quarta-feira, abril 25, 2007

O meu 25 de Abril


Nós estamos a fazer isto para que ninguém mais tenha de sair de Portugal por aquilo que escreve, diz ou pensa.
Salgueiro Maia
25 de Abril de 1974

18 comentários:

Marta disse...

E nós estamos aqui, para mostrar que o 25 de Abril valeu a pena!

Sérgio Pontes disse...

concordo em pleno

Bruno disse...

Em matéria de Democracia, o Psicolaranja é um verdadeiro 25 de Novembro! Uma confirmação dos ventos de liberdade que sopraram em Abril e que alguns quiseram abafar em nome dos seus interesses.

Não seria essa a ideia de Salgueiro Maia e nós estamos aqui para honrar o compromisso! E como Portugal não me parece estar - 33 anos após 74 - muito bem, podem contar connosco para ajudar a mudar "o estado a que isto chegou"!

Tânia Martins disse...

Salgueiro Maia: para mim o homem que teve coragem de dar a cara na revolução...digno de ter a sua foto no psico de certeza, parabéns Né!

Quanto à ao facto de não termos que sair do país, a revolução era uma forma de permitir liberdades e direitos aos cidadãos. Quanto isso tudo teve sucesso, porém inflelizmente muita gente ainda tem que procurar a sua vida longe da terra que os viu nascer. Mas obviamente cabe-nos a nós modificar esse facto...

Embora tudo isto repito "O 25 de Abril valeu a pena"

Nélson Faria disse...

Na Sábado de hoje Nuno Rogeiro tem uma frase que tem tanto de sapiente como de assassina: "Abril começou, na rua, sob o signo dos capitães, e acabou, ao fim da tarde, debaixo dos generais."

A revolução foi o que se seguiu, e mal. Mas encontro santuário na campanha dos 30 anos: Abril é Evolução!

neves disse...

Infelizmente o sonho de muitos resultou unicamente em desilusão! Velhas feridas teimam em sarar, o tempo passa testemunhando unicamente a inercia, o comodismo. Agora somos livres de dizer o que pensamos, de escrever o que nos vai na alma, mas nao passamos de acorrentados a um dia a dia rotineiro sem possibilidades de deslombrar no horizonte o Portugal que ambicionamos. Simplesmente, agora saimos do pais para podermos atingir o que queremos, o que sonhamos!

Vasco Neves disse...

Esquecime de no post anterior dar os parabens à laranja psicotica, fico a aguardar pelo proximo confronto de ideias.

isabel disse...

"Nós estamos a fazer isto para que ninguém mais tenha de sair de Portugal por aquilo que escreve, diz ou pensa.
Salgueiro Maia
25 de Abril de 1974"

Mas temos que sair de Portugal para fugir de outras tantas coisas.
Para aprender +, para ganhar+, para ser aquilo q aqui não conseguimos ser! O 25 Abril valeu a pena mas não chega! É pouco! Precisamos d++++.

Bruno disse...

Pois, precisamos de mais 25 de Novembro!!! Precisamos de afirmar todos os dias que a democracia é para todos e não apenas para alguns!

Precisamos de evoluir e para isso é preciso que todos trabalhem. É preciso que haja responsabilidade e convicção da classe política mas também ambição e competencia no povo!

adriana disse...

" ESTA É A MADRUGADA QUE EU ESPERAVA
O DIA INICIAL INTEIRO E LIMPO
ONDE EMERGIMOS DA NOITE E DO SILÊNCIO
E LIVRES HABITAMOS A SUBSTÂNCIA DO TEMPO "
Sophia Andresen

esta essencia do 25 de abril que espero que continue a perpetuar...

xana disse...

Vou partilhar com o Bruno esta vontade de falar no 25 de Novembro. O meu 25 de Abril não o aprendi na escola, mas sim em casa, e assim sendo aprendi a dar mais valor a este 25 do que ao de Abril. E tenho pena que agora que se fala em leccionar esta matéria com mais pormenor, não haja coragem de lançar a verdade e de explicar o que realmente aconteceu.
Talvez para isso acontecer algum dia, muitos anos terão que passar, muitos partidos terão que se regenerar ou mesmo acabar, e aí sim a verdade poderá vir a lume.
No entanto, e valorizo muito o 25 de Abril, tenho pena do que alguns fizeram com ele, e ainda bem que existiram aqueles que fizeram o 25 de Novembro e deram verdadeiramente a liberdade a todos os portugueses.

Anónimo disse...

Adorei o comentário do Vasco Neves.
É a realidade!
Estou como a Xana, foi em casa que aprendi o 25 de Abril e 25 de Novembro, pelo que a mh mãe me tem contado. Nos programas escolares este conteúdo está sempre no final e nunca cheguei lá :-( pena!
Como alguns também lamento o que fizeram do 25 de Abril (após)!

Rita C

Bruno disse...

Eu também aprendi o 25 de Abril em casa. Mas também o aprendi na escola e até fiz um trabalho sobre o assunto (um trabalho de grupo, curiosamente em conjunto com um militante da JS, irmão da deputada Ana Catarina Mendes).

O tema do nosso trabalho acabava nas horas seguintes à revolução e, como tal, não nos debruçámos sobre a situação que levou ao 25 de Novembro. Os mais informados sabiam-no (na verdade éramos só dois ou três...) mas os outros ficam sempre com a ideia de que tudo foi perfeito e Portugal começou de repente a evoluir.

Aliás, nas entrevistas de rua que fizemos via-se que ninguém tinha consciência (ou não queria ter) dos momentos difíceis que se seguiram e da tentativa do PCP de tomar o poder e não deixar a democracia funcionar. Um pormenor: as entrevistas foram feitas nas ruas de Almada, terra de maioria absoluta comunista...

Anónimo disse...

"dos momentos difíceis que se seguiram e da tentativa do PCP de tomar o poder e não deixar a democracia funcionar. "

É engraçado mas não tem piada nenhuma: Grande parte do pessoal não sabe, ou faz q não sabe, disso.
E, acham q 25 de Abril 74 é só fazer o que nos dá na real gana. Como destruir tudo que lhes vem à frente, riscar paredes, riscar carros ... acham destuir sinónimo de liberdade! Falam de liberdade de expressão mas são uns selvagens!!!
Fazer essas entrevistas na margem sul...era suspeito... o resultado!

Rita C

Bruno disse...

Tens toda a razão Rita. Incluindo em relação ao resultado suspeito. Mas como éramos alunos de uma escola de Almada interessava-nos saber o que pensavam os nossos conterrâneos.

Paulo Colaço disse...

Acabo de falar com o nosso amigo Nuno Leão, de Évora.

O Maior entusiasta do 25 de Novembro que eu conheço.

Pretende, há anos, fazer um debate sobre o 25 de Novembro em Évora, mas sempre o conseguiram desmotivar.

Hoje, fui eu quem o motivou a levar a ideia pela frente e, se for da vossa vontade, terá o APOIO DOS PSICÓTICOS!

QUE DIZEM?
SERÁ OUTRO DOS NOSSOS DEBATES?

Bruno disse...

Já tinha falado nisto e estou 200% de acordo!

Acho Évora um excelente local porque é território hostil e porque o Nuno Leão merece!

Finalmente deixem-me dizer que ainda vai ser o Psico a desmistificar esta história para que se perceba qual foi o verdadeiro "Dia da Liberdade" em Portugal!

xana disse...

Como entusiasta do 25 de Novembro não podia estar mais de acordo coma iniciativa!