sábado, janeiro 05, 2008

Parao fim de semana IV - Criacionismo de Huckabee

Estou a abusar mas não resisto, por várias razões.

1-Já meti o Obama a falar e não meti o vencedor republicano do Iowa.

2-Não é um discurso, é a resposta à pergunta: Acredita no criacionismo? - a que ele elegantemente responde sim.

3(principal razão)- Nem sabia que se encontrava no YouTube, mas na imagem vão ver 3 linhas: as linhas representam o eleitorado e como o diferente eleitorado reaje à dinâmica do discurso.

4-Demora só dois minutinhos.

Oh yeah, nos EUA é política a sério.

15 comentários:

Nélson Faria disse...

A prática chama-se real-time response e num dos episódios da segunda série da West Wing pode-se observar o staff da Casa Branca a avaliar os resultados do "Estado da Nação".

jfd disse...

LINDO ;)

José Pedro Salgado disse...

A resposta está genial.

Consegue fazer uma ligação que, não sendo indesmontável, do ponto de vista da retórica está muito boa.

RCruz disse...

Vim aqui parar inusitadamente através do blog Alta Voz...
Normalmente fico calado e abstenho-me de comentários mas desta vez não resisto.

Neste vídeo, observei um tipo que se candidata à presidência de uma das maiores potências mundiais a dizer explicitamente que:

-Acredita em Deus
-Acredita que este Deus criou o planeta Terra e os seres vivos que nela habitam
-Que os tipos que acreditam que nós "descendemos" de primatas são bem vindos (embora ele não saiba bem como é que esses gajos se desenrascam lá com a teoria deles).

Pareceu-me pelos comentários e pelo próprio texto do post (corrijam-me se estou enganado) que duma forma geral "por estas bandas", as suas ideias/retórica foram saudadas.

Permitam-me perguntar-vos.
Preocupa-vos o facto de alguém dizer que acredita só porque sim? Ou porque está escrito na bíblia? Por uma questão de fé?
Se ele passar a tomar decisões baseadas na fé...isso preocupa-vos?
É mais legítimo defender a criação das espécies vivas por Deus do que simplesmente por acaso? Porquê?
Será que alguém que defendesse a criação das espécies vivas por extra-terrestres estaria a responder de forma igualmente "elegante" (como disse a autora) ou não? É mais legítimo ou provável ser criado por Deus do que por ET's?

Perdoem-me a intromissão mas ficava-vos gratos se comentassem acerca destas questões.

Cumprimentos a todos.

Nélson Faria disse...

Whow!

Como podemos ser mal interpretados. Primeiro não é autora é autor ;)

Depois:

- a principal razão do post (e isso está lá escrito) é o fenómeno real-time response. Não é tanto por causa da "elegância" da resposta;

- que eu saiba, neste blog não há nenhum criacionista, penso que somos todos evolucionistas (mas não dou certezas ;)

- saúda-se que o homem se tenha safado através da retórica sem parecer um atrasado mental, não que ele "me" ou "nos" tenha convencido. O homem foi reverendo e é saudável que se mantenha fiel à sua crença. Não se desculpou com, ou enfatizou a sua crença, para ganhar votos. Disse-o.

Nélson Faria disse...

De resto, respondo apenas à primeira bateria de perguntas, já que as outras deixo para alguém que defenda o criacionismo (ou que pelo menos se sinta mais à vontade).

Não me preocupa que uma pessoa acredite sem um razão plausível nestes termos. Chama-se Fé, daí na Eucaristia se falar no Mistério da Fé.

Sou fruto de uma educação fortemente enraizada na matriz judaico-cristã (como todos os portugueses no campo axiológico), mas mais relevante para o caso fui católico apostólico romano até ao início da adolescência. Depois afastei-me gradualmente da religião até ao actual estado de agnóstico.

Preocupa-me que alguém tome decisões por força da Fé; não me preocupa que seja influenciado pela Fé porque à partida espero isso. Assim como espero que um ateu ou um agnóstico sejam influenciados pelo seu ateísmo ou agnosticismo na tomada de decisão, ou um socialista pelo socialismo ou um liberal pelo liberalismo.

Nós somos uma enorme mescla de sensibilidades, e sempre que tomamos uma decisão somos influenciados por elas (conscientemente ou não).

O passado de Huckabee leva-me a pensar que ele não irá para a Casa Branca doutrinar os EUA. Não há, no seu passado, exemplos disso e parece-me bastante tolerante no que toca às divergências religiosas.

Dito isto, e já que não nos conheces, dificilmente seria apoiante de Huckabee. O meu Partido Republicano é na tradição liberal, e a maioria dos outros psicóticos são mais próximos do Partido Democrata do que do Republicano.

Obrigado por nos teres visitado e aparece sempre ;)

jfd disse...

Caro RCruz,

Obrigado pela visita.
Visto que o Nélson já deu uma resposta séria, deixa que te alertar para o seguinte:

Há um candidato que tem uma religião que acredita que descendemos de extraterrestres e que Jesus é irmão do Diabo e que o paraíso é algures num estado dos EUA;

Outro vê mesmo Discos Voadores;

Outro há que acredita LITERALMENTE na Biblia.

É mesmo assim ;)
Para o lado que penderem as sondagens, é para o lado que pendem as idealogias. Se calhar não é bem assim, mas pronto. Há de tudo.

Até JFK quando se candidatou teve de justificar a sua religião (igual à do Guterres). Foi o primeiro nos EUA. Ia sendo um escândalo! (acho que estória foi assim!)

Preocupam-me mais os lobbys do que a fé de quem está na Casa Branca!

Paulo Colaço disse...

Caro RCruz,
O Nelson e o Jorge já disseram muito do que havia para dizer.

Gostaria apenas de salientar o seu "corrijam-me se estou enganado" e o tom respeitoso do comentário.

Não o fora, podia haver quem se melindrasse. Não sou criacionista e abomino o espírito retrógrado de quem veda o evolucionismo ao respectivo sistema de ensino.

Devo dizer que o meu catolicismo morreu (pouco depois da minha primeira comunhão) precisamente com a descoberta do evolucionismo.

Outra nota: nem no texto do Né nem nos comentário vislumbro qualquer defesa do criacionismo.

Tiago Sousa Dias disse...

Né gostei do post porque é algo que não existe em Portugal onde a politica a este nível é feita por guiões.
Mas aqui não há novidade. Isto existe há anos nos EUA.
Tal como a fé existe há anos e ninguém se preocupou até hoje. Acho muito bem que cada um acredite no que quiser. Preocupava-me mais se o homem acreditasse em K-PAX R-Cruz :D
Mas percebo a tua opinião.
Deixa-me só relaxar-te não temos que ser todos ateus para as decisões não serem tomadas com base na religião. Aliás essa é questão que não se coloca nos EUA onde não me lembro de motivações religiosas tomarem as rédeas do Estado, ao contrário de Portugal por exemplo (2 ex. muito rápidos "A Missão" juntamente com os espanhóis e a ditadura salazarista com os 3 pilares fundamentais do homem "Deus, Pátria e Familia").

Bruno disse...

Alguns comentários aos comentários:

1º: Seja bem vindo caro RCruz!

2º: Não sejamos alarmistas. Huckabee não é um perigoso fundamentalista religioso (bem pelo contrário) nem os políticos ocidentais costumam ser toldados pela sua Fé.

3º: Sou também um homem de Fé. Acredito em Deus e não vou aceitar sem discussão (e acho que ganhe) que me chamem burro por isso. Ou que achem que só por acreditar em Deus fico de imediato coarctado na minha capacidade de raciocínio.

4º: Tive uma professora de Religião e Moral que nos explicou uma vez a teoria do criacionismo vs evolucionismo. Disse ela que devíamos entender a história de Adão e Eva como algo simbólico porque efectivamente estava provado que a origem da Espécie era outra. Provavelmente a Igreja não concorda com ela mas eu concordo. A minha Mãe por exemplo não concorda comigo... tem dúvidas quanto às provas científicas dos defensores do evolucionismo e por isso prefere acreditar no que a sua Fé lhe dita.

Bruno disse...

Agora um verdadeiro comentário ao post: esta história do real time response é engraçadíssima. É apenas mais um indicador e não quer dizer nada de especial.

Mas convido-vos a verem este outro vídeo e compararem a diferença de opinião (principalmente dos Independentes) quando fala Obama e quando fala Hillary. O link é: http://www.youtube.com/watch?v=bKujUdCRKoQ&feature=user

Paulo Colaço disse...

E, de novo, ilustra-se uma ideia com um link para o youtube.

Já que estamos numa de religião, antigamente ilustrava-se tudo com um salmo. O youtube é o novo livro de salmos.

Nunca fui muito adepto do youtube. Creio que foram os posts no psico (julgo que o primeiro aqui a linkar o youtube foi o Né) que me convenceram.

Paulo Colaço disse...

Agora me dou conta que não comentei o post em si: que resposta dos diabos (perdoem a blasfémia)!

Gostei particularmente de o ouvir dizer: saber como decorreu o processo da Criação não fará de mim melhor Presidente!

Isto lembra-me uma conversa que tive com o meu querido avô materno, poucos anos antes do seu falecimento.

Ele era um profundo crente mas um dia disse-me: "eu acredito em Deus, mas também acredito que se tivermos fé numa pedra, a pedra fará milagres, porque o importante é acreditar".

Já falei com centos de pessoas. Pessoas ricas, pobres, poderosas, impotentes, belas, feias, corajosas, temerosas, bem-falantes, atabalhoadas, geniais, ignaras.
Tive conversas de segundos, minutos, horas e, de entre todas, é esta conversa com o meu avô que recordo coma a melhor que tive em toda a minha vida.

:)

Nélson Faria disse...

Não sei se me fiz entender bem Tiago: eu sabia que existia há anos... não sabia é que estava no YouTube. Isso é que me surpreendeu.

Sábio avô Colaço... vejo que é de família.

Nélson Faria disse...

Quanto ao vídeo hillary vs obama: espantoso como desde o momento em que ela abre a boca até acabarem os toques se vê a descida acentuada dos independentes e para o fim até os democratas.