segunda-feira, setembro 01, 2008

A Convenção que nunca foi!

Por força de uma tempestade, a convenção republicana não vai ter festa. Presumivelmente, pouco será mais do que a ratificação de McCain, e não terá glamour nem festa.

O que dizer daquilo que não aconteceu? Rimo-nos um pouco do protagonista. É saudável e faz bem!

2 comentários:

Gonçalo de Sampaio disse...

Meu caro,

E será que o glamour e a festa são assim tão importante ? Aliás se não tivesse sido tomada esta decisão estou certo que muitos (incluindo uns certos jornalistas militantes cá do burgo) já estavam a criticar a insensatez do candidadto da "Direita" (com se nos EUA houvesse candidato que possa ser chamado de esquerda..)
Não será mais importante ao eleger o Presidente da única potência mundial, as suas propostas, a sua visão, a sua experiência ?
Claro que para o povo americano (e para nós que gostamos de acompanhar estas coisas), o glamour e a festa ajudam, mas só no imediato. Até Novembro, quando interessa ganhar, toda a festa e glamour terão passado (como a espuma das coisas) e o que ficará é que contará no momento da decisão.
Na festa e glamour parece que o Obama ganhou. Que seja um bom consolo... Porque no resto as coisas não estão a correr como muitos gostavam.
PS"D": Este comentário não invalida, antes pelo contrário, que o post tenha sido interessante. Antevejo um debate interessante, pelo menos até Novembro.
Registo de interesse: Se fosse norte-americano votava, sem dúvida, Mccain
Gonçalo de Sampaio

jfd disse...

O que dizer daquilo que não aconteceu?

GRANDE SORTE

Para McCain que não passa o embaraço de ter de conviver quer com Bush, quer com a vergonha que é alguns dos "Barões" do RNC que só dizem m$$%3!

Para Obama que não vê para já renascida a controversia com o Bombista, com o Reverendo, com o Imobiliario e com a sua falta de experiência.

Para Bush que nâo tem de ir embaraçar McCain e ainda faz boa figura perante os americanos.

Oxalá não haja danos colaterais!