segunda-feira, janeiro 29, 2007

Político de algibeira

Ainda recentemente falava com um amigo sobre os seres que tinham abdicado de ter cérebro aos 6 anos de idade, e eis que somos brindados com esta notícia: agora que Portugal ia ser brindado com Manuel Maria Carrilho a full-time na magna casa da Democracia portuguesa, valores mais altos se alevantam e ele foi chamado pela Sra. UNESCO.

Afinal a UNESCO não serve apenas para fins culturais... é também uma óptima forma de mantermos a sanidade mental evitando os disparates do Manuel Maria.

Prof. Carrilho, leve saudades... que é coisa que não deixa!

4 comentários:

José Pedro Salgado disse...

E se ajuda for precisa para poder lá ficar,
Não se incomode que nós mesmos lha vamos lá levar.

Goreti Martins disse...

Permitam que apresente a Missão/Objectivos da UNESCO para a área da Cultura (e 2º a própria):

"A área da cultura é transversal aos outros domínios de intervenção da UNESCO, uma vez que contribui em larga medida para a realização da missão da organização. São seus objectivos principais preservar e respeitar as especificidades de cada cultura, agindo para que as diferentes culturas se respeitem entre si, e pondo em acção mecanismos que permitam a sua interacção e maior conhecimento mútuo.

Desta forma, constituem prioridades culturais da UNESCO:
- promover a diversidade cultural, com especial ênfase na herança tangível e intangível;
- as políticas culturais, bem como o conhecimento e diálogo intercultural e inter-religioso;
- as indústrias culturais e expressões artísticas."

Agora conhecendo o Sr. em causa, permitam-me que me deixe rir :)

Goreti Martins disse...

E já agora, para quem tenha a ousadia de querer outros voos (vulgos tachos)é melhor desistir de ambicioso sonho, uma vez que todas as áreas de Prémios / Bolsas / Recrutamento da UNESCO "já" estão fechadas...

Paulo Colaço disse...

Deixa que te diga, Goreti, grande comentário o teu!

Pensar-se no Carrilho como um homem da UNESCO é só mesma para quem associa falta de rigor ao Carlos Coelho!