesse ano fazia parte do Grupo Surpresa e espantei-me com um elogio que uma aluna da UV, ironicamente, fez a Soares.

De facto, como dizes, trata-se de um cavalheiro com um grande passado, mas o seu presente faz-nos recear pelo futuro das funções que acupa.

Nos últimos anos Soares tem sido pau para toda a obra: interlocutor do PS com Bruxelas (candidato ao Parlamento Europeu), interlocutor do PS com Belém (candidato a Presidente) e agora interlocutor com o Céu, com esta nomeação...

Para um laico não deixa de ser caricato...

Davide Ferreira disse...

Não consigo resistir a dar mais uma no velhote...

4 Partidos... de facto é feio e não bonito!

http://youtube.com/watch?v=gja7UHaFpLE

Este senhor já não esta no pleno das suas capacidades :)

Marta disse...

Margot: Brilhante!
Mário Soares, para garantir que apesar da liberdade religiosa, o Estado continuará agnóstico!
Eu, em relação a Soares só tenho uma pena, é que ele não seja elefante, para ir morrer longe.

xana disse...

O que eu acho fantástico é o papel de Sócrates em tudo isto. Primeiro arranja Soares para ser candidato presidencial, esfrega as mãos quando Alegre avança e "arruma" com o velhote com aquele derrota estrondosa.

Depois, nomeia-o para uma cargo destes... haja compreensão.

Marta disse...

Num próximo Psico-Debate sobre Geriatria já temos orador! Hehehe

Bruno disse...

Martita, continuas cortante como sempre ;)

Diogo Agostinho disse...

É inadmissivel esta nomeação!

Sócrates continua a dominar e a colocar em lugares estratégicos os seus ou a calar os que lhe fazem frente!

A pouco e pouco assistimos ao domínio total do País!

Só nao detém Belém...ainda...Preparem-se José Miguel Júdice virá aí...para Belém...

João Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Gomes disse...

Como é que conseguem acusar o Dr. Mário Soares de não ser um mensageiro da liberdade?

Premitam-me citar um amigo, na altura das presidenciais:
"Norton de Matos, Humberto Delgado, 25 de Abril, 1º de Maio, Fonte Luminosa, PREC, Empréstimo do FMI, Tratado de Adesão à CEE, Willy Brandt, Olof Palme, Felipe Gonzalez, Mitterrand, Yasser Arafat, transição para as democracias na América Latina, isto apenas para dar poucos exemplos do que foi, onde esteve, o que fez Mário Soares."
(Pedro Vaz)

Merecia um pouco mais de consideração não acham? Ou o PSD tem alguém com currículo similar que possa ser nomeado para a dita comissão? (O João de Deus Pinheiro já está ocupado como embaixador da Caras)

joana simões disse...

considero que mário soares já foi importante para a nossa democraciae para o nosso país, mas os seus tempos de glória já passaram há algum tempo! claro que tudo o que se diz ou faz em público tem consequências!

Agora considero que é uma vergonha esta nomeação. com tanta gente competente, têm de nomear uma pessoa que de cada vez que fala se troca toda? que troca os nomes das pessoas e até os próprios argumentos, muitos deles refutáveis?

contudo, considero que não deverias dizer isso Bruno, independentemente do que tu pensas tens de concordar que ele foi um homem importante para todos, mesmo para nós!


joana simões

Bruno disse...

Não sei exactamente o que é que a Joaninha acha que eu não devia dizer...

Se é sobre o "prémio de consolação", mantenho o que disse até porque a candidatura de Soares foi - como se viu - completamente a destempo e a despropósito. Tal como já achei que tinha sido a sua candidatura ao Parlamento Europeu há uns anos, tendo ele se encarregado de me dar razão quando, ao perceber que não iria conseguir ser Presidente do PE, resolveu "esquecer-se" que estava eleito como deputado, voltando a dedica-se aos seus "afazeres" caseiros.

Se é sobre o fato de ele desmentir, a cada interevenção pública que faz, aqueles que advogam a sua vitalidade, também não retiro uma vírgula. Basta fazermos um esforço de memória ou então irmos ao Youtube ver as entrevistas, as campanhas, os debates do Prós e Contras...

Se é sobre o facto de ter dito que a Marta continuava "cortante" nas críticas que faz, também o mantenho! Não quero ofender Soares mas ele já me ofendeu o suficiente. Por exemplo quando, no seu segundo mandato, bloqueou constantemente a acção de um Governo que estava a fazer tudo para desenvolver o país. Mostrou total desrespeito pelas instituições democráticas e limitou-se a fazer o serviço ao seu partido através de um jogo sujo de desgaste do Primeiro-Ministro e da sua equipa.

Por tudo isto, e agora falando para o nosso psico-visitante João Gomes - que muito gostamos de ter por cá - acho que também João de Deus Pinheiro merecia mais consideração da tua parte. E ainda mais o PSD que - como sabes - tem muita gente boa e capaz. Quem quer respeito deve, em primeiro lugar, dar-se ao respeito. Sei que as críticas aqui feitas a Soares são contundentes. Mas esse é o estilo do próprio Soares e como tal não poderá agora queixar-se. A não serexactamente ao abrigo da sua incapacidade de defesa... Mas disso tu não achas que ele sofra pois não?...

xana disse...

Eu também acho que Soares foi importante. Aliás acho que foi preponderante para o Estado de sítio que este país se tonou!

Tudo o que Soares representa para a democracia portuguesa (e sim estou a falar desde o 25 Abril até um pouco antes) vai desembocar em tudo o que nos queixamos relativamente a esta classe política que temos.

Enfim, de Soares, de Cunhal, de Almeida Santos e do 25 de Abril (sem esquecer o 11 de março de 75 e o 25 de Novembro de 75), talvez nunca iremos saber a verdadeira história...

joana simões disse...

bom, apenas que a tua piada acerca do 3º lugar pode cair mal, percebes? não é por nada de mais. concordo com todos vocês! não disse que não!
leva la um beijinho da tua filhinha para não ficares tristinho ;)

João Gomes disse...

O que gostava de reforçar é que Mário Soares teve efectivamente um papel importante na história da democracia e nos altos quadros do PSD, a começar pelo próprio Cavaco Silva, acho que ninguém o nega.

Neste momento tem 80 anos e continua a fazer política, a meu ver muito bem. Tem gafes é verdade, tal como o próprio Barack Obama, umas boas décadas mais novo - ou também acham que o candidato às primárias democratas também acusa falta de lucidez?

Não vou aqui discutir com quem diz que o problema do país foi o 25 de Abril - certamente Sá Carneiro nunca diria tal coisa.

No que concerne à nomeação, acho que se trata de uma pessoa destacada no quadro político nacional, que teve um papel importante na história, que é uma pessoa bem formada do ponto de vista académico, que sempre lutou pela liberdade religiosa, aliás como por qualquer tipo de liberdade e que agora viu o estado reconhecer o seu mérito e lhe dar a honra desta nomeação.

Desculpem, não consigo ver qualquer problema nisto.

Nélson Faria disse...

Gostava de realçar um ponto importante para quem, não me conhecendo, me apelida de perigoso direitista: ainda que pálida, fui o único que defendeu a nomeação de Soares (dizendo que a compreendia).

Tirando o tom agreste com que o João primeiramente replicou as vossas críticas, estou com ele.

Soares foi uma das pessoas mais importantes para a nossa Democracia e não me espanta a nomeação. Está ligeiramente senil e com tendência para o disparate (principalmente no que toca a política externa)?

Sim, mas é um político de outros tempos e não me apoquenta que ocupe este cargo. Se fosse PR a questão seria diferente. Nesta Comissão é uma escolha mais ou menos óbvia.

Bruno disse...

Caros João e Né, eu explico, então, porque é que vejo um problema nisto e me faz confusão.

A Comissão em causa, como qualquer outra instituição que esteja sob a alçada governamental, deve ter na sua liderança, pessoas que, no momento dessa nomeação possam acrescentar algo de novo ao trabalho que está a ser feito.

Não me parece que Mário Soares vá acresecetar algo de novo à temática da liberdade religiosa. Se me dissessem que foi nomeada uma direcção para esta comissão que mostrou vontade de reunir e aconselhar-se com Mário Soares, por exeplo, achava bem. Não me parece que seja ele - nesta altura - a pessoa indicada para o cargo.

Ou então assumimos que a CLR é apenas um organismo de fachada, que serve apenas para dar uns tachos ou algo semelhante. Se assumirmos isso, então vamos acabar com ela! Senão vamos lá colocar alguém que seja - efectivamente - útil!

Nélson Faria disse...

A CLR não deve ir mais longe do que garantir que não há casos graves discriminação religiosa, bem como lavrar pareceres e manifestar-se em situações pontuais.

Muitas vezes a primeira vaga destas comissões precisam de figuras de vulto até para se saber que existem. Sabendo que existem é meio passo para que se recorra a elas.

Não me choca que seja Mário Soares.

Bruno disse...

Exacto Né! Pensas o que eu pensava que tu pensas: o Presidente da Comissão serve apenas para dar o nome e visibilidade à mesma.

Não concordo!

João Gomes disse...

Bruno,

A experiência por vezes é algo de novo e positivo para um projecto tão recente como este.

Paulo Colaço disse...

Conheço a importância de Mário Soares para a democracia portuguesa, mas não ignoro a importância para a CLR de ter um presidente mais "acordado".

Mário Soares tem um bom CV, mas Manuel Alegre faria ali um melhor serviço à Nação...